Proteção Civil emite alerta à população

Proteção Civil emite alerta à população

De acordo com os dados relativos às condições climatéricas disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê-se para as próximas 48 horas um agravamento das condições meteorológicas.

Assim, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu um aviso à população devido ao agravamento da agitação marítima, precipitação forte, vento e queda de neve.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a ANPC deu conta que, nos próximos dias, no que respeita à agitação marítima, está prevista uma ondulação de cinco a sete metros, podendo atingir os dez metros de altura máxima. Nas regiões Norte e Centro, esta sexta-feira podem ocorrer períodos de chuva, por vezes forte, existindo a possibilidade de ocorrência de trovoada e queda de granizo. O vento vai apresentar-se moderado a forte com rajadas até 90 quilómetros por hora nas terras altas. A ANPC alerta ainda para ocorrência da queda de neve acima dos 600/800 metros de altitude subindo gradualmente a cota para os 1200 metros nos distritos de Viana do Castelo, Bragança, Vila Real, Guarda, Braga, Castelo Branco e Viseu até às 6 horas de sábado.

Face à situação podem ocorrer efeitos como o piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água, gelo e neve; possibilidade de cheias rápidas em meio urbano; possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis; inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem; danos em estruturas montadas ou suspensas; dificuldades de drenagem em sistemas urbanos; possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte; possíveis acidentes na orla costeira e fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados. A Autoridade aconselha que seja garantida a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas; que façam uma condução defensiva e relembra a colocação das correntes de neve nas viaturas. A Proteção Civil solicita ainda que seja garantida uma adequada fixação de estruturas soltas, um especial cuidado na circulação, assim como refere que não devem ser praticadas atividades relacionadas com o mar.

Tendo em conta estas condições, a entidade pede que se tenha atenção às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Previous BLC3 destacada como projeto de investimento pela União Europeia
Next Associação de Utentes e Sobreviventes do IP3 recolhem assinaturas pela melhoria da via

Artigos Relacionados

Informação

Homem morre após cair em buraco em Coimbra

Um homem de 83 anos morreu ao final da tarde de ontem após cair num buraco na zona de Celas, em Coimbra.

Última Hora

Banco Alimentar contra a Fome recolheu 2.146 toneladas de alimentos

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 2.146 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais.

Destaque

Estrada da Beira vai ser requalificada. IC6 ainda sem data de construção…

Oliveira do Hospital assistiu hoje a um “primeiro passo” na melhoria das acessibilidades. A requalificação da Estrada da Beira (EN 17)  foi adjudicada e a obra deverá ficar concluída no

Informação

Exposição “Livros da Memória, Memória dos Livros” inaugurada hoje em Oliveira do Hospital

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital vai acolher a exposição “Livros da Memória, Memória dos Livros”. A inauguração acontece hoje, dia 6 de fevereiro, pelas 15h00.

Região

Leiria: Um morto e um ferido grave em colisão no IC8

Uma colisão ocorrida esta amanhã, no Itinerário Complementar 8, na zona de Ansião, no distrito de Leiria, provocou um morto e um ferido grave, levando ao corte do trânsito nos

Informação

Dispositivo de Combate a Incêndios reforçado com 45 meios aéreos a partir de hoje

A partir desta sexta-feira, dia 15 de junho, o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais para 2018 conta com mais 9 meios aéreos, oito no Continente e um na