Pedrógão Grande: um ano após o incêndio o “inferno continua”

Pedrógão Grande: um ano após o incêndio o “inferno continua”

Um ano após os incêndios que tiraram a vida a 66 pessoas, o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande faz um balanço que “nem é positivo, nem é negativo e adiantou que o “inferno continua”.

“O balanço nem é positivo, nem é negativo. Isto é uma caminhada que estamos a fazer desde a tragédia de junho de 2017”, disse Valdemar Alves à agência Lusa.

O autarca espera ainda que em julho todas as casas destruídas estejam entregues às vítimas. “Poderá falhar duas ou três [habitações], se falhar, atendendo a que os próprios proprietários não conseguiram um entendimento com o construtor e com os financiadores”, referiu.

Em relação aos apoios recebidos pelo Estado, Valdemar Alves mostra-se satisfeito e realça que é preciso ter consciência da potencialidade económica do país.

“Nós o que temos, o mais importante de tudo, uma riqueza dos portugueses, são os afetos que temos, uns com os outros. O dinheiro não é tudo, foi para as partes essenciais, e as coisas estão efetivamente a correr”, sustentou.

Valdemar Alves realça que passado um ano sobre a tragédia dos incêndios que afetaram o concelho de Pedrógão Grande, há toda uma caminhada a fazer, que vai durar anos.

“O dinheiro efetivamente ajuda, mas não há dinheiro para tudo. A desgraça foi muito grande, os prejuízos foram muito grandes, mas pronto, posso-me considerar nesse aspeto, satisfeito”, disse.

O autarca diz que não acredita no desenvolvimento do Interior tal como é “apregoado” por movimentos que muito falam em interioridade e sublinha que vai ter que viver com essa “tristeza”.

“O inferno continua e pronto, vamo-nos aqui aconchegando uns aos outros. O concelho ficou mais pobre. Já foi uma sina nascermos num concelho pobre para o resto do mundo. Fala-se muito em interioridade e movimentos, não acredito nas boas vontades nem nesses debates que se fazem. Toda a gente quer fazer bem, cada um dá a sua sentença. Não acredito no desenvolvimento do interior como eles apregoam”, concluiu.

Previous Festival literário "Palavras de Fogo" quer ajudar Pinhal Interior a renascer
Next Loriga convida às Marchas Populares

Artigos Relacionados

Informação

Escritor José Fanha participa na final do concurso interescolar SER em Seia

José Fanha, autor da obra literária “Diário de Um Menino Já Crescido”, livro que tem sido objeto de análise na edição deste ano do concurso literário-cultural “S.E.R.” (Saber, Exprimir, Responder),

Destaque

Oliveira do Hospital atribui medalha de Ouro à presidente da CCDRC

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, na sexta-feira, a atribuição da medalha de Ouro à presidente da Comissão de Coordenação …

Última Hora

PSP procura mulher desaparecida em Coimbra

As equipas cinotécnicas da PSP estão a realizar buscas para encontrar uma mulher de 48 anos, dada como desaparecida desde as 13h00 de segunda-feira, em Coimbra.

Última Hora

“Rapada” lança nova cerveja e aposta no formato 33 cl

“Lager” é a mais recente aposta da “Rapada”, a cerveja de produção artesanal criada em 2014 por três jovens do concelho de Oliveira do Hospital. Depois da “preta” e da

Educação

Oliveira do Hospital: Candidaturas para atribuição de bolsas no ensino superior decorrem até 30 de outubro

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital abriu o prazo e o período de candidatura para atribuição de bolsas de estudo no ensino superior a alunos com insuficiências económicas e

Destaque

Oliveira do Hospital: 77 casas ardidas vão ser recuperadas e parte da sinalética vai ser substituída

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) decidiu pela adjudicação da recuperação de 77 casas ardidas no concelho de Oliveira do Hospital…

Região

“Quase dois terços” de casas destruídas pelos incêndios estão “em obra ou já concluídas”

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, disse hoje que “quase dois terços” das casas destruídas pelos incêndios de junho e de outubro de 2017 na região Centro

Última Hora

País: Dois feridos em incêndio na nova fábrica da “Kayaks Nelo”

Um incêndio nas futuras instalações da empresa Nelo, na EN13, na freguesia de Fajozes, em Vila do Conde, esta sexta-feira de manhã, causou dois feridos ligeiros.

Sociedade

ADI prepara nova campanha de Natal em Tábua e Oliveira do Hospital

A ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital está a preparar a nova campanha de Natal, a desenvolver durante o mês de dezembro até

Destaque

Portugal bate País de Gales por 2-0 e está na final.

Um jogo onde Portugal foi sempre melhor e golos marcados por Ronaldo e Nani. Portugal está assim na final a realizar no próximo domingo, esperando agora pelo adversário que vai

Região

Ansião: Jovem de 20 anos morre durante corte de árvore

Um jovem de 20 anos morreu esta sexta-feira, quando a árvore que estava a cortar caiu sobre ele, em Outeiro da Lagarteira, em Ansião.

Última Hora

“O Teatro” é tema das V Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital organiza esta quinta-feira, dia 29 de março, pelas 21 horas, na Casa da Cultura César Oliveira, a quinta edição das Jornadas Culturais de