Praia Fluvial de Avô vai estar recuperada “o mais rapidamente possível”
11 Julho, 2018 1792 Views

Praia Fluvial de Avô vai estar recuperada “o mais rapidamente possível”

O arranque da época balnear está a ser marcado, no concelho de Oliveira do Hospital, pela falta de condições para banhos na conhecida praia fluvial de Avô,…

… que por indicação da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) se encontra “interdita”.

A situação decorre dos efeitos causados pelo grande incêndio de 15 de outubro e, muito em particular, da “enxurrada” ocorrida no mês de junho e que provocou o arrastamento de cinzas e outros inertes para a zona da praia fluvial.

A interdição de frequência daquele espaço está, por isso, a gerar polémica entre os avoenses e gentes da região, habituais utilizadores daquele complexo balnear, de que faz parte a Ilha do Picoto. José Francisco Rolo, vice-presidente do Município de Oliveira do Hospital, em declarações à Rádio Boa Nova, considerou que é preciso que as pessoas percebam o que aconteceu em Avô: “há um mês estávamos a preparar o processo para o início do processo balnear, mas veio uma enxurrada e a praia foi inundada de cinza, terra, lodo e cascalho”. O estado em que ficou a zona da praia fluvial, constitui uma situação de “perigo” para os banhistas, que se “podem enterrar” no leito do rio. José Francisco Rolo dá conta da preocupação do município em encontrar “uma solução” para a praia fluvial de Avô que, ano após ano e fruto das intempéries, obriga a um investimento de “50, 60 ou 70 mil Euros” em trabalhos de recuperação. “O Município já investiu mais de um milhão de Euros”, adiantou.

À Rádio Boa Nova, o vice-presidente adiantou que a ilha do Picoto e equipamentos de apoio estão utilizáveis, e que a interdição a banhos foi aplicada pela própria Agência Portuguesa do Ambiente, “por motivo de segurança dos banhistas”. José Francisco Rolo informou que está em curso “um procedimento administrativo urgente” para reabilitação da praia fluvial, financiada pelo Fundo Ambiental, por intermédio da APA. Esta era uma intervenção que já estava prevista no âmbito de protocolo assinado pelo Município oliveirense para investimento na rede hidrográfica do concelho (450 mil Euros financiados a 100 por cento), mas que no caso de Avô se revelou mais premente, pela enxurrada de há um mês. O vice-presidente adiantou que a intervenção na praia fluvial deverá “iniciar o mais brevemente possível”, estimando que tal aconteça no decorrer deste mês de julho. O objetivo é devolver a praia, que é “um ex-libris de Avô e do concelho” ao “uso dos banhistas”.

Fotos: Amigos da Vila de Avô (facebook)

Previous S. Gião é a nova praia fluvial classificada no concelho de Oliveira do Hospital
Next Coimbra entre os distritos sob aviso amarelo devido à chuva

Artigos Relacionados

Informação

Pelo menos três arguidos na investigação às mortes nos incêndios de Pedrógão

Pelo menos três pessoas foram constituídas como arguidos na investigação aos incêndios de Pedrógão Grande, que causaram pelo menos 66 mortos, avança o JN.

Educação

Município de Penacova entregou Prémios de Mérito Escolar

A Câmara Municipal de Penacova promoveu a quinta edição da Cerimónia de Entrega dos Prémios de Mérito Escolar, que homenageou os 58 alunos dos estabelecimentos de ensino escolar do concelho

Última Hora

CISE promove workshop sobre Produção de Plantas Aromáticas e Medicinais

O Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) vai realizar, no próximo dia 2 de junho, mais uma edição do workshop sobre Produção de Plantas Aromáticas e Medicinais (PAM).

Última Hora

Carlos Veiga, presidente da ESTGOH, em entrevista na Rádio Boa Nova

O presidente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital, Carlos Veiga, é o convidado da entrevista Rádio Boa Nova, que acontece hoje em direto, depois das

Última Hora

BLC3 conta com Laboratório Colaborativo para a Economia Circular

O COLAB para a Economia Circular tem sede no campus de Tecnologia e Inovação da BLC3, em Oliveira do Hospital (região interior) e apresenta um plano de Investimento de 11

Última Hora

Falecimento de jovem bombeiro é “uma perda muito grande” para corporação de Vila Nova de Oliveirinha

A morte do bombeiro José Marques, o jovem de 25 anos que faleceu esta manhã num acidente de viação em Tábua, é motivo de grande consternação na corporação de Vila

Última Hora

Município sensibilizou lojistas sobre eficiência energética e gestão de resíduos (com vídeo)

Hoje, 5 de junho, assinala-se o Dia Mundial do Ambiente. Em Oliveira do Hospital, a data fica marcada com a realização de uma ação…

Região

Acusado de abusar da mãe de 70 anos conhece hoje  sentença em Coimbra

O coletivo de juízes do Tribunal de Coimbra lê, hoje, a sentença ao homem de 53 anos que é acusado de abusar e de coagir a mãe, de 70 anos,

Região

Santa Maria da Feira: Fogo destrói armazém de cortiça

Um incêndio destruiu, esta manhã, um armazém de transformação de cortiça em Santa Maria de Lamas, no concelho de Santa Maria da Feira.

Nacional

ASAE  apreendeu equipamentos de diagnóstico automóvel contrafeito

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica apreendeu 12 aparelhos e 12 computadores, em resultados de uma operação de fiscalização dirigida…

Última Hora

Oliveira do Hospital apresentou projetos ao Orçamento Participativo Portugal 2018

Vários grupos de trabalho contribuíram, ontem, com ideias e propostas para o Orçamento Participativo Portugal (OPP) 2018, no âmbito de um encontro promovido…

Informação

Dois bombeiros ficaram feridos no combate ao fogo em Trancoso

O combate ao incêndio de Trancoso, no distrito da Guarda, está a evoluir de forma favorável. Fonte do CDOS da Guarda adiantou que há dois bombeiros feridos,…