Tribunal: Carlos Marta disse que acusações são “completamente falsas”

Tribunal: Carlos Marta disse que acusações são “completamente falsas”

image_pdfimage_print

O ex-presidente da Câmara de Tondela, Carlos Marta, começou esta manhã de terça-feira (29 de janeiro) a ser ouvido no Tribunal da cidade.

O antigo autarca está acusado dos crimes de prevaricação de titular de cargo político, falsificação de documentos e favorecimento de credor. Em causa está o alegado favorecimento de obras à empresa Asfabeira, com quem fez três ajustes diretos.

A sessão ficou marcada pela interrupção por volta das 11h30, por causa de uma falha de energia. Passada meia hora depois da falha, Carlos Marta voltou a ser ouvido.

O ex-presidente de câmara optou por falar na primeira sessão do julgamento. Carlos Marta começou por dizer que as acusações que lhe são imputadas são “completamente falsas”. “É minha convicção plena é que a acusação como está a ser feita não corresponde à verdade”, disse ao coletivo de juízes que presidiu à sessão.

Perante as perguntas, o arguido explicou que os ajustes diretos com a Asfabeira, que estava em processo de insolvência, foram feitos tendo em conta as informações que foram dadas pelos serviços camarários e que ele se limitou a dizer que concordava com as adjudicações, como fazia parte das suas funções de presidente da autarquia.

As próximas sessões vão decorrer no Tribunal de Viseu, uma vez que o coletivo de juízes disse que não havia condições para prosseguir o julgamento em Tondela.

fonte: Jornal do Centro

Previous Arganil: PCP reivindica defesa da água e qualidade de vida após incêndios
Next Rali de Portugal foi apresentado hoje em Coimbra

Artigos Relacionados

Informação

Temperaturas sobem e podem ultrapassar 30 graus

As temperaturas vão subir hoje entre 05 a 07 graus Celsius em relação aos últimos dias, prevendo-se na quinta-feira máximas acima dos 30 graus…

Informação

Incêndio industrial destruiu 10 viaturas e armazéns em Ortigosa, Leiria

Um incêndio industrial, que deflagrou na madrugada de hoje em Lameira, na freguesia de Ortigosa, no concelho de Leiria, destruiu dez veículos e parte dos armazéns de uma empresa, disse

Última Hora

Homem de 67 anos detido por atear fogo na serra da Lousã

A Polícia Judiciária deteve um homem de 67 anos, casado e reformado, por ser o principal suspeito de ter ateado o fogo que está a consumir uma extensa área florestal

Informação

Governo procura “soluções legais” para habitações sem licença

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, informou que estão a ser procuradas “soluções legais, bem difíceis” para as pessoas afetadas pelos incêndios do ano passado, no Centro

Educação

Feira do livro promove hábitos de leitura e autores do concelho até 1 de junho

Em Oliveira do Hospital decorre, até 1 de junho, a 11ª edição da Feira do Livro. O certame que visa a promoção de hábitos de leitura e dos autores do

Última Hora

Eptoliva considerada a melhor escola profissional do país no congresso “Cientistas em Ação”

Decorreu nos dias 27, 28 e 29 de Abril, o XII Congresso Nacional Cientistas em Ação, que objetiva fortalecer o contacto, a troca de ideias e experiências entre os alunos,…

Última Hora

Lagares da Beira convida à “Festa das Vindimas”

É já neste fim de semana, 24 e 25 de setembro, que acontece em Lagares da Beira, a Festa das Vindimas, numa organização do Rancho Folclórico e Cultural daquela freguesia.

Desporto

Taça Nacional Sub 19 Femininos decide-se em Tábua e Oliveira do Hospital

A final four Taça Nacional Sub 19 Femininos de Basquetebol vai decorrer no próximo fim de semana, dias 4 e 5 de junho, em Tábua e Oliveira do Hospital…

Última Hora

FCOH ganha frente ao Condeixa. Lagares e ADN acabam em empate.

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) trouxe, este domingo, para casa uma vitória por uma bola frente ao Condeixa Futebol Clube.

Nacional

Proteção Civil emite aviso à população devido ao aumento do risco de incêndios

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) divulgou, esta quinta-feira, um aviso de aumento do risco de incêndios a partir de sexta-feira, devido a uma subida gradual da

Informação

Pedrógão: Petição contra alegadas fraudes reúne 730 assinaturas

Mais de 730 pessoas assinaram até hoje uma petição pública na internet contra alegadas fraudes na reconstrução de casas de Pedrógão Grande destruídas pelo fogo de 2017.