Portugal recebe Jornadas Mundiais da Juventude “com uma alegria incontida”

Portugal recebe Jornadas Mundiais da Juventude “com uma alegria incontida”

image_pdfimage_print

Lisboa vai acolher, em 2022, as próximas Jornadas Mundiais da Juventude, aquele que é considerado o maior evento da Igreja Católica. O anúncio, já esperado, foi recebido com “alegria”. Com esse sentimento partilhado vem também a noção da responsabilidade que é receber um evento destas dimensões.

O anúncio já era esperado, mas a certeza só chegou este domingo com o anúncio de que Portugal vai ser o próximo país a receber as próximas Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), em 2022. A confirmação foi dada no final da missa de encerramento das Jornadas Mundiais da Juventude, na Cidade do Panamá, pelo cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.

Para receber a boa-nova, viajaram até ao Panamá o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, – deslocação esta que a Associação Ateísta Portuguesa (AAP) repudiou, considerando “um grave atentado à neutralidade religiosa do Estado laico” -, o autarca de Lisboa, Fernando Medina, e o Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, além de muitos jovens católicos.

Ao saber da confirmação de que Lisboa vai mesmo ser palco daquele que é considerado o maior evento da Igreja Católica, o Presidente expressou “uma alegria incontida” e considerou que a relação de Portugal com África um argumento de peso na escolha do próximo anfitrião das JMJ.

“É uma alegria incontida e é começar a sonhar já e a projetar já o que se vai passar daqui a três anos e meio”, disse à agência Lusa Marcelo Rebelo de Sousa, na Cidade do Panamá”.

“Acho que nós conseguimos, conseguimos todos, conseguimos nós portugueses, conseguiram naturalmente os católicos de Portugal, conseguiram os bispos católicos, conseguiu D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, mas conseguimos nós todos como povo e conseguimos nós que falamos português”, assinalou o chefe de Estado.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, “foi muito importante um argumento essencial para esta decisão, o ser um país que pudesse abrir para vários continentes e, nomeadamente, para África, porque é o único continente que ainda não teve as Jornadas Mundiais da Juventude”.

“E entendeu-se – e bem – que Portugal, além de abrir para o continente americano e, obviamente, abrir para a Europa, abria para África, para a que fala português muitíssimo, e que vamos reunir em Lisboa, para aquela que não fala, mas também vai vir até Lisboa”, adiantou. Para Marcelo Rebelo de Sousa, Portugal ser o segundo país lusófono a receber as JMJ depois do Brasil, em 2013, “é o reconhecimento do peso da lusofonia, do mundo que fala português”.

Em representação do Governo, o secretário de Estado do Desporto e da Juventude, sublinhou, por seu turno, a dimensão do evento e a “alegria absolutamente extraordinária” de o receber. “Estamos a falar do maior evento de juventude que há no mundo, eu não sei mesmo se alguma vez em Portugal recebemos algo parecido com isto e, portanto, é uma notícia extraordinária”, disse João Paulo Rebelo.

“Eu diria que é de uma alegria absolutamente extraordinária para o nosso país, evidentemente para a Diocese de Lisboa, para a Câmara Municipal de Lisboa, mas claro também para o país, que vê assim reconhecida, mais uma vez, a grande capacidade organizativa que o país tem”, acrescentou ainda governante.

O primeiro-ministro também reagiu à notícia, no caso através do Twitter, garantindo que o Governo dará todo o apoio para “garantir o sucesso” do evento que vai estender-se até ao município de Loures, conforme confirmou o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente.

REUTERS

Previous Sampaense vence Sanjoanense por 84-80
Next Portugal será afetado pela depressão Gabriel, mas só a partir de amanhã

Artigos Relacionados

Informação

Viseu investe 700 mil euros na manutenção de estradas

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques (PSD), anunciou hoje um investimento municipal superior a 700 mil euros …

Informação

PSD quer maior captação de investimento em Oliveira do Hospital

Rafael Costa, líder grupo municipal do PSD na Assembleia de Oliveira do Hospital propôs ao executivo o lançamento do projeto “Academia de Código” que “consiste em formações com uma taxa

Última Hora

Incêndios: Alargado prazo para apoio a obras em segundas habitações danificadas

O prazo para os pedidos de financiamento destinados a recuperar segundas habitações danificadas pelos incêndios do ano passado foi prolongado até 30 novembro, de acordo com uma portaria hoje publicada

Sociedade

Autotanques continuam a assegurar abastecimento de água em Oliveira do Hospital. Piscinas municipais foram encerradas

O abastecimento de água à população de Oliveira do Hospital continua a ser assegurado por autotanques que, desde o final do dia de quinta feira, procedem ao transporte de água

Sociedade

Cantinas sociais apoiam cerca de uma centena de pessoas em Oliveira do Hospital

No concelho de Oliveira do Hospital há perto de uma centena de pessoas beneficiárias do projeto das “Cantinas Sociais” que, hoje,…

Região

Guarda sob aviso laranja por causa da neve

O distrito da Guarda está sob aviso laranja, o segundo mais grave, por causa da queda de neve e outros 10 estão também sob aviso amarelo por causa da agitação

Informação

Suspeito de violar e quase matar uma mulher em Oliveira do Hospital foi vizinho da vítima

O homem de 32 anos que foi detido pela Policia Judiciária, na passada quinta feira, por suspeita de violar e tentar matar uma mulher em Oliveira do Hospital era conhecido

Região

14 detenções, 639 infrações e 56 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 8 a 14 de maio, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Informação

Nelo Silva é o candidato do CDS à Junta de Freguesia da Bobadela

Em apresentação que decorreu, ontem, na Bobadela, a coligação “Construir o Futuro”, liderada pelo CDS e que integra o MPT e o PPM, apresentou o seu candidato à freguesia da

Última Hora

Mangualde: Homem morre atingido por uma árvore

Um homem, com cerca de 35 anos, morreu atingido por uma árvore na manhã de sábado, 24 de novembro, em Mangualde, no distrito de Viseu.

Última Hora

Alexandrino vê vereadores como uma “família” e nega andar de “costas voltadas” com vice-presidente

O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital deitou por terra rumores, que davam conta do possível afastamento de José Francisco Rolo do projeto político com que se vai

Região

Município de Seia atribui bolsas de estudo a estudantes do ensino superior

A Câmara Municipal de Seia volta a apoiar a formação académica, incentivo que se traduzirá na atribuição de bolsas de estudo aos estudantes do ensino superior, durante o ano letivo