União Europeia aceita petição do MAAVIM a pedir esclarecimentos sobre apoios a lesados

União Europeia aceita petição do MAAVIM a pedir esclarecimentos sobre apoios a lesados

image_pdfimage_print

A União Europeia aceitou a petição do Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (MAAVIM), que solicita informações sobre a aplicação dos fundos comunitários concedidos a Portugal para os lesados dos incêndios de 2017.

A Comissão das Petições da União Europeia (UE), “depois de analisar a petição” do MAAVIM, subscrita por Nuno Pereira, “decidiu que as questões que ela suscita são admissíveis nos termos do Parlamento Europeu, uma vez que o assunto respeita às atividades da UE”, informa aquela comissão, numa nota remetida ao peticionário e enviada, pelo movimento, à Rádio Boa Nova.

O MAAVIM pediu à UE, a 23 de maio, mais informações sobre a aplicação dos fundos comunitários concedidos a Portugal para os lesados dos incêndios de 2017, alegando que as explicações da Direção-Geral de Política Regional e Urbana Europeia dadas ao movimento, na sequência de um pedido de “esclarecimento da aplicação dos fundos europeus” concedidos pela Comunidade Europeia para apoiar as vítimas” daqueles incêndios (em junho e outubro de 2017) em Portugal, não eram “suficientes”.

O movimento de Midões assegura que “os fundos comunitários enviados para apoio à população afetada pelos incêndios de 2017” não foram canalizados para os lesados desses fogos.

Na resposta agora enviada ao movimento, a presidente da Comissão das Petições da do Parlamento Europeu, Cecilia Wikström, informa que a comissão vai “solicitar à Comissão Europeia uma investigação preliminar sobre os diferentes aspetos do problema”.

Na petição, o subscritor “apresenta a situação desesperada de muitas pessoas afetadas pelos incêndios florestais de 2017 em Portugal, que não conseguiram obter assistência financeira das autoridades portuguesas, apesar da existência de um financiamento substancial a nível nacional e da UE”, salienta o movimento.

“A maior parte do dinheiro alocado pela União Europeia, para ajuda à população afetada pelos incêndios de 2017, nunca chegou às verdadeiras vítimas”, conclui o MAAVIM.

 

Previous Turismo no Centro de Portugal com subida significativa em maio
Next Concelhos de Bragança, Guarda e Castelo Branco em risco máximo de incêndio e mais de 40 concelhos em risco muito elevado

Artigos Relacionados

Última Hora

Estudantes ameaçam fechar escola de Oliveira do Hospital devido a amianto

Sem ver resolvido o problema de amianto na escola sede do Agrupamento de Oliveira do Hospital, a Associação de Estudantes fez um ultimato ao Governo,…

Última Hora

Mangualde: Homem identificado por incêndio florestal por negligência

Um homem, de 77 anos, foi identificado pela GNR em Mangualde, pela prática do crime de incêndio florestal por negligência.

Região

Seia comemora Dia da Criança com Parque Encantado

A Semana da Criança e do Brincar de Seia, que está a decorrer desde o dia 25 de maio, termina este domingo, dia 2 de junho, …

Sociedade

CIM Região de Coimbra considera positiva a requalificação do IP3 

O Conselho Intermunicipal (CI) da CIM Região de Coimbra analisou, na passada sexta-feira, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Tábua, a solução apresentada pelo Governo para o IP3,…

Última Hora

Pirâmide de Natal Solidário angariou 1.530 kg de bens alimentares em Oliveira do Hospital

Decorreu, nos dias 24 e 25 de novembro, mais uma recolha de bens alimentares, “Pirâmide de Natal Solidário”, dinamizada pelo Município de Oliveira do Hospital…

Última Hora

Urgências passam para a FAAD à noite, fins de semana e feriados. Medida entra hoje em vigor

As urgências em Oliveira do Hospital vão ser partilhadas com o hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz que passa a assegurar aquele serviço…

Desporto

Volta a Portugal começa hoje. No sábado tem chegada a Oliveira do Hospital

A 80ª edição da Volta a Portugal em bicicleta começa hoje com um curto prólogo, de 1,8 quilómetros, em Setúbal, com o espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto), vencedor em 2017,

Destaque

Eptoliva  quer continuar a ser uma referência no ensino profissional

A Eptoliva, deu hoje as boas vindas aos 220 alunos que vão frequentar esta escola profissional em Oliveira do Hospital e no pólo de Tábua.

Última Hora

Funcionária da Conservatória de Oliveira do Hospital confessou recebimento de montantes indevidos na primeira sessão de julgamento

  A ajudante da Conservatória de Oliveira do Hospital que, em 2015,foi demitida por suspeita de receber montantes indevidos de clientes confessou, esta manhã, a prática daquele crime.

Região

Acidente com trator mata ex-bancário em Nelas

Um homem de 74 anos morreu, ontem ao final do dia, vítima de um acidente com um trator, em Nelas, Viseu.

Última Hora

Ténis de Mesa: Jovens do CCPOH brilham no III Circuito Municipal de Tábua

No último sábado, 22 de outubro, a jovem equipa de ténis de mesa do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH) deslocou-se ao vizinho concelho de Tábua,

Última Hora

Câmara e Altice inauguram primeira cabine de leitura no concelho de Seia

A Câmara Municipal de Seia e a Altice Portugal, através da Fundação Altice, vai inaugurar amanhã, 23 de maio, a primeira Cabine de Leitura do concelho,…