Proteção Civil alerta população devido ao agravamento do estado do tempo

Proteção Civil alerta população devido ao agravamento do estado do tempo

image_pdfimage_print

A Proteção Civil emitiu, esta segunda-feira, um alerta à população uma vez que é esperado, nas próximas 48 horas, um agravamento do estado do tempo.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) refere que o agravamento inclui períodos de chuva por vezes forte e persistente nas regiões norte e centro, passando a aguaceiros que “poderão ser fortes, de granizo e acompanhados de trovoada” entre o “início da tarde de terça-feira e o final da manhã de quarta-feira.

Para as próximas 48 horas são esperadas também rajadas de vento de até 80 km/h a norte do cabo Mondego, uma velocidade que subirá para os 100 km/h nas regiões norte e centro a partir da tarde de amanhã e até ao início da manhã de quarta-feira.

A partir do final do dia de amanhã é expectável que se registe queda de neve acima dos 1.200/1.400 metros de altitude ao mesmo tempo que a agitação marítima na costa ocidental se deverá agravar com ondas de sudoeste a atingir os 4,5 metros e podendo chegar mesmo aos 5 metros.

Face a estas previsões, a Proteção Civil alerta para a “possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis, danos em estruturas montadas ou suspensas, possibilidade de queda de ramos ou árvores e possíveis acidentes na orla costeira”, não sendo de descartar a possibilidade de ocorrência de deslizamento de terras “associado à saturação dos solos, pela perda da sua consistência”.

Face ao exposto, a Proteção Civil recomenda à população que proceda à “desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas”, que “não atravesse zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas” e que coloque correntes de neve nas viaturas nas áreas afetadas.

É também pedido às pessoas que evitem passeios junto à orla costeira e que não pratiquem atividades relacionadas com o mar, incluindo a pesca desportiva.

Previous Confira os resultados desportivos do fim-de-semana
Next Município de Oliveira do Hospital tem linha de apoio a vítimas de violência

Artigos Relacionados

Informação

Oliveira do Hospital acolhe projeto “Coimbra Região de Cultura”

“Coimbra Região de Cultura”, um projeto dinamizado pela CIM- Região de Coimbra, promove, durante os próximos três anos, uma “programação cultural em rede” pelos 19 Municípios do distrito, entre eles,

Sociedade

CCDRC premiou 82 “empresas gazela”

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) premiou, na passada sexta-feira, na 4ª Gala das Empresas Gazela 2017, em Viseu, 82 “empresas gazela”,…

Região

Presidente da CCDR esteve em Arganil para fazer ponto de situação da reabilitação de habitações

Realizou-se na Câmara Municipal de Arganil, na passada quinta-feira, 26 de abril, uma reunião de trabalho no âmbito da reconstrução das habitações permanentes afetadas pelos incêndios de outubro de 2017.

Informação

Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital acolhe exposição de Livros Miniatura de João Lizardo

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital recebe, até 10 de junho, a exposição de Livros Miniatura da coleção de João Lizardo.

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital obtém financiamento de 450 mil euros para investimentos na rede hidrográfica

O presidente do Município de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, assinou, no passado dia 19 de abril, um protocolo de colaboração com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), no

Informação

CineEco promove conferência sobre o Parque Natural da Serra da Estrela

Para além das várias cinematografias a concurso, com enfoque ambiental e de sustentabilidade, que fazem parte da vasta programação …

Destaque

Oliveira do Hospital assistiu às “melhores marchas populares de sempre”

Milhares de pessoas marcaram presença naquela que é considerada como “a melhor” edição das Marchas populares já realizada em Oliveira do Hospital. À qualidade das marchas …

Informação

GNR deteve jovem na posse de haxixe, uma faca e um moinho em Oliveira do Hospital

Militares do Posto Territorial da GNR de Oliveira do Hospital detiveram, no dia 11 de dezembro, um indivíduo de 20 anos por tráfico de estupefacientes.

Informação

Queimadas foram das principais causas dos fogos até 31 de agosto

Sessenta por cento dos incêndios investigados entre 01 de janeiro e 31 de agosto foram causados por queimadas, segundo do último relatório…

Informação

Carregal do Sal: Casal burla 5 mil euros a idoso

A GNR deteve, na passada sexta-feira, um casal, de 22 anos, pela prática do crime de burla qualificada, no concelho de Carregal do Sal.

Última Hora

Região: Mulher detida por suspeita de fogo posto

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de uma mulher, suspeita de ao final da tarde de ontem ter ateado um incêndio num terreno agrícola composto por mato e silvas,

Informação

Cerca de 50 concelhos estão hoje em risco máximo de incêndio

Cerca de 50 concelhos de 12 distritos de Portugal continental apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).