Oliveira do Hospital está fora do mapa das mais de mil freguesias com risco elevado de fogo

Oliveira do Hospital está fora do mapa das mais de mil freguesias com risco elevado de fogo

image_pdfimage_print

O Governo divulgou esta quinta-feira em Diário da República o mapa das mais de mil freguesias com risco elevado de incêndio florestal e que são prioritárias para limpeza de combustível.

O concelho de Oliveira do Hospital não é visado no mapa das 1.142 freguesias de primeira e segunda prioridade para ações de limpeza, que se situam em 190 municípios localizados sobretudo no Interior Norte e Centro.

Segundo o despacho conjunto dos secretários de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, e das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, a fiscalização da limpeza de terrenos confinantes a edificações (numa faixa 50 metros), aglomerados populacionais e áreas industriais (numa faixa de 100 metros) tem de ser efetuada entre 01 de abril e 31 de maio.

O despacho determina igualmente que a fiscalização da limpeza das faixas de proteção das redes viária e ferroviária e das linhas de transporte e distribuição de energia elétrica seja efetuada entre 01 e 30 de junho.

“Considerando que as alterações climáticas e os fenómenos atmosféricos extremos obrigam ao cumprimento firme das normas do SNDFCI [Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios], o despacho define orientações no domínio da fiscalização, respondendo, em especial, aos prazos mais exigentes para a execução da limpeza dos terrenos previstos na Lei do Orçamento de Estado para 2019”, refere um comunicado conjunto dos ministérios da Administração Interna da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

O despacho sustenta também que a definição das prioridades “não isenta os agentes fiscalizadores do cumprimento de todas as disposições previstas no SNDFCI, não limitando a fiscalização às áreas e períodos referidos”.

O diploma considera como áreas prioritárias para efeitos de fiscalização de gestão de combustível as freguesias de primeira e segunda prioridade, de acordo com a classificação feita pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, as áreas confinantes a edificações, os aglomerados populacionais, as áreas industriais, as redes viária e ferroviária e as linhas de transporte e distribuição de energia elétrica.

A identificação das áreas de risco prioritário foi feita com base nas ocorrências de incêndio registadas em 2018.

Previous Homem detido em Mangualde por suspeita de violação
Next Postais ilustrados estão em exposição no Museu Municipal Dr. Antº Simões Saraiva

Artigos Relacionados

Informação

Região: Menino foi mordido por víbora cornuda e deu entrada no hospital em estado grave

Uma criança de 11 anos foi mordida, na terça-feira, por uma víbora cornuda, na Serra do Espinhal, em Penela e deu entrada no hospital em estado grave.

Informação

Paulo Figueira compreende saída de Conceição porque “o FCOH não lhe dá as condições que o Cesarense lhe dá”

O presidente do Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH), Paulo Figueira, confirmou hoje à Rádio Boa Nova, que o clube que se sagrou campeão distrital da Associação de Futebol

Última Hora

Viseu: Detidos homens suspeitos de 15 furtos em bombas de gasolina

Dois homens, de 40 e 41 anos, foram detidos pela GNR em Viseu, por roubos em estabelecimentos comerciais e posse de armas proibidas.

Informação

Dramatizando com nova sessão na Casa da Cultura no dia 2 de junho

No próximo dia 2 de Junho, a Casa da Cultura César Oliveira acolhe mais uma sessão do Dramatizando – Jornadas de Teatro Escolar, organizado pelo Município de Oliveira do Hospital…

Última Hora

Tábua prescinde de iluminação de Natal e faz reverter o investimento para o apoio às vítimas do incêndio

O Município de Tábua decidiu não proceder à iluminação de Natal na vila, revertendo o investimento aplicado na iluminação das principais artérias e rotundas…

Desporto

Taça Hugo dos Santos disputa-se novamente em Oliveira do Hospital e com novo figurino

Oliveira do Hospital volta a ser, em 2017, a capital do basquetebol ao receber a Taça Hugo dos Santos, que se realizará entre os dias 2 e 5 de fevereiro

Informação

Relatório sobre incêndio de Pedrogrão indica que houve documentos apagados ou destruídos

O relatório de uma auditoria interna da Autoridade Nacional de Proteção Civil aos trabalhos do combate ao fogo de Pedrógão Grande, em 2017, indica que houve documentos apagados ou destruídos.

Informação

DGS faz recomendações para faze face ao calor intenso

A Direção-geral da Saúde (DGS) alertou, esta segunda-feira, a população para a previsão de subida considerável das temperaturas, aconselhando a evitar a exposição ao sol.

Última Hora

Coimbra: GNR resgatou cão de interior de um poço

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Proteção Ambiental de Coimbra, no dia 7 de agosto, salvou um cão caído num poço, na localidade de Trouxemil.

Região

Atividade turística no Centro de Portugal começou o ano a bater recordes

A atividade turística no Centro de Portugal iniciou o ano de 2019 a bater recordes absolutos. O mês de janeiro de 2019 foi o melhor mês de janeiro de sempre

Informação

Nogueirense afastado da Taça de Portugal

A Associação Desportiva Nogueirense perdeu na 1ª eliminatória da taça de Portugal e afastou-se da competição.

Sociedade

Pedro Dias, suspeito de duplo homicídio, continua a monte

A GNR continua à procura de Pedro João Dias , de 44 anos, o homem suspeito de na madrugada da última terça-feira ter assassinado um militar da GNR e um