Portugal não arrecadou prémios na edição 2019 do RegioStars em Bruxelas

Portugal não arrecadou prémios na edição 2019 do RegioStars em Bruxelas

image_pdfimage_print

Apesar de ser o segundo país que mais distinções conseguiu arrecadar nas 12 edições dos prémios da Comissão Europeia, este ano, não se gritou vitória em português.

Portugal estava na corrida com um finalista, o Ecomare – Laboratório para a Inovação e Sustentabilidade dos Recursos Biológicos Marinhos da Universidade de Aveiro, mas, desta vez, os Prémios Regiostars 2019 não vieram para o nosso país. Ainda assim, fica “o orgulho” de ter conseguido um lugar entre 24 finalistas de um total de 200 candidatos. E também essa nota: Portugal foi o segundo país que mais prémios arrecadou em 12 edições do concurso promovido pela Comissão Europeia a projectos financiados por fundos comunitários. Em primeiro lugar está, curiosamente, o Reino Unido.

Nesta edição do RegioStars, os prémios foram para os projectos Energy Cells (consórcio de vários países), Good Support (Polónia), Climate Active Neighbours (consórcio de vários países), Orsi Academy (Bélgica) e Cob Bauge (Reino Unido) — este último, concorria na mesma categoria que o projecto português. Referência, ainda, para o vencedor da votação do público, o City Walk (que envolve oito países).

“Foi um grande prestígio”, enalteceu Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), depois de conhecidos os resultados. “Significa que aplicamos bem os fundos europeus”, acrescentou, realçando o facto de Portugal, e a região Centro em particular, ter conseguido ficar representado entre um leque restrito de finalistas.

Artur Silva, vice-reitor da Universidade de Aveiro, também destacou o facto de o Ecomare ter chegado à final. “Estarmos entre os mais reconhecidos a nível europeu já foi uma vitória para Portugal, para a região Centro e para Universidade de Aveiro”, comentou o representante da entidade responsável pelo laboratório que congrega duas componentes: a reabilitação de animais marinhos e a investigação e pesquisa em aquacultura e mar. Resultante de investimento de 4,9 milhões de euros (comparticipado em 85 por cento por fundos comunitários), já acolheu mais de um milhar de animais em perigo nas suas instalações e tem aprovados 35 projectos de investigação, num valor de 8,5 milhões de euros.

Nos últimos anos, os RegioStars, prémios que são considerados uma espécie de “Óscares europeus” para projectos de desenvolvimento regional, têm sido favoráveis a Portugal. Em 2018, a vitória aconteceu, inclusive, em dose dupla, com os prémios entregues aos projectos do Museu do Património da Vista Alegre e do Centro de Negócios do Fundão, ambos da região Centro.

Antes disso, Portugal já havia saído vitorioso de Bruxelas através do projecto de aproveitamento de resíduos florestais e agrícolas da BLC3 – associação com base em Oliveira do Hospital -, do projecto luso-espanhol das cidades de Chaves e Verín, do Parque de Ciências e Tecnologia da Universidade do Porto e do “Art on Chairs” do município de Paredes.

com:publico.pt

Previous Sete concelhos de quatro distritos em risco máximo de incêndio
Next 2º Encontro Mundial de Festivais de Cinema de Ambiente regressa a Seia

Artigos Relacionados

Programas

Eptoradio esta sexta-feira na Rádio Boa Nova

Esta sexta-feira, 10 de fevereiro, pelas 14h00, o programa da EPTORADIO apresenta, na primeira parte, as principais notícias sobre as várias atividades que se desenvolvem na EPTOLIVA, …

Informação

CISE organiza “Caminhada na Neve”

Com a chegada do inverno e como vem sendo habitual em janeiro, o CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela organiza mais uma Caminhada na Neve na montanha

Informação

Aniversário: Intermarché privilegia “relação próxima com os clientes”

O Intermarché comemorou, no passado sábado, 22 anos de atividade na cidade de Oliveira do Hospital, numa festa que juntou clientes, gerência e colaboradores e onde não faltou bolo de

Última Hora

Cerca de uma centena de concelhos de 15 distritos em risco máximo de fogo

Cerca de uma centena de concelhos de 15 distritos de Portugal continental apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Informação

Góis: Local onde bombeiros descansaram ficou coberto de lama

Depois do fogo, o concelho de Góis foi afetado pelas enxurradas provocadas pelo mau tempo desta quinta-feira. A praia fluvial de Alvares, cujo relvado foi local de descanso para os

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital ultima o novo Plano Municipal para a Igualdade

Depois de ter comemorado o seu Dia Municipal para a Igualdade, a 21 de junho com uma semana dedicada ao tema, o Município de Oliveira do Hospital (MOH) …

Informação

 “Convidámos mil e outros poderiam cá estar. O meu coração e o coração de Oliveira do Hospital está com todos aqueles que nos ajudaram a renascer”

A Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital ficou marcada, este fim de semana, pela realização do almoço solidário com mil pessoas organizado pela Câmara Municipal, …

Sociedade

Alunos da ESTGOH comemoram Dia Internacional de África com intercâmbio cultural

A comunidade de estudantes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) que frequenta a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) comemora, nos dias 25

Informação

Município de Oliveira do Hospital disponibiliza 250 mil árvores autóctones a proprietários que arranquem eucaliptos

Está já aberta a segunda fase de candidaturas ao Projeto Reflorestar, em que o Município de Oliveira do Hospital se compromete…

Última Hora

Movimento pelo Interior apresenta hoje mais de 20 medidas

O Movimento pelo Interior (MPI) apresenta hoje o seu relatório final, com 24 medidas “transversais ao espetro partidário”, em que defende a transferência de 25 serviços públicos…

Informação

AIP promove seminário sobre o projeto MOVE PME em Coimbra

A Associação Industrial Portuguesa promove no próximo dia 25 de setembro, o II Fórum MOVE PME “Balanço intercalar e novos desafios”,…

Última Hora

Tempo seco e quente obriga a cuidados especiais, avisa a ANEPC

Perante o prolongamento da situação de alerta em todo o território nacional,  a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) emitiu um aviso à população.