Proteção Civil alerta para chuva, neve, vento e ondulação

Proteção Civil alerta para chuva, neve, vento e ondulação

A Proteção Civil alerta para um agravamento das condições meteorológicas, especialmente entre a manhã de hoje e as 08h00 de quinta-feira, relacionado com chuva, vento, neve e ondulação.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) chama a atenção para a intensificação da chuva, com especial incidência no litoral Norte, com valores que podem atingir os 20 milímetros em 12 horas (no período entre as 09h00 e as 21h00 de hoje) a norte do sistema montanhoso Montejunto/Estrela.

Alerta também para a queda de neve no período entre as 15h00 e as 21h00 de hoje, a partir da cota dos 1000/1200 metros, nos distritos de Bragança, Vila Real, Viseu e Guarda e, com especial intensidade, nas serras da região Norte (Padrela, Marão, Montemuro e parte da Serra da Estrela).

O vento deverá soprar forte com rajadas até os 65 quilómetros por hora, no litoral Norte e Centro, podendo alcançar os 85 nas terras altas.

No mar, a previsão é de ondas de noroeste com altura de 4 a 5 metros, em toda a costa ocidental, a partir da manhã de hoje e até ao final da tarde de quinta-feira, podendo aumentar para os 5 a 6 metros (com a altura máxima a chegar aos 10 metros) durante a tarde de 10 hoje e a manhã de quinta-feira nos distritos a Norte do Cabo Raso (Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa).

A ANPC alerta para a possibilidade de piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo, cheias rápidas (em meio urbano) e inundações por acumulação de águas pluviais ou insuficiência dos sistemas de drenagem, nomeadamente agravadas durante os períodos de preia-mar. Avisa também para a hipótese de inundações devido ao transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis.

A queda de ramos ou árvores devido ao vento mais forte e vias de circulação obstruídas por árvores ou deslizamentos de terras ou desabamentos de pedras, são outros efeitos expectáveis do mau tempo.

Assim, a ANPC recomenda a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais, uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e a circulação com correntes de neve “sempre que se revele recomendável nas áreas atingidas pela queda de neve”.

Aconselha especial cuidado na circulação e permanência junto a áreas arborizadas, pela possibilidade de queda de ramos e árvores, e pede que se evite a permanência junto ao mar, bem como as terras altas devido ao vento

Previous Agricultores afetados pelos fogos de outubro só recebem vales postais na quarta-feira
Next Portugueses têm ouvido mais rádio através da internet

Artigos Relacionados

Sociedade

Município de Oliveira do Hospital lança concurso “Postal de Natal Digital”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital lança, uma vez mais, o desafio aos alunos do concelho de Oliveira do Hospital para a elaboração do “Postal de Natal Digital”,…

Informação

Médicos do Centro acusam ministério de criar “uma selva” na contratação

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, considerou hoje que o Ministério da Saúde está a criar “uma selva, sem regras e sem critérios”

Informação

Deputada do PCP visita concelho de Oliveira do Hosital na sequência do trágico incêndio

Esta segunda-feira, 23 de Outubro, 2017, a partir das 14 horas, a Deputada do PCP , Ana Mesquita, estará em visita de trabalho ao concelho de Oliveiira do Hospital…

Última Hora

Chuva e nebulosidade persistem até início da próxima semana

A chuva vai continuar em Portugal continental pelo menos até ao início da próxima semana, devido à posição do anticiclone dos Açores.

Destaque

Jovem de Oliveira do Hospital foi de Chaves a Faro em bicicleta, numa só etapa, em cerca de 27 horas (com áudio)

Habituado a superar desafios, o conhecido triatleta Rafael Delaunay Gomes cumpriu a aventura de ligar Chaves a Faro, pela EN2, em Bicicleta, numa só etapa com 738 Km e em

Nacional

Portugal é o país com mais área ardida na Europa. Inexistência de mortes é “vitória” em Monchique

Este ano já arderam 28 500 hectares em Portugal, um valor superior aos 21 mil hectares que arderam na Suécia e aos 18 mil no Reino Unido. Só em Monchique

Última Hora

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 18 de março, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 23.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Sociedade

Homem que abusou, violentou e quase matou vizinha em Oliveira do Hospital condenado a 15 anos de prisão

Tribunal de Coimbra deu como provado que um homem de 33 anos violou a vizinha, que sofre de deficiência, num contexto de roubo, tendo ainda tentado tirar-lhe a vida, sem

Informação

Bruno Amado mantém-se na presidência da União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira

Bruno Amado continua à frente da presidência da União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira, em resultado do recurso solicitado, a propósito do processo onde previa

Nacional

Mais de 2.200 toneladas de alimentos doados aos Bancos Alimentares

Mais de 2.200 toneladas de alimentos foram doados aos Bancos Alimentares contra a Fome, na campanha que decorreu no fim de semana, anunciou hoje a instituição.

Informação

Proteção Civil alerta para perigo de incêndio

Atendendo à previsão de tempo seco e subida de temperatura para valores acima da média para esta época do ano, para esta sexta feira…

Região

País: Governo abre concurso para criação de brigadas de sapadores florestais

O Governo vai abrir, a partir de 17 de julho, um concurso para a criação de sete brigadas de sapadores florestais, permitindo a criação de 30 novas equipas de sapadores,…