Requalificação do IP3 arranca hoje

Requalificação do IP3 arranca hoje

image_pdfimage_print

O projeto de requalificação do primeiro troço do IP3, que liga Viseu a Coimbra, é adjudicado esta sexta-feira (18 de janeiro), numa cerimónia onde esteve presente o primeiro-ministro, António Costa.

A intervenção vai acontecer entre o nó de Penacova e a Foz do Rio Dão, abrangendo ainda a zona mais crítica do itinerário na zona da Livraria do Mondego.

A entrega da obra, avaliada em 15 milhões de euros, acontece cerca de um ano depois do anúncio da requalificação por parte do Governo. Em abril de 2018, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou após uma reunião com autarcas e empresários da região de Viseu, que a tutela escolheu a requalificação integral da via entre os três cenários que estavam em cima da mesa para aquela estrada.

O projeto escolhido representava um investimento de 134 milhões de euros e previa 85 por cento do trajeto em perfil de autoestrada, com uma extensão total de cerca de 73 quilómetros, embora o governante tenha garantido que o novo IP3 não iria ter portagens.

No total, só “3 por cento do troço poderá ter que permanecer apenas com uma faixa para cada lado”, nomeadamente nas pontes, onde ainda vai ser avaliado se há condições “para algum tipo de alargamento”, explicou o ministro.

Pedro Marques assegurou na altura que a obra deveria ficar pronta “dentro de três a quatro anos”, até ao final de 2022. Segundo o governante, a requalificação do IP3 iria permitir reduzir em cerca de um terço o tempo de viagem, dos 65 para os 43 minutos, garantindo também um “reforço muito grande da segurança da via e um reforço da própria competitividade económica da região”.

Face a este anúncio, os autarcas e empresários da região, que promoveram uma petição a reivindicar a requalificação da estrada com cerca de 20.000 assinaturas recolhidas, mostraram-se satisfeitos com o projeto revelado pelo Governo.

Ainda assim, reconheceram que havia constrangimentos que precisavam de ser ultrapassados e que o projeto estava “um pouco aquém dos nossos desejos”, como disse na altura o presidente da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões e da Câmara de Carregal do Sal, Rogério Abrantes. O autarca homólogo de Tondela, José António Jesus, afirmou mesmo que não sendo a “solução ideal”, é “a solução possível no quadro em que vivemos”, apelando ainda ao consenso parlamentar sobre a matéria.

Já o presidente da Associação Empresarial da Região de Viseu, João Cotta, lembrou que não sendo Portugal um país rico, o que está previsto é uma solução que “permite, de uma forma sensata, resolver quase todos os problemas que o IP3 tem”. “Durante anos fomos demasiado passivos. Este é o momento da concentração. Isto não vai parar”, afirmou.

Fonte: Jornal do Centro

Previous Vice-presidente e diretores de unidades orgânicas do IPG tomaram posse
Next A Escola e o Meio na Rádio Boa Nova

Artigos Relacionados

Região

Violador de Arganil condenado a cinco anos e meio de prisão

Um homem de 36 anos, residente em Arganil, foi ontem condenado a cinco anos e meio de prisão pela prática de um crime de violação e de um crime de

Informação

Operação Carnaval da GNR com mais acidentes e mortes e menos feridos

Sete mortos, 13 feridos graves e 292 ligeiros é o balanço da Operação Carnaval 2018 da Guarda Nacional Republicana (GNR), que terminou às 24h00 de terça-feira …

Última Hora

Agricultores lesados dos incêndios exigem “ajudas justas” ao Governo

Vários agricultores atingidos pelos incêndios de 2017 manifestaram-se, hoje, em Góis e entregaram ao ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e ministro-adjunto, Pedro Siza Viera,…

Região

Inscrições abertas para as Festas do Concelho de Seia 2019

Estão abertas as inscrições para os expositores interessados em participar nas Festas do Concelho de Seia, certame que decorre na praça do município e espaço envolvente, de 15 a 18

Última Hora

Tradição e Inovação na Feira do Queijo Serra da Estrela em Seia

A Câmara Municipal de Seia promove, no fim-de-semana do Carnaval, de 10 a 13 de fevereiro, mais uma edição da Feira do Queijo.

Politica

PSD está contra a atribuição da medalha de Ouro à presidente da CCDRC

A Comissão Política de Secção do PSD de Oliveira do Hospital reforça, em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a oposição à atribuição da medalha de Ouro à presidente …

Informação

Homem morreu em acidente de trator em Pombal

Um homem morreu hoje na sequência de um acidente com o trator que conduzia, em Pombal, disse hoje à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários daquele concelho.

Informação

Mulher foi colhida mortalmente por comboio em Coimbra

Uma mulher com cerca de 80 anos morreu ontem, ao final da tarde, quando foi colhida por um comboio em Fornos, Coimbra.

Região

Praias Fluviais do concelho de Arganil com distinções balneares

As Praias Fluviais do concelho de Arganil distinguidas com “Bandeira Azul”, “Bandeira Praia Qualidade de Ouro” e “Bandeira Praia Acessível, Praia para Todos” já se encontram ‘vestidas’ a rigor.

Vídeos

Nuno Ribeiro: “O desporto é um parceiro fundamental da saúde”

Inicia hoje, dia 29 de maio, a 6ª edição mOHve-te Verão 2019, com a realização da Caminhada “O Que nos Liga” da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Informação

Mar destrói dunas e passadiços na Praia de Mira

O mar avançou nas últimas horas sobre o Bairro Norte da Praia de Mira, destruindo defesas das dunas e passadiços de recreio, a cerca de 40 metros das casas, confirmaram

Destaque

Rádio Boa Nova comemora 32º aniversário com emissão especial de “porta aberta”

No próximo dia 19 de março, a Rádio Boa Nova comemora o 32º aniversário com uma emissão especial de “porta aberta”.