Oliveira do Hospital: De 127 casas, 55 estão concluídas e seis ainda não estão recomeçadas

Oliveira do Hospital: De 127 casas, 55 estão concluídas e seis ainda não estão recomeçadas

De um universo de 127 casas afetadas pelo grande incêndio de 15 de outubro de 2017, em Oliveira do Hospital estão concluídas 55 habitações e seis ainda não iniciaram a obra, adiantou José Carlos Alexandrino, presidente do Município, numa visita a um dos casos ainda em reconstrução.

Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), visitou, esta manhã, algumas casas no concelho de Oliveira do Hospital que se encontram em fase de reconstrução, após terem sido devastadas pelo grande incêndio de 15 de outubro de 2017.

Na casa de Abílio e Odete Brás, na localidade de Vilela, que tem data prevista de conclusão em dezembro, a presidente da CCDRC adiantou que “no programa de apoio, existem 815 casas aprovadas”, sendo que “estão concluídas 332”, onde cerca de 50 são reconstruções totais.

“Temos muito trabalho pela frente”, disse, realçando que as casas que tem visitado “estão em diferentes fases de construção”. “Há 500 em construção mas há 500 concluídas e eu prefiro ver desta perspetiva”, afirmou Ana Abrunhosa que, mais uma vez, sublinhou a “fase complexa” dos processos, nomeadamente legalizações, titularidades e licenciamentos.

“Estamos a falar de dinheiro do Orçamento do Estado. Dos 60 milhões de euros que estas 815 casas envolvem, já estão pagos 20 milhões”, salientou, garantindo que as entidades têm duas “obrigações”, isto é, “devolver a dignidade às pessoas e cumprir a lei porque estão em causa recursos públicos”.

Também José Carlos Alexandrino mostrou novamente descontentamento face à demora de alguns processos, contudo, considera que são necessários para não cometer ilegalidades. Segundo o autarca, o procedimento deveria ser mais “célere” para “realizar mais depressa” no terreno.

Palavras de apreço às entidades envolvidas nos processos de reconstrução do concelho não faltaram na intervenção de Luís Nina. Na ocasião, o presidente da Junta de Freguesia de Nogueira do Cravo, afirmou que “nunca faltou apoio nem ajuda”. “A Junta de Freguesia, Câmara Municipal e CCDRC desde a primeira hora que acudiram logo as necessidades das pessoas. É muita devastação e nada aparece de um dia para o outro. As coisas estão a reconstruir-se. Toda a gente está a renascer”, afirmou.

Odete Brás, que viu a sua casa reduzida a cinzas naquela fatídica noite, agradeceu o apoio que lhe foi prestado “até ao momento”. “Não nos deixaram passar fome nem frio. Só tenho de agradecer a todos que não deixaram que nos faltasse nada”, agradeceu.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous Deputado Pedro Coimbra pede requalificação total da EN 230 em Oliveira do Hospital
Next Proteção Civil emite aviso à população pelo agravamento do estado do tempo

Artigos Relacionados

Sociedade

Portugal acionou mecanismo europeu de proteção civil. Um avião Canadair italiano vem a caminho

O Governo português já acionou formalmente o mecanismo europeu de proteção civil e já obteve a resposta positiva de um avião Canadair italiano …

Última Hora

Tavfer Vinhos venceu medalha de “Grande Ouro” em concurso Mundial

O vinho Quinta do Serrado Touriga Nacional, Tinto, 2011 (Sociedade Agrícola do Castro de Pena Alba) do Grupo Tavfer foi o grande premiado no “Concours Mondial de Bruxelles”.

Última Hora

Exposição coletiva “Incêndios 2017” é inaugurada sexta-feira em Oliveira do Hospital

Na próxima sexta-feira, 8 de fevereiro, abre ao público uma exposição coletiva de artes plásticas intitulada “Incêndios 2017” promovida pelo grupo Why Fire (WiFi)…

Região

GNR intensifica patrulhamento em áreas florestais e agrícolas até 31 de janeiro de 2019

A Guarda Nacional Republicana realiza, a partir de hoje e até ao dia 31 de janeiro de 2019, a segunda fase da operação “Campo Seguro” em todo o território nacional,

Informação

Autarca de Oliveira do Hospital refere que construção do IC6 será um “marco histórico”

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital referiu, esta manhã, que a construção do IC6, tal como hoje foi anunciado pela Infraestrturas de Portugal, …

Informação

Região: Prisão preventiva para suspeito de por roubos por esticão

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal de Lousã, no dia 14 de janeiro, deteve um homem, de 27 anos, pelo crime de roubo por esticão,

Última Hora

Bombeiros de Loriga realizam caminhada para “Ajudar o Martim”

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Loriga realiza no domingo, 10 de julho, a habitual Descida Pedestre Serra da Estrela, este ano, dedicada a “Ajudar o Martim”.

Informação

Incêndios: MAAVIM continua a lutar pelos apoios prometidos

Após 10 meses dos grandes incêndios de 15 de outubro, o Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (MAAVIM),…

Informação

Sinistralidade: dez detenções, 820 infrações e 53 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 23 a 29 de outubro, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Informação

Igreja Moçárabe de Lourosa comemora 100 anos de classificação como Monumento Nacional

No próximo dia 14 de junho comemoram-se em Lourosa, no concelho de Oliveira do Hospital, os 100 anos de classificação da Igreja Moçárabe…

Destaque

Oliveira do Hospital: “Largo Encantado” conta com inúmeras atividades para as crianças

Já está instalada a habitual Tenda de Natal, no Largo Ribeiro do Amaral, no centro da cidade de Oliveira do Hospital, que, nesta época, se transforma num “Largo Encantado”, com

Informação

ABC de Nelas sagra-se Campeão Distrital de Futsal de Infantis da AF de Viseu 2016/2017

A duas jornadas do final do campeonato, o ABC de Nelas sagrou-se Campeão Distrital de Juniores D/Infantis de Futsal da AF de Viseu, título que já não conquistava desde 2013/2014,