Região Centro regista aumento de sofisticação em violência doméstica
21 Maio, 2019 379 Views

Região Centro regista aumento de sofisticação em violência doméstica

image_pdfimage_print

Os casos de violência doméstica que têm chegado ao Gabinete de Apoio à Vítima de Coimbra não têm aumentado ao longo dos anos, mas regista-se um incremento ao nível de sofisticação por parte dos agressores e no recurso às redes sociais.

Em 25 anos de existência, o Gabinete da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima de Coimbra registou 12.299 processos (até 2018), sendo a grande maioria (cerca de 80%) relacionados com a violência doméstica, em que estão incluídas a violência conjugal e a violência contra idosos e contra crianças e jovens, disse à agência Lusa a coordenadora da organização, Natália Cardoso.

Nos casos de violência conjugal, o Gabinete tem registado um decréscimo de novos processos a partir de 2016, mas os casos apresentam cada vez “situações mais complexas, o que exige um trabalho e um esforço maior por parte da equipa”, notou.

Segundo Natália Cardoso, as vítimas entram em contacto com a APAV com mais conhecimento sobre o que podem fazer, mas o tipo de violência reportado “é diferente do de há 20 ou 25 anos”.

“Antes, havia muitas situações associadas ao alcoolismo. Agora já não é tanto assim e há uma sofisticação na própria violência”, constatou, referindo que se notam cada vez mais formas de violência psicológica.

Os agressores “conseguem efetuar estes atos de violência de forma que dificilmente possam ser detetados por terceiros, o que torna mais difícil provar a existência de violência”.

De acordo com a responsável pelo gabinete de Coimbra, que abrange não apenas o distrito, como a região Centro, as redes sociais também são cada vez mais usadas, seja como instrumento para perseguir e tentar localizar a vítima e contactá-la ou como meio para exercer violência.

“As redes sociais são usadas como forma de magoar a vítima, expondo a situação, fazendo divulgação de imagens ou de conversas ou denegrindo a pessoa junto de familiares e amigos. Após a rutura da relação, o agressor ou agressora, tendo em seu poder fotografias ou troca de mensagens de caráter íntimo, usa essas informações e documentos ou para chantagear a vítima ou para denegrir a imagem da vítima junto da sua rede”, explanou Natália Cardoso.

Em declarações à Lusa, Natália Cardoso referiu ainda que se tem registado um aumento na procura de pedidos de ajuda relativamente a pessoas idosas, sendo que, na maioria dos casos, não é a própria vítima a contactar o gabinete, mas familiares, vizinhos ou instituições, sendo frequentemente situações de violência por parte do cuidador.

O Gabinete da APAV de Coimbra celebra o seu 25.º aniversário na quinta-feira, com um ‘Open Day’ e a inauguração das novas instalações, na Avenida Fernão de Magalhães.

O momento vai contar com a presença do presidente da APAV, João Lázaro.

lusa.pt

Previous Região: Homem detido por tráfico de estupefacientes
Next Daniela Simões é convidada do Espaço BLC3- Ciência no Interior

Artigos Relacionados

Última Hora

Habitação ardeu parcialmente no concelho de Tabuaço

Uma casa ardeu parcialmente esta quinta-feira, 17 de janeiro, e três pessoas foram transportadas ao hospital por inalação de fumos, na localidade de Santa Leocádia, concelho de Tabuaço.

Última Hora

BVOH comemoraram 97º aniversário numa “missão por vezes tão difícil mas tão nobre” (com vídeo)

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital (AHBVOH) comemorou ontem, 24 de março, o 97º aniversário,…

Última Hora

Sentido sismo de magnitude 2,8 na zona de Góis

Um sismo de magnitude 2,8 (escala de Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de seis quilómetros a norte-nordeste da Pampilhosa da Serra foi sentido no domingo, informou o

Última Hora

PJ deteve suspeito de pornografia de menores em Fornos de Algodres

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, procedeu à detenção de um homem de 27 anos,…

Região

Jovens estrangeiros querem atrair mais pessoas para a região do Pinhal Interior

Com o projecto Wildings, um grupo de jovens quer atrair mais pessoas para a região do Pinhal Interior. Para isso, têm um site, uma websérie e, em breve, um guia

Sociedade

Termómetros perto dos 40 graus

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje para o continente céu pouco nublado ou limpo, …

Última Hora

Federação Portuguesa de Natação atribui Certificação de Qualidade à Escola Municipal de Natação de Arganil

No passado dia 20 de fevereiro, o Salão Nobre do Município de Arganil foi palco da atribuição da Certificação de Qualidade Nível 1 pela Federação Portuguesa de Natação à Escola

Informação

Casa da Cultura de Oliveira do Hospital vai ter auditório para 300 pessoas

Maior e mais moderna. Assim vai ser a futura Casa da Cultura César Oliveira, em Oliveira do Hospital, fruto da ligação ao Colégio …

Região

Mulher detida quando tentava introduzir heroína no Estabelecimento Prisional de Coimbra

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Centro, em estreita colaboração com os Serviços Prisionais, deteve uma mulher, funcionária numa Instituição de Solidariedade Social, como presumível autora da prática

Última Hora

Sampaense volta a perder na 3ª jornada da LPB Placard – Basquetebol

Final:    Sampaense 77   –   Vitória SC  90 Em partida muito bem disputada, o Sampaense teve sempre muitas dificuldades para superar o Vitória SC. A equipa comandada por

Informação

ANPC alerta para fenómenos extremos de vento, chuva, neve e agitação marítima

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alerta para a possibilidade de “fenómenos extremos de vento”, além da chuva, queda de neve e agitação marítima. São os efeitos da depressão

Informação

Secretário de Estado da Proteção Civil visita concelho de Seia

José Artur Neves, Secretário de Estado da Proteção Civil,  visita, na próxima sexta-feira, dia 1 de fevereiro, o concelho de Seia.