Utentes e trabalhadoras livres de perigo após incêndio em lar
27 Junho, 2016 1177 Views

Utentes e trabalhadoras livres de perigo após incêndio em lar

image_pdfimage_print

Todos os 14 idosos e duas trabalhadoras de um lar da Misericórdia de Arganil afetados por um incêndio na madrugada de hoje estão “livres de perigo”.

Duas utentes que tinham sido “levadas por precaução” para o serviço de urgências do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) ainda estavam, às 12h15, nesta unidade de saúde, disse Nuno Gomes, diretor-geral da Santa Casa da Misericórdia de Arganil.

“A situação está estabilizada”, adiantou, indicando que as duas mulheres deverão ter alta ainda hoje.

Ao longo do dia, “todos os utentes serão reinstalados” nos edifícios da Estrutura Residencial para Idosos (ERPI) da Misericórdia de Arganil, liderada pelo provedor José Dias Coimbra, antigo presidente da Câmara Municipal. Os mecanismos de alerta e socorro “foram acionados em tempo útil” e houve “uma pronta resposta dos Bombeiros”, salientou o diretor-geral da Misericórdia.

com lusa.pt

Previous PJ está investigar incêndio em lar de idosos em Arganil
Next Prisão preventiva para suspeito de violação e tentativa de homicídio em Oliveira do Hospital

Artigos Relacionados

Destaque

Simulacro testou meios de combate aos incêndios florestais em Oliveira do Hospital (Com vídeo)

No arranque da fase Bravo, a segunda mais crítica em matéria de incêndios florestais, o município de Oliveira do Hospital testou os meios de combate aos fogos com a realização

Informação

Fórum Vê Portugal mostrou que o turismo abre portas e janelas para os territórios

A 5.ª edição do Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”, que decorreu na Guarda, resultou com sucesso, tanto a nível da qualidade das apresentações como do número de participações.

Região

Cerca de 150 operacionais combatem chamas em Pampilhosa da Serra

Um incêndio em Soeirinho, no concelho de Pampilhosa da Serra (Coimbra), que deflagrou cerca das 12h00 estava a ser combatido por volta das 17h20 por 150 operacionais, apoiados por 39

Desporto

Maratona Clube Vila Chã participou na 13ª Taça de Portugal de Corrida em Montanha

Decorreu no passado dia 16 de Julho, a 13ª Taça de Portugal de Corrida em Montanha, realizada em Malcata. Esta competição realizou-se em conjunto …

Nacional

IPMA prolonga até terça aviso amarelo por tempo quente em sete distritos

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prolongou até terça-feira o aviso amarelo para sete distritos do Continente devido à previsão de tempo quente.

Região

Acidente entre ligeiro e pesado provoca um morto no IC2 em Pombal

Um acidente ocorreu hoje entre uma viatura ligeira e um pesado no Itinerário Complementar 2 (IC2), em Pombal, e provocou um morto e um ferido ligeiro.

Informação

Assembleia Geral Ordinária do FCOH realiza-se a 7 de junho

Está marcada para o próximo dia 7 de junho, a Assembleia Geral ordinária do Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH), …

Última Hora

Folk in Arganil realiza-se a 14 de julho

A Praça Simões Dias, em Arganil, proporciona no dia 14 de julho de 2019, uma noite animada por folclore internacional.

Sociedade

BLC3 passa a “Campus de Tecnologia e Inovação”  e aposta em nova Imagem Institucional

A Associação BLC3, a operar em Lagares da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital apostou em nova imagem institucional, que se tornará visível a partir de hoje, 31 de

Informação

Sinistralidade: 11 detenções, 989 infrações e 69 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 7 a 13 de maio, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Região

Retomadas buscas para encontrar pastor de 90 anos desaparecido

As autoridades retomaram pelas 06h00 de hoje as buscas pelo pastor de 90 anos que está desaparecido em São Romão, no concelho de Seia, disse à agência Lusa fonte do

Informação

Município de Oliveira do Hospital pede “desculpa” pelo estado “lastimável” da EN17

O vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo considerou ontem que “é penoso” para quem passa na EN 17 e “vergonhoso” para quem é responsável pela