“Pedimos apoio igual. Há muitas pessoas que estão a ficar para trás” (com áudio)

“Pedimos apoio igual. Há muitas pessoas que estão a ficar para trás” (com áudio)

Passados quatros meses desde o grande incêndio de 15 de outubro, a Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) insiste no tratamento “igual” para com os lesados da tragédia e que “não merecem ser tratados como portugueses de segunda”.

Num olhar aos quatro meses após o incêndio, Luís Lagos, presidente da AVMISP referiu em entrevista à Rádio Boa Nova que “o problema está sobretudo no conhecimento no terreno”. “Se da parte do Presidente da República sentimos conhecimento da debilidade da situação, da parte do Primeiro Ministro o problema está aí. Há falta de conhecimento”, afirmou o dirigente que no dia 9 de fevereiro reuniu com António Costa e mais recentemente, no dia 17, foi recebido em audiência no Palácio de Belém, por Marcelo Rebelo de Sousa.

Em quatro meses, Luís Lagos que lidera a AVMISP que foi criada em Oliveira do Hospital e reúne cerca de 300 associados de quase todos os concelhos afetados pelo grande incêndio, identifica desigualdades em relação aos apoios disponibilizados às vítimas em comparação com as vítimas de Pedrogão Grande. “Neste momento, a desigualdade que mais se faz sentir é no apoio às empresas”, verifica, alertando para o facto de estar em causa a sobrevivência de várias empresas afetadas pelo fogo e que são “a Auto Europa” do interior, e por consequência a manutenção de muitos postos de trabalho.

Num primeiro momento, pós incêndio, Luís Lagos destaca o “sentimento de abandono, pese embora a política de proximidade dos autarcas locais, por parte do governo central no apoio à agricultura e empresas”. Também destaca a “mágoa” em relação às vítimas mortais, a cujas famílias valeu a provedoria da justiça e a AVMISP. “Ajudámos a preencher muitos requerimentos”, conta Luís Lagos, notando que a associação representa 30 das 46 vítimas mortais de outubro. “A destempo” identifica também o apoio aos feridos, cujo processo “já deveria ter sido iniciado há mais tempo”. “As pessoas não deveriam estar à espera quatro meses”. Quanto recuperação das habitações, Luís Lagos entende que é preciso que se dê “gás” aos processos para que os lesados possam regressar às sua habitações em meio anos após o fogo, à semelhança do que está a acontecer em Pedrogão Grande.

Ao final de quatro meses e depois de a AVMISP ter sido ouvida pelo Primeiro Ministro e Presidente da República, Luís Lagos pode dizer que “já se encetou o diálogo para conseguirmos debelar algumas dificuldades e conseguirmos um conjunto de apoios que não estão adequados e precisam de ser melhorados”.

“As pessoas têm que renascer, mas não deixar ninguém para trás. Neste momento há muitas pessoas que estão a ficar para trás”, avisa o dirigente.

image_pdfimage_print
Previous Festival da Lampreia de Penacova celebra 20 anos com 12 restaurantes
Next Apoio social para 67 famílias no último ano em Oliveira do Hospital

Artigos Relacionados

Última Hora

Fogos de outubro: Relatório de comissão será entregue a 20 de março

A comissão técnica independente para analisar os incêndios de outubro de 2017 vai entregar o seu relatório ao parlamento em 20 de março, foi hoje anunciado.

Região

Seia: Inscrições abertas para Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas

Estão abertas, até ao dia 5 de julho, as inscrições para o Programa Agora Nós – Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas 2018,…

Desporto

DESPORTO PARA O FIM DE SEMANA – OS DESTAQUES

No desporto para este fim de semana o destaque vai para o Hóquei em Patins e para o Nacional da 3ª Divisão – Zona B. Na jornada 5, o grande

Informação

Acidente sem feridos na Catraia de S. Paio

Um acidente ocorrido esta manhã, pelas 09h00, entre duas viaturas ligeiras não causou feridos. A colisão verificou-se na Catraia de S. Paio, na principal via de acesso…

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital organiza Feira do Livro

O Município de Oliveira do Hospital organiza a 11.ª edição da Feira do Livro entre os dias 28 de maio e 1 de junho, no espaço multiusos do Mercado Municipal.

Última Hora

Idoso morre em atropelamento ferroviário em Carregal do Sal

Um idoso de 84 anos morreu esta manhã depois de ter sido atropelado por um comboio, na localidade de Papízios, no concelho de Carregal do Sal.

Informação

ASAE apreendeu seis toneladas de queijo com água oxigenada na zona Centro do país

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica apreendeu seis toneladas de queijo amanteigado por suspeitas de adição de água oxigenada,…

Desporto

O Maratona Clube Vila Chã esteve presente na 1ª Corrida Urbana realizada na vila de Góis.

O Maratona Clube Vila Chã esteve presente na 1ª Corrida Urbana realizada na vila de Góis. O atleta Jacinto Correia obteve a 13ª posição na classificação geral com o tempo

Informação

GNR detém 43 pessoas em 12 horas, 31 por condução sob o efeito do álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve 43 pessoas entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, em todo o território nacional, no âmbito das operações de combate à

Última Hora

Vítimas dos incêndios podem pedir indemnização sem ser à provedora de Justiça

As vítimas dos incêndios que não sejam consideradas feridos graves para efeitos de indemnização podem aceder à Comissão de Avaliação dos Pedidos de Indemnização, um mecanismo extrajudicial gratuito.

Informação

FCOH desceu ao último lugar da Série E do Campeonato de Portugal Prio

  Com a derrota por 2-1 frente ao Sabugal nesta jornada 9 do Campeonato de Portugal Prio, a equipa oliveirense vê mais perto a descida de divisão. Se  antes era

Última Hora

Aveiro: PJ deteve dois homens pelo crime de burla

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve dois homens e ao consequente desmantelamento de um grupo que se dedicava à prática de

Região

Apresentação pública do 22º CineEco

Está a chegar mais uma edição do CineEco. A apresentação Pública da 22ª edição do Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela acontece dia 22 de setembro.

Última Hora

Câmara de Seia contrai empréstimo de 37,3 milhões para liquidar dívida

A Câmara Municipal de Seia contraiu um empréstimo para liquidar uma dívida de 37,3 milhões de euros, referente ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) e ao Plano de

Região

Parque do Mandanelho acolhe Encontro Cultural Distrital de Freguesias

A Delegação Distrital de Coimbra da ANAFRE vai realizar, no sábado, dia 12 de agosto, no Parque do Mandanelho, em Oliveira do Hospital, o I Encontro Cultural Distrital de Freguesias.

Região

Estado vai apoiar reconstrução de habitações em situação ilegal em Arganil

Várias casas do concelho de Arganil, em situação ilegal, e que foram destruídas pelo incêndio de outubro de 2017, podem ser recuperadas com apoio do Estado.

Informação

Mais de 1 700 operacionais combatem maiores fogos no continente e Funchal

Mais de 1.700 operacionais estavam, ao início da tarde de hoje, a combater 13 grandes fogos florestais no continente português, ao mesmo tempo que no Funchal…

Sociedade

Quercus alerta para progressão da vespa asiática

A associação ambientalista Quercus alertou hoje para o aparecimento da vespa asiática no distrito de Castelo Branco, com a deteção de quatro casos este ano.

Última Hora

Universidade Senior de Nelas estreia web rádio

O dia 30 de junho vai ficar na história da Universidade Sénior de Nelas com o início de emissão da Web Rádio deste projecto educativo e social…

Região

Presidente da República visitou Fundação Lapa do Lobo

No âmbito da condecoração a título póstumo, realizada em Cabanas de Viriato, a Aristides de Sousa Mendes …

Informação

GNR da Guarda pede colaboração de padres na sensibilização das pessoas para limpeza de terrenos

A GNR da Guarda anunciou hoje que pediu a colaboração da Igreja para que os padres ajudem a sensibilizar as populações para a necessidade da limpeza dos terrenos em redor

Informação

Alfaiate e costureira mantêm viva a tradição do burel na Serra da Estrela

Um alfaiate e uma costureira de Seia, no distrito da Guarda, são dois dos últimos resistentes que trabalham o burel, um tecido artesanal feito de lã,…

Região

Associação de Vila Nova da Rainha continua fechada um mês após incêndio

Um mês após o trágico incêndio na Associação Cultural, Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha, em Tondela, esta encontra-se ainda fechada …

Última Hora

FCOH – Já é conhecida a nova equipa técnica para o futebol sénior

O FCOH, que este ano vai disputar o Distrital de Honra da AFC, deu a conhecer através do seu facebook oficial, que está praticamente constituída a nova equipa técnica do