• “Oliveira do Hospital tem pela frente a revolução do renascimento”
  • “Oliveira do Hospital tem pela frente a revolução do renascimento”
  • “Oliveira do Hospital tem pela frente a revolução do renascimento”
  • “Oliveira do Hospital tem pela frente a revolução do renascimento”

“Oliveira do Hospital tem pela frente a revolução do renascimento”

A comemorar os 44 anos da revolução dos cravos, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital verificou ontem que o concelho tem pela frente “uma nova revolução”.

“Esta não é a revolução que desejámos”, disse José Carlos Alexandrino que, diante da “enorme ferida” causada pelo incêndio de 15 de outubro, considera que o concelho tem pela frente a “revolução do renascimento”.

O hastear da bandeira ao som do hino nacional cantado pelo Coral de Sant’Ana assinalou o arranque das comemorações do 25 de abril, em Oliveira do Hospital. Pelo segundo ano consecutivo, a sessão evocativa dos 44 anos da revolução dos cravos decorreu no Jardim Oliveira Mano, em pleno centro da cidade, com o objetivo de proporcionar a aproximação a todos os oliveirenses.

A sessão ficou marcada pela esperança no renascimento do concelho de Oliveira do Hospital que, no dia 15 de outubro, viveu “o pior dia da sua história”. “Estamos perante uma enorme ferida”, afirmou o presidente da Câmara Municipal que apelou a todos os oliveirenses, para que tenham “força e coragem” para fazer renascer Oliveira do Hospital. José Carlos Alexandrino deu conta da preocupação do município em “não deixar ninguém para trás” e destacou o caminho percorrido e conquistas alcançadas, como foi exemplo o aumento do apoio às empresas para 85 por cento. De acordo com o autarca, junto da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro já foram aprovados 7,5 milhões de Euros para a recuperação de empresas e, a Câmara Municipal instruiu150 processos para reconstrução de habitações. A dar conta do apoio à agricultura, a alimentação que foi garantida aos animais, entre outros auxílios, Alexandrino disse que em seis meses a Câmara já gastou “perto de um milhão de Euros”, sem gastar um cêntimo da conta solidária que já soma mais de 60 mil Euros. No que respeita à agricultura, garantiu o autarca que não desistirá de lutar por apoios iguais aos do setor empresarial.

Entende José Carlos Alexandrino que, o que se impõe ao concelho, é a “revolução do renascimento”. “Vamos ter esperança no futuro e acreditar no valor das nossas gentes”, afirmou.

Ainda que mergulhado na missão de reconstruir o que o fogo destruiu, José Carlos Alexandrino “não tira o pé do acelerador” no que respeita a outras obras que permitem que o concelho continue a ser visto como um “concelho modelo”. É o caso do saneamento básico (está em curso investimento de três milhões de Euros), a remodelação do complexo da Escola Secundária de Oliveira do Hospital, a requalificação da Casa da Cultura (obra já em curso) entre outros projetos.

Junto do governo, José Carlos Alexandrino espera ainda reivindicar por melhor Saúde para o concelho, a concretização do IC6 e a devolução de competências ao tribunal de Oliveira do Hospital.

Ao fim de 44 anos, Dulce Pássaro, presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital considerou que “nem tudo foi ainda conseguido”, como o “acesso a habitação condigna, direito a justiça célere e isenta e o combate a bolsas de pobreza que ainda existem”.

Numa sessão evocativa, que contou com canções e poemas de abril, pelo Coral de Sant’Ana e a oliveirense Lucinda Maria, os partidos políticos partilharam as preocupações que subsistem 44 anos após o 25 de abril.

Luís Almeida, representante da CDU, deu conta das “muitas exigência e preocupações que se colocam ainda no nosso concelho”, defendendo de modo particular os serviços públicos. Por seu lado, João Duarte, a representar o CDS-PP, teceu duras críticas ao percurso de 44 anos, mostrando-se contudo com esperança na sua geração, que “pode fazer a diferença”. João Brito (PSD) destacou as “responsabilidades enormes” que se verificam no concelho após o incêndio. “É necessário encontrar uma resposta” para todos os que foram afetados. “Muito pouco foi feito”, verificou João Brito que, do mesmo modo, destacou a preocupação do partido com o estado da saúde no concelho e os problemas em torno das acessibilidades ao concelho. “Temos de olhar mais para os jovens”, defendeu a jovem Diana Costa (PS), que fez questão de evidenciar o “orgulho” que sente pelo 25 de abril.

O oliveirense António Campos, que travou uma luta constante anti PIDE e anti ditadura e foi um dos fundadores do PS, foi convidado de honra da sessão evocativa do 25 de abril. “Para mim, o 25 de abril é dos dias mais felizes da minha vida”, disse emocionado, depois de recordar a privação da liberdade a que esteve sujeito, as perseguições e as marcas da sua infância em Oliveira do Hospital.

(Em atualização)

Sessão solene evocativa do 25 de abril 

image_pdfimage_print
Previous AHRESP promove ação de qualificação para proprietários de Alojamento Local
Next GNR detém dois suspeitos do crime de incêndio e identifica mais três

Artigos Relacionados

Informação

Sobe para 11 o número de vítimas de incêndio em Vila Nova de Rainha

Morreu, hoje, a 11.ª vítima do incêndio que deflagrou a 13 de janeiro na Associação Cultural, Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha, em Tondela.

Região

Eventos desportivos reforçam atratividade turística de Seia

A Câmara Municipal de Seia (CMS) tem vindo a materializar um conjunto de produtos estratégicos, de que constituem exemplo os Caminhos de Montanha, mas também iniciativas como o “Oh Meu

Última Hora

Metro de Lisboa cria rede solidária online para ajudar vítimas dos incêndios de outubro

O Metropolitano de Lisboa decidiu associar-se à Create IT e criar uma plataforma online, onde todos podem doar bens e serviços e onde entidades se podem inscrever para registar as

Informação

Fogo em Monchique atingiu 74 casas, 30 de primeira habitação

O presidente da Câmara de Monchique, Rui André, quantifica em 30 o número de primeiras habitações danificadas pelo incêndio que lavrou durante uma semana no concelho, num universo de 74

Última Hora

Neve corta estrada e fecha escolas no distrito de Viseu

A queda de neve obrigou ao corte da Estrada Nacional (EN) 321, entre Castro Daire e Cinfães, no distrito de Viseu.

Informação

Balanço Provisório aponta para redução de ignições e área ardida

Dados provisórios disponibilizados pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF),  indicam que entre 1 de janeiro e 31 de agosto de 2018, foram registados um total de…

Nacional

Temperaturas descem. Mínimas registam 12ºC

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se muito nublado ou encoberto…

Sociedade

PJ deteve quatro suspeitos de tráfico em Coimbra e Lousã

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve três homens e uma mulher pela presumível prática do crime de tráfico de estupefacientes, sendo ainda imputado a um

Última Hora

GNR intensifica fiscalização com “Estrada Segura”  

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica a partir de amanhã, dia 21 e até 24 de setembro e no período de 27 a 30 de setembro a fiscalização rodoviária,…

Última Hora

Agrupamento de Escolas aposta na comercialização de pão feito com sorelho

Chama-se “Pãorelho” e é o novo projeto do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, desenvolvido por alunos do 9º ano do Curso profissional …

Última Hora

 Roubo por explosão em máquinas multibanco em Condeixa e na Mealhada

Duas máquinas multibanco foram assaltadas por explosão na madrugada de hoje, em Condeixa-a-Nova (Coimbra) e na Mealhada, num espaço de uma hora, disse à Lusa fonte da GNR.

Destaque

Familiares de 15 das 30 vítimas mortais representadas por associação ainda não pediram indemnização

O presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal, Luís Lagos, disse que até agora, apenas os familiares de 15 das 30 vítimas mortais representadas pela

Região

PJ deteve homem suspeito de atear incêndio em Mangualde

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, deteve um homem de 41 anos, solteiro, copeiro, pela presumível prática …

Informação

Mulher de Montemor-o-Velho está desaparecida desde quinta-feira

Uma mulher de 36 anos, do concelho de Montemor-o-Velho, está desaparecida desde quinta-feira, sem que existam linhas de investigação quanto ao seu paradeiro. De acordo com fonte do Comando da

Região

Viseu terá em 2018 sala de espetáculos para quatro mil pessoas

A cidade de Viseu deverá dispor, a partir de julho de 2018, de uma sala de espetáculos com capacidade para quatro mil pessoas, após a requalificação do pavilhão multiusos,…

Região

Detidos dois jovens suspeitos de tentativa de homicídio em bar de Aveiro

A Polícia Judiciária deteve dois jovens suspeitos de uma tentativa de homicídio num bar em Aveiro, no passado mês de outubro.

Região

Deputados do PS reuniram com  autarcas afetados pelos incêndios

Pedro Coimbra, Elza País e João Gouveia, deputados do Partido Socialista eleitos pelo Círculo Eleitoral de Coimbra, reuniram com Autarcas, …

Opinião

“Ca$h Resto Z€ro” com olhar sobre 31º aniversário da Rádio Boa Nova

No habitual espaço de opinião na Rádio Boa Nova – Ca$h Resto Z€ro- Vítor Neves convida a um olhar para a Rádio Boa Nova e para o 31º aniversário.

Informação

Luís Lagos considera fundamental que “determinadas pessoas que ocupam o centro-direita se afastem de vez”

Luís Lagos foi um dos vencedores da noite eleitoral em Oliveira do Hospital, ao conseguir a sua reeleição e a eleição de um segundo deputado do CDS-PP, por via da

Informação

Filme promocional do Centro de Portugal distinguido em festival de cinema na Sérvia

O mais recente filme promocional do Turismo Centro de Portugal, intitulado “Próxima Paragem / Next Stop”, venceu um prestigiado prémio …

Última Hora

 PJ deteve septuagenário que abusou de menina com 13 anos

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, deteve o presumível autor de crimes de abuso sexual de crianças,…

Última Hora

“Comboios na Beira Alta” em exposição no Museu Natural da Electricidade

O Museu Natural da Eletricidade assinala amanhã, dia 11, o seu 6º aniversário com a abertura, pelas 15h, de uma nova exposição temporária alusiva ao mundo ferroviário.

Nacional

Ministra ordena estudo e auditoria da IGAI ao SIRESP

A ministra da Administração Interna exigiu, ontem, um estudo independente ao funcionamento do SIRESP (Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal) e uma auditoria pela Inspeção-Geral da

Sociedade

Oliveira do Hospital festeja passagem de ano com espectáculos musicais e fogo-de-artifício na Central de Camionagem

O Município de Oliveira do Hospital e a ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital vão promover, pela primeira vez, um espectáculo na noite