Requalificação do IP3 arranca hoje

Requalificação do IP3 arranca hoje

image_pdfimage_print

O projeto de requalificação do primeiro troço do IP3, que liga Viseu a Coimbra, é adjudicado esta sexta-feira (18 de janeiro), numa cerimónia onde esteve presente o primeiro-ministro, António Costa.

A intervenção vai acontecer entre o nó de Penacova e a Foz do Rio Dão, abrangendo ainda a zona mais crítica do itinerário na zona da Livraria do Mondego.

A entrega da obra, avaliada em 15 milhões de euros, acontece cerca de um ano depois do anúncio da requalificação por parte do Governo. Em abril de 2018, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou após uma reunião com autarcas e empresários da região de Viseu, que a tutela escolheu a requalificação integral da via entre os três cenários que estavam em cima da mesa para aquela estrada.

O projeto escolhido representava um investimento de 134 milhões de euros e previa 85 por cento do trajeto em perfil de autoestrada, com uma extensão total de cerca de 73 quilómetros, embora o governante tenha garantido que o novo IP3 não iria ter portagens.

No total, só “3 por cento do troço poderá ter que permanecer apenas com uma faixa para cada lado”, nomeadamente nas pontes, onde ainda vai ser avaliado se há condições “para algum tipo de alargamento”, explicou o ministro.

Pedro Marques assegurou na altura que a obra deveria ficar pronta “dentro de três a quatro anos”, até ao final de 2022. Segundo o governante, a requalificação do IP3 iria permitir reduzir em cerca de um terço o tempo de viagem, dos 65 para os 43 minutos, garantindo também um “reforço muito grande da segurança da via e um reforço da própria competitividade económica da região”.

Face a este anúncio, os autarcas e empresários da região, que promoveram uma petição a reivindicar a requalificação da estrada com cerca de 20.000 assinaturas recolhidas, mostraram-se satisfeitos com o projeto revelado pelo Governo.

Ainda assim, reconheceram que havia constrangimentos que precisavam de ser ultrapassados e que o projeto estava “um pouco aquém dos nossos desejos”, como disse na altura o presidente da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões e da Câmara de Carregal do Sal, Rogério Abrantes. O autarca homólogo de Tondela, José António Jesus, afirmou mesmo que não sendo a “solução ideal”, é “a solução possível no quadro em que vivemos”, apelando ainda ao consenso parlamentar sobre a matéria.

Já o presidente da Associação Empresarial da Região de Viseu, João Cotta, lembrou que não sendo Portugal um país rico, o que está previsto é uma solução que “permite, de uma forma sensata, resolver quase todos os problemas que o IP3 tem”. “Durante anos fomos demasiado passivos. Este é o momento da concentração. Isto não vai parar”, afirmou.

Fonte: Jornal do Centro

Previous Vice-presidente e diretores de unidades orgânicas do IPG tomaram posse
Next A Escola e o Meio na Rádio Boa Nova

Artigos Relacionados

Destaque

“Apesar de tanta desgraça, estamos todos aqui a comemorar os 96 anos desta Associação”

A realização de um minuto de silêncio pelas vítimas mortais da tragédia de outubro marcou, ontem, a comemoração do 96º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira Hospital

Última Hora

Linha da Beira Alta novamente interrompida devido a incêndio

A circulação na linha ferroviária da Beira Alta está hoje novamente interrompida, desde cerca das 14h30, entre Carregal do Sal e Mortágua, no distrito de Viseu, disse à agência Lusa

Região

Municípios assinam protocolos para recuperação de casas ardidas  até final do ano

O município de Tondela assinou, ontem, o protocolo para a recuperação das 219 casas afetadas pelos incêndios de 15 e 16 de outubro,…

Politica

João Brito quer um PSD “forte” e “a uma só voz” para vencer autárquicas de 2017

O novo presidente do PSD de Oliveira do Hospital, João Brito, encara a sua eleição como um “virar de página” no partido que quer “forte” e “unido” para …

Nacional

Termómetros podem descer aos -5ºC e o frio vai continuar

As temperaturas mínimas vão continuar muito baixas em Portugal continental pelo menos até ao final da semana podendo chegar aos 5 graus negativos em algumas regiões do território.

Região

Empresários são hoje julgados por crimes de auxílio à imigração ilegal

Três empresários ligados à restauração de Coimbra começam hoje a ser julgados por 34 crimes de auxílio à imigração ilegal, sendo acusados de…

Cultura

Rancho Folclórico Sampaense organiza 37º Festival da Beira Serra

O Folclore volta a ser motivo de atração a São Paio de Gramaços, no concelho de Oliveira do Hospital. Nos dias 7 e 8 de julho decorre o 37º Festival

Desporto

Calendário desportivo de fim-de-semana: FCOH à beira de ser campeão

É já no próximo domingo que ficamos a conhecer a nova equipa campeã do Campeonato da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Coimbra que, consecutivamente, subirá de divisão.

Destaque

Oliveira do Hospital valoriza autores concelhios em mais uma edição da Feira do Livro

A Feira do Livro de Oliveira do Hospital abriu portas no domingo, dia 28 de maio, com uma homenagem aos vários autores do concelho. O certame que está de regresso

Última Hora

Grupo de Voluntariado Comunitário realizou sorteio a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (com áudio)

Realizou-se esta manhã, na Rádio Boa Nova, o sorteio promovido pelo Grupo de Voluntariado Comunitário de Oliveira do Hospital com o objetivo de angariar verbas a favor da Liga Portuguesa

Última Hora

ESTGOH recebe 11 novos alunos na 3ª fase do concurso ao ensino superior

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) vai receber 11 novos alunos colocados na terceira fase do concurso nacional de Acesso ao Ensino Superior.

Informação

Alunos visitaram a GNR em Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra, no dia 8 e 18 de março, recebeu a visita do Agrupamento de Escolas Martim de Freitas e da Escola Básica 1 de Penacova.