Oliveira do Hospital: De 127 casas, 55 estão concluídas e seis ainda não estão recomeçadas

Oliveira do Hospital: De 127 casas, 55 estão concluídas e seis ainda não estão recomeçadas

image_pdfimage_print

De um universo de 127 casas afetadas pelo grande incêndio de 15 de outubro de 2017, em Oliveira do Hospital estão concluídas 55 habitações e seis ainda não iniciaram a obra, adiantou José Carlos Alexandrino, presidente do Município, numa visita a um dos casos ainda em reconstrução.

Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), visitou, esta manhã, algumas casas no concelho de Oliveira do Hospital que se encontram em fase de reconstrução, após terem sido devastadas pelo grande incêndio de 15 de outubro de 2017.

Na casa de Abílio e Odete Brás, na localidade de Vilela, que tem data prevista de conclusão em dezembro, a presidente da CCDRC adiantou que “no programa de apoio, existem 815 casas aprovadas”, sendo que “estão concluídas 332”, onde cerca de 50 são reconstruções totais.

“Temos muito trabalho pela frente”, disse, realçando que as casas que tem visitado “estão em diferentes fases de construção”. “Há 500 em construção mas há 500 concluídas e eu prefiro ver desta perspetiva”, afirmou Ana Abrunhosa que, mais uma vez, sublinhou a “fase complexa” dos processos, nomeadamente legalizações, titularidades e licenciamentos.

“Estamos a falar de dinheiro do Orçamento do Estado. Dos 60 milhões de euros que estas 815 casas envolvem, já estão pagos 20 milhões”, salientou, garantindo que as entidades têm duas “obrigações”, isto é, “devolver a dignidade às pessoas e cumprir a lei porque estão em causa recursos públicos”.

Também José Carlos Alexandrino mostrou novamente descontentamento face à demora de alguns processos, contudo, considera que são necessários para não cometer ilegalidades. Segundo o autarca, o procedimento deveria ser mais “célere” para “realizar mais depressa” no terreno.

Palavras de apreço às entidades envolvidas nos processos de reconstrução do concelho não faltaram na intervenção de Luís Nina. Na ocasião, o presidente da Junta de Freguesia de Nogueira do Cravo, afirmou que “nunca faltou apoio nem ajuda”. “A Junta de Freguesia, Câmara Municipal e CCDRC desde a primeira hora que acudiram logo as necessidades das pessoas. É muita devastação e nada aparece de um dia para o outro. As coisas estão a reconstruir-se. Toda a gente está a renascer”, afirmou.

Odete Brás, que viu a sua casa reduzida a cinzas naquela fatídica noite, agradeceu o apoio que lhe foi prestado “até ao momento”. “Não nos deixaram passar fome nem frio. Só tenho de agradecer a todos que não deixaram que nos faltasse nada”, agradeceu.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous Deputado Pedro Coimbra pede requalificação total da EN 230 em Oliveira do Hospital
Next Proteção Civil emite aviso à população pelo agravamento do estado do tempo

Artigos Relacionados

Última Hora

ADIBER apresenta incentivos a investidores de Oliveira do Hospital

A ADIBER, em parceria com a CIM da Região de Coimbra, apresenta hoje em Oliveira do Hospital o conjunto de incentivos ao investimento e ao emprego em vigor. Para a

Nacional

Ministro da Agricultura anunciou medida de rotulagem do leite

Capoulas Santos marcou hoje presença na ação de promoção da Festa do Queijo de Oliveira do Hospital, realizada em Lisboa, e anunciou a entrada em vigor da medida que obriga

Informação

“Tia China”, a guardiã do templo de Lourosa, vai ser uma das homenageadas no Dia do Município

Maria do Patrocínio Nunes, carinhosamente chamada “Tia China”, integra o grupo de personalidades que, amanhã, dia em que se comemora o Dia do Município, …

Informação

UCC Pinheiro dos Abraços assegura cuidados de proximidade há quatro anos

A Unidade Cuidados na Comunidade (UCC) Pinheiro dos Abraços assinalou quatro anos de atividade, marcados pela aproximação dos cuidados de saúde junto da população de Oliveira do Hospital, sobretudo no

Última Hora

Acidente com dois feridos corta trânsito em Viseu

A Estrada Nacional (EN) 229, no distrito de Viseu, está cortada ao trânsito devido a um acidente em Cavernães, que causou dois feridos, segundo fonte do Comando Distrital de Operações

Última Hora

Operação Fermento no Pão: ASAE instaurou 51 processos no setor da Panificação

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, realizou uma operação de fiscalização, a nível nacional, no âmbito da Segurança Alimentar, direcionada para a verificação das condições e requisitos obrigatórios no

Destaque

Idoso morto em assalto em localidade de Arganil

Um homem de 83 anos morreu ontem, ao início da noite, na sequência de um assalto violento ao estabelecimento comercial de que era proprietário na localidade de Casal de S.

Informação

Incêndio em Monchique já destruiu mais de 21 300 hectares

O incêndio que deflagrou na sexta-feira em Monchique já destruiu mais de 21 300 hectares, metade da área ardida na região em 2003, segundo o Sistema Europeu de Informação de

Informação

Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios voltam a manifestar-se em Coimbra

Os Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios de julho e outubro de 2017 consideram insuficientes as medidas de apoio disponibilizadas pelo governo…

Região

Skyroad Granfondo Serra da Estrela realiza-se a 10 de julho

O maior dos desafios, no mais fantástico dos cenários está de regresso. O Skyroad Granfondo Serra da Estrela volta no próximo dia 10 de julho,…

Informação

Proteção Civil alerta para precipitação, neve, vento e agitação marítima

No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), realizado hoje, dia 18 de novembro, a proteção civil alerta…

Região

Dois homens detidos em Coimbra por tráfico de droga

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de dois homens, de 35 e 38 anos, em Coimbra, pela presumível autoria do crime de tráfico de estupefacientes.