“Património Material e Imaterial” é o tema das VI Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital

“Património Material e Imaterial” é o tema das VI Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital

O Município de Oliveira do Hospital organiza esta sexta-feira, 26 de outubro, às 21h00,  na Biblioteca Ludoteca de Lagares da Beira, a sexta edição das Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital que, desta vez, são subordinadas ao tema do “Património Material e Imaterial”.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, o Município refere que o encontro, que conta com a parceria da AASE – Associação de Artesãos da Serra da Estrela, terá um painel de especialistas na área – diretores associativos, investigadores, etnólogos e artesãos – e pretende refletir sobre o artesanato, partindo da realidade local.

Na abertura destas jornadas – compostas por vários painéis – estará o coordenador do Museu Natural da Eletricidade, João Orlindo, que abordará o tema do “património material e imaterial em território de montanha”; João Amaral, presidente da Associação de Artesãos da Serra da Estrela, fará uma dissertação subordinada ao tema “o artesanato: universo tangível e intangível”.

No terceiro painel a artesã e empresária Marisa Saraiva, procurará mostrar as “vantagens e desvantagens de ser artesão no Sec. XXI”, enquanto que o presidente do CEARTE – Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património, Luís Rocha, falará sobre “a realidade dos pequenos negócios artesanais”.

O encerramento destas jornadas, caberá ao conhecido médico e etnólogo, Francisco Antunes, que fará uma abordagem ao tema do “património material e imaterial no concelho de Oliveira do Hospital”.

Com a promoção das Jornadas Culturais, o Município de Oliveira do Hospital, pretende abrir um espaço de discussão sobre as várias temáticas culturais do concelho de Oliveira do Hospital valorizando e reforçando, naturalmente, os agentes culturais locais e as suas iniciativas. Um objetivo que surge na senda do investimento cultural realizado por parte do Município de Oliveira do Hospital quer na sua vertente financeira, quer na preocupação de envolver os vários agentes culturais em eventos e iniciativas de relevância supramunicipal.

A cultura concelhia, nas suas várias dinâmicas e temáticas, é um dos veículos privilegiados na promoção, divulgação e preservação da nossa identidade territorial e do nosso património imaterial e material. Temas como a “Música Filarmónica”, a “Cultura Etnográfica”, e a “Voz” foram o objeto central das anteriores sessões das Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital promovidas pelo Município através do seu Pelouro da Cultura.

Previous Massa de ar frio chega hoje. Temperaturas vão descer dez graus
Next Compra de eucaliptos passa a exigir autorização. Coimas pela plantação ilegal chegam até 44 mil euros

Artigos Relacionados

Última Hora

Neve cria manto branco no Monte do Colcurinho

O Monte do Colcurinho, na freguesia de Aldeia das Dez, concelho de Oliveira do Hospital amanheceu, esta sexta-feira, com um manto branco.

Última Hora

Incêndios já consumiram mais de 61 mil hectares de terrenos até junho

Os incêndios florestais consumiram 61.624 hectares nos primeiros seis meses do ano e 2017 foi considerado o ano com maior área ardida desde 2007 e o quinto ano com mais

Informação

Paróquia de Oliveira do Hospital recusa pagamentos à GNR por serviços em procissões

A paróquia de Oliveira do Hospital recusa o pagamento de serviços à GNR pela organização de procissões, não acatando o “entendimento diferente” desta instituição, disse hoje o padre António Loureiro.

Destaque

Subiu para 85 por cento o apoio às empresas afetadas pelos incêndios de outubro

O governo aumentou para 85 por cento o apoio à recuperação das empresas afetadas pelos incêndios de 15 e 16 de outubro. Para a Associação de Vítimas do Maior Incêndio

Informação

Fim-de-semana com previsão de chuva, vento e agitação marítima

O estado do tempo no fim-de-semana vai sofrer um agravamento devido à aproximação de um sistema frontal ao território do continente, prevendo-se chuva, vento forte e agitação marítima.

Região

Armazém de empresa de controlo de pragas destruído em incêndio em Leiria

Um armazém onde estava instalada uma empresa de controlo de pragas em Gandara dos Olivais, distrito de Leiria, ficou esta madrugada totalmente destruído na sequência de um incêndio, …