Seia: Câmara promoveu sessões de esclarecimento sobre limpeza de terrenos e uso do fogo

Seia: Câmara promoveu sessões de esclarecimento sobre limpeza de terrenos e uso do fogo

image_pdfimage_print

A Câmara Municipal de Seia, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, realizou durante a semana passada, nas freguesias prioritárias devido ao risco elevado de incêndio,…

…um conjunto de ações de sensibilização sobre as medidas preventivas e obrigatórias de proteção aos aglomerados populacionais e habitações isoladas, a desenvolver no âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios, e sobre a realização de queimas e queimadas (alterações introduzidas recentemente pelo DL 14/2019 de 21 de janeiro).

A iniciativa, que contou com a colaboração dos presidentes de Juntas e Uniões de Freguesias, da Guarda Nacional Republicana e das três corporações de bombeiros voluntários do concelho, incorporou nesta fase as áreas prioritárias, nomeadamente Vide, Loriga e Alvoco da Serra (dia 11), Teixeira, Teixeira de Baixo e Cabeça (dia 12), Sabugueiro, Sazes da Beira, Vila Cova à Coelheira e Sandomil (dia 13), e Valezim (dia 14), e posteriormente realizar-se-á nas restantes freguesias do concelho.

Segundo comunicado enviado à Rádio Boa Nova, para além da apresentação e explicação da obrigação de execução das redes secundárias de faixas de gestão de combustível, definidas nos termos da lei e reforçadas na Lei de Orçamento de Estado de 2019, estas sessões são uma oportunidade para a população colocar dúvidas, bem como ter contacto com o levantamento previamente elaborado pelos serviços da autarquia que identificam as áreas a manter limpar em redor dos aglomerados populacionais, casas isoladas e polígonos industriais.

A obrigatoriedade da criação de faixas de proteção expressa na lei estabelece que os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edificações, designadamente habitações, estaleiros, armazéns, oficinas, fábricas ou outros equipamentos, são obrigados a proceder à gestão de combustível numa faixa de 50 metros à volta das edificações ou instalações.

Por força do Orçamento de Estado para 2019, os trabalhos de gestão de combustível devem ser realizados até dia 15 de março, sendo que o seu incumprimento prevê a aplicação de coimas, que variam entre 140€ a 5.000€ (pessoas singulares) e 800€ a 60.000€ (pessoas coletivas), em 2019 aumentadas para o dobro, a que acrescem despesas efetuadas com a gestão do combustível (em caso de execução coerciva dos trabalhos).

Proteção Civil tem nova linha de apoio

O Município de Seia criou uma linha de apoio à Proteção Civil – 238 313 035, para onde os munícipes podem comunicar a intenção de realizar queimas, sinalizar ninhos de vespas velutinas (asiáticas), entre outras situações de proteção civil.

A nova linha de apoio visa, sobretudo, libertar a linha da Proteção Civil existente, reservando-a unicamente para situações de emergência, em resposta ao elevado número de comunicações das últimas semanas, especialmente relacionados com queimas e queimadas, fruto das novas. Por este mesmo motivo, a nova linha de apoio apenas funciona durante os dias úteis e no horário de expediente, das 9h00 às 17h00.

De acordo com a legislação em vigor a realização de queimas está agora sujeita a comunicação prévia à Câmara Municipal. A informação pode ser comunicada para a linha de apoio (238 313 035) da Câmara Municipal (durante o horário de expediente e à sexta-feira até às 15h00), para o e-mail [email protected], ou diretamente no portal do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. – https://fogos.icnf.pt/InfoQueimasQueimadas.

Em ambas as situações o requerente deverá dar indicação do NIF, nome completo, morada, telefone, localização da queima, data da realização da queima e que tipo de queima pretende executar (amontoados ou extensiva).

Por sua vez, a realização de queimadas só é permitida após autorização do município, tendo em conta a proposta de realização da queima, o enquadramento meteorológico e operacional, bem como a data e local onde a mesma é proposta. A execução de queimadas carece de acompanhamento, através da presença de técnico credenciado em fogo controlado ou operacional de queima ou, na sua ausência, de equipa de bombeiros ou de equipa de sapadores florestais.

Posteriormente, a decisão é comunicada ao proponente através de correio eletrónico ou sms. A realização de queimas e queimadas sem autorização e sem o acompanhamento é considerada uso de fogo intencional.

Previous Início de semana com trovoada, chuva, neve e agitação marítima
Next Conheça os resultados desportivos

Artigos Relacionados

Região

EPTOLIVA está disponível para “voltar a Arganil”

A Eptoliva escolheu, hoje, o concelho de Arganil para comemorar o Dia do Aluno, já assinalado em anos anteriores em Oliveira do Hospital e Tábua. Para Daniel Costa, presidente da

Última Hora

Região: GNR detém homem com 1.252 doses de haxixe dentro do carro

A GNR de Montemor-o-Velho deteve um homem de 45 anos, no concelho de Soure, por suspeita de tráfico de estupefacientes e apreendeu no interior do veículo do suspeito 1.252 doses

Informação

Greve motoristas: Trabalhadores vão deixar de cumprir requisição civil e serviços mínimos

O porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pardal Henriques, anunciou, na manhã desta quarta-feira,…

Destaque

Oliveira do Hospital mantém taxa de IMI e redução a famílias com filhos

Oliveira do Hospital vai manter, em 2018, a taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) em 0,35 por cento. A medida foi aprovada na última Assembleia Municipal …

Região

Município de Oliveira do Hospital substitui-se a privados no corte de árvores ardidas na berma das estradas

O Município de Oliveira do Hospital tem em curso o corte de árvores ardidas numa extensão de 76 quilómetros, substituindo-se aos proprietários…

Última Hora

Ocupante  de carro de rali que caiu ao rio encontrado sem vida

Um carro de rali com dois ocupantes despistou-se esta quarta-feira, em Mortágua, e caiu ao rio Criz. Uma pessoa morreu no acidente e outra foi transportada para o hospital.

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital distinguido em Oviedo

O Município de Oliveira do Hospital e o seu presidente, José Carlos Alexandrino, bem como a Confraria do Queijo Serra da Estrela foram homenageados e galardoados, na cidade de Oviedo…

Informação

Região: Detidos três indivíduos que se dedicavam a traficar de pessoas para exploração sexual

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve três homens, pela presumível prática do crime de tráfico de seres humanos, na vertente de exploração sexual e também

Região

Assunção Cristas desloca-se ao concelho em solidariedade com os oliveirenses

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, desloca-se amanhã a Oliveira do Hospital para “presenciar o que aconteceu ao concelho, …

Desporto

Fernando Tavares Pereira é candidato à presidência do Sporting (com áudio)

O empresário Fernando Tavares Pereira, vai apresentar a sua candidatura ao Sporting Clube de Portugal, na próxima quarta feira em Coimbra, em local ainda por designar.

Última Hora

Presidente da Câmara Municipal partilha palavra de “esperança” em mensagem de Natal e Ano Novo

Na habitual mensagem de Natal e Ano Novo dirigida a todos os oliveirenses, o presidente do Município de Oliveira do Hospital deixa, este ano, “uma palavra de esperança”…

Informação

Estabelecimentos de restauração e bebidas com alargamento de horário em Oliveira do Hospital

Por ocasião da quadra festiva da Páscoa, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) concedeu um alargamento de horário de funcionamento aos estabelecimentos de restauração e bebidas que passam