Oliveira do Hospital quer que seja o Estado a requalificar o Castelo de Avô
1 Abril, 2019 768 Views

Oliveira do Hospital quer que seja o Estado a requalificar o Castelo de Avô

image_pdfimage_print

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital (AMOH), que reuniu em sessão extraordinária, ao final da tarde de sexta-feira deliberou pela não aceitação da competência da Cultura, …

… de que faz parte o Castelo de Avô e  as ruínas da Ermida de São Miguel em seu perímetro,, defendendo que deve ser o Estado a recuperar aquele edifício classificado como imóvel de interesse público.

O executivo municipal liderado por José Carlos Alexandrino já tinha deliberado pela não aceitação daquela competência, no âmbito do processo de transferência de competências do Estado para as autarquias. Na opinião do presidente da Câmara Municipal a requalificação daquele património deve ser levada a cabo pelo Governo, que tem ainda a possibilidade de aceder a verbas do quadro comunitário para o efeito. José Carlos Alexandrino disse já ter dado conhecimento ao Governo da posição da autarquia sobre esta matéria, e adiantou que após a reunião da AMOH irá pedir “uma reunião com a senhora Ministra da Cultura para fazermos um acordo”, referiu. Para o presidente do município, seria um “orgulho” que o Estado requalificasse o espaço e depois  entregasse a gestão do mesmo ao município, “tal como aconteceu com alguns castelos”.

José Carlos Martins, presidente da Junta de Freguesia de Avô disse concordar com a decisão anunciada pelo presidente, mas questionou se a resposta do município “é definitiva” ou “se em 2021 é obrigatório que (o castelo) venha para a Câmara Municipal”.


Alexandrino entende que “agora” é preciso que se inicie um “processo negocial”. “Nós, para o ano, poderemos estar outra vez a deliberar isto nas Assembleias Municipais”, referiu o autarca.

Na ocasião, a presidente da AMOH, Dulce Pássaro também considerou acertada a posição do executivo. Lembrou que está em causa um “património arquitetónico classificado”, e que “não poder ser requalificado apenas mediante a orientação da Câmara Municipal. “A verdade é que há sempre uma forte orientação do IPAR (Instituto Português do Património Arquitetónico) ”, informou.

Luciano Figueiredo, deputado municipal (PS) manifestou-se “de acordo com esta situação” apelando que “hoje se faça aquilo que não se fez anteriormente”. Deu o exemplo da “Casa de Cima”, local onde está instalado o Tribunal e que era um ex-líbris da cidade, que hoje poderia ser mais um monumento que nós tínhamos e teria muitos visitantes e que se tornou num mamarracho que é o palácio da justiça”, referiu.

A recusa da competência da “Cultura” por parte da autarquia oliveirense mereceu o aval favorável da Assembleia Municipal que votou por unanimidade.

Foto: DR

Previous Chuva está de volta, com granizo e trovoadas. Oito distritos sob aviso
Next GNR deteve 20 pessoas e identificou 114 pelo crime de incêndio florestal

Artigos Relacionados

Região

Incêndio que deflagrou no Monte do Colcurinho foi dominado a meio da manhã

Foi dominado às 10h37 desta segunda feira o incêndio que deflagrou ontem, pelas 16h28, numa encosta do Monte do Colcurinho, perto da localidade da Gramaça, …

Informação

Incêndios: Meios aéreos em Faro, Vila Real, Guarda e Bragança

Os quatro incêndios em Faro, Bragança, Vila Real e Guarda eram os que às 07h30 preocupavam mais os bombeiros e, por isso, vão ser reforçados …

Informação

Região: PJ deteve suspeitos da prática de crimes de rapto, casamento forçado e violação

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Norte, procedeu à realização de uma operação policial, tendo identificado e detido seis pessoas, no âmbito de inquérito que tem como objeto

Informação

Circulação na Linha da Beira Alta retomada

A circulação na Linha da Beira Alta, interrompida desde as 08h00 de hoje, foi retomada às 14h40, disse à agência Lusa fonte da Infraestruturas de Portugal (IP).

Informação

Cooperativa Beira Central comemora 53º aniversário a pensar nos agricultores afetados pelo incêndio

A Cooperativa Agro Pecuária da Beira Central, com sede em Oliveira do Hospital, comemora hoje o 53º aniversário. A data está a ser assinalada de modo particular no espaço de

Sociedade

GNR realiza operação “Peregrinação Segura 2018”

No âmbito das celebrações das aparições de Fátima, a Guarda Nacional Republicana (GNR), entre os dias 5 e 13 de outubro, intensifica as ações de patrulhamento nas principais vias de acesso

Desporto

Terminou o Campeonato de Portugal Prio para o FCOH, enquanto o Nogueirense tem agora de disputar o play-off de despromoção.

Foi uma jornada de má memória para as duas equipas do concelho. O FCOH que acreditou até ao fim que era possível a manutenção, deitou tudo por terra e acabou

Informação

Seia: “Autarquia Familiarmente Responsável” pelo oitavo ano consecutivo

A Câmara Municipal de Seia foi distinguida, pelo oitavo ano consecutivo, com a bandeira verde “Autarquia + Familiarmente Responsável”, numa cerimónia que teve lugar em Coimbra.

Última Hora

Fogo na Covilhã que obrigou a retirar jovens de acampamento foi dominado ontem

O incêndio que deflagrou ontem à tarde no concelho da Covilhã, e que obrigou a retirar cerca de 60 jovens de um acampamento, …

Última Hora

Queima das Fitas de Coimbra começa hoje com serenata

A Queima das Fitas de Coimbra começa hoje com a serenata monumental na Sé Velha, sem a realização da habitual garraiada.

Última Hora

Seis distritos do continente e Madeira sob aviso laranja devido a chuva

Seis distritos de Portugal continental e a Madeira estão hoje sob aviso laranja devido à previsão de chuva por vezes forte e acompanhada de trovoadas, segundo o Instituto Português do

Região

Sentido sismo de magnitude 2,8 na zona de Góis

Um sismo de magnitude 2,8 (escala de Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de seis quilómetros a norte-nordeste da Pampilhosa da Serra foi sentido no domingo, informou o