Oliveira do Hospital mostra “cartão vermelho” à violência doméstica

Oliveira do Hospital mostra “cartão vermelho” à violência doméstica

O Município de Oliveira do Hospital inaugurou, ontem, nos Paços do Concelho, a exposição “Mostra o Cartão Vermelho à Violência Doméstica,…

…a propósito do dia Municipal para a Igualdade, que reúne fotografias de figuras públicas a mostrar “cartão vermelho” a este tipo de violência.

Na ocasião, José Carlos Alexandrino, presidente do Município oliveirense, referiu que se trata de uma exposição com um forte “simbolismo” e que pretende sensibilizar para este problema que é “muito difícil de combater”. “É um trabalho de vizinhos, da sociedade em geral, dos autarcas, dos políticos. É um trabalho coletivo para que nós tenhamos um país onde não haja um número de mortes muito elevado”, afirmou o autarca.

José Francisco Rolo, vice-presidente da autarquia e responsável pelo pelouro da Ação Social, afirmou que este mês “dedicado à causa das várias igualdades e chamando a atenção para as desigualdades”, representa uma preocupação com “dois fenómenos: a violência no namoro e a violência doméstica”. “O Município está implicado a 100 por cento neste processo. Somos parte ativa e queremos envolver as escolas, organizações da sociedade civil, a rede social e o setor da saúde”, disse.

Com o lema de “sair para a rua com este problema”, promovendo a proximidade com as pessoas, o responsável salienta que “83 por cento das mortes são no espaço doméstico”, reforçando que a ideia de que a exposição é de “confrontação”. “As pessoas olham, percorrem e os rostos não ficam felizes. Isso quer dizer que algo está a mudar no interior das pessoas”, afirmou.

Relativamente ao debate, decorrido na tarde de ontem, acerca da violência doméstica, José Francisco Rolo destacou a presença de “muita gente jovem” com um “grande nível de participação”. “O grande resultado daquele debate foi os jovens terem tomado a dianteira e estarem sempre na linha da frente das questões”, explicou. No decorrer do debate, Sílvia Pereira, da instituição ANIMAR e responsável pela moderação, deu conta de que “uma estatística assustadora” revela que “dos 100 por cento de situações de suspeita de violência, 85 por cento são processos que ficam arquivados”. Ao ressaltar que a violência doméstica é um crime público desde 2000, Sílvia Pereira revela que “desde 2004, quase 500 mulheres foram assassinadas e outras tantas foram alvo de tentativa de homicídio”.

O vice-presidente realçou, ainda, o trabalho desempenhado pelo Município que tem sido “inclusivo” e tem mostrado “preocupação com estas questões”. “É um Município que quer combater a violência doméstica e criar todas as condições para reabilitar as vítimas”, referiu, dando conta de que se trata de “responsabilidade social”. José Francisco Rolo fez questão de lembrar que “não é só neste mês que a equipa trabalha” pois há um trabalho “no resto do ano”.

A comemoração do Dia Municipal para a Igualdade culminou com uma largada de balões noturna no Largo Ribeiro do Amaral, no âmbito do programa mOHve-te Verão 2018.

Previous GNR reforça patrulhamento no âmbito na operação Verão Seguro 2018
Next Região: Duas vítimas encarceradas e um morto em acidente

Artigos Relacionados

Última Hora

Ministros vão “ajudar” nas obras da Estrada Nacional 17

Última Hora: Após reunião urgente do governo sobre o péssimo estado da Estrada Nacional 17, António Costa comunicou ao edil oliveirense Prof.José Carlos Alexandrino e ainda antes das mini férias

Informação

Câmara Municipal de Penacova promoveu Festa de Natal Infantil

No âmbito das festividades da Quadra Natalícia, o município de Penacova promoveu, no Auditório da Biblioteca Municipal / Centro Cultural de Penacova, a tradicional Festa de Natal dirigida ao público

Informação

João Paulo Albuquerque encara derrota “com uma certa mágoa”

O candidato derrotado nas eleições em Oliveira do Hospital admitiu ontem à noite que é “com uma certa mágoa” que olha para o desfecho das autárquicas no concelho,…

Região

Tondela: Despiste mata jovem de 23 anos

Um jovem de 23 anos morreu esta madrugada no IP3, no concelho de Tondela, na sequência de um despiste de automóvel. A vítima é natural de Santa Comba Dão.

Última Hora

Páscoa com chuva, vento e queda de neve

O período da Páscoa vai ser marcado pela ocorrência de chuva, vento forte, queda de neve e temperaturas abaixo do valor normal para a época.

Politica

Deputado Maurício Marques demite-se da liderança da distrital de Coimbra do PSD

Maurício Marques, líder do PSD no distrito de Coimbra, demitiu-se do cargo e foi acompanhado na sua decisão pelos restantes membros do órgão.

Região

Maratona Clube Vila Chã disputou 2º Meeting Internacional do SL Benfica

No passado dia 17 junho, o Maratona Clube Vila Chã esteve representado pelo atleta Alexandre Figueiredo no 2º Meeting Internacional do SL Benfica,…

Destaque

Alexandrino garante que não queria ficar com tratores, mas é acusado de “incúria” pelo vereador do PSD

A polémica em torno da entrega dos 19 tratores oferecidos pela Cáritas a lesados pelo grande incêndio de 15 de outubro em Oliveira do Hospital marcou o início da reunião

Informação

Candidatura do Geopark Estrela entregue na UNESCO

A Associação Geopark Estrela, com sede na cidade da Guarda, entregou hoje a candidatura da Serra da Estrela a Geopark Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação,…

Última Hora

FIT 2017 decorre na Guarda até 1 de maio

A 4ª edição da Feira Ibérica de Turismo (FIT) decorrerá entre 28 de abril e 1 de maio de 2017, na cidade da Guarda (Portugal). A FIT é inaugurada oficialmente

Nacional

Proteção Civil emite alerta à população

De acordo com os dados relativos às condições climatéricas disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê-se para as próximas 48 horas um agravamento das condições meteorológicas.

Última Hora

Saúde: Atividade gripal está a aumentar

A atividade gripal, que se manteve baixa até à primeira semana deste mês, está agora com tendência crescente, …