Oliveira do Hospital aprova o Plano de Ação do CLDS 4G
29 Maio, 2019 466 Views

Oliveira do Hospital aprova o Plano de Ação do CLDS 4G

image_pdfimage_print

Oliveira do Hospital, em sede de reunião do Conselho Local de Ação Social (CLAS), aprovou o Plano de Ação do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS-4G) com que o Município de Oliveira do Hospital foi contemplado. Este programa, do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, será desenvolvido no triénio 2019/2021 e tem como entidade coordenadora local a Associação para o Desenvolvimento Social e Cultural Vale do Cobral, cuja escolha coube ao Município.

Tendo-lhe sido atribuído um financiamento no montante de 540 mil euros, o CLDS4G será desenvolvido durante 36 meses por uma equipa constituída por quatro técnicos. Refira-se que para além do Plano de Ação deste programa, também a entidade coordenadora local e o respetivo coordenador da equipa foram aprovados, por unanimidade, em sede do CLAS.

O concelho de Oliveira do Hospital foi dotado com dois dos quatro eixos de intervenção contemplados por esta nova edição do programa, a saber: promoção do envelhecimento ativo e apoio à população idosa (eixo 3); e auxílio e intervenção emergencial às populações inseridas em territórios afetados por calamidades e/ou capacitação e desenvolvimento comunitários (eixo 4).

Com base nestes eixos foi então elaborado o Plano de Ação, de acordo com a legislação que suporta o programa CLDSC4G, e ainda alicerçado no Diagnóstico Social e no Plano de Desenvolvimento Social da Rede Social para 2019-2022. O instrumento de trabalho, que será agora apreciado pela tutela ministerial, aponta entre outros aspetos, os eixos de intervenção e as ações a desenvolver bem como a caraterização dos destinatários a abranger por ação.

Tendo uma entidade coordenadora local e ainda entidades locais executoras, as ações a dinamizar, tendo por base aquelas que são as diretrizes do programa, passarão por ações socioculturais que promovam o envelhecimento ativo e a autonomia das pessoas idosas; que combatam a solidão e isolamento ou até de desenvolvimento de projetos de voluntariado vocacionados para a população envelhecida. No eixo 4 têm particular relevo, entre outras, ações de promoção da auto-organização dos habitantes do território; e o desenvolvimento de instrumentos facilitadores do acesso das pessoas a serviços de utilidade pública, a  nível local, reduzindo isolamento e exclusão social.

José Francisco Rolo, vice-presidente e vereador da Solidariedade e Ação Social, refere “o concelho vai ficar dotado de uma equipa multifacetada que permitirá desenvolver uma intervenção que queremos inovadora, próxima das pessoas, e mobilizadora de toda a rede – o CLCS de Oliveira do Hospital presente ser marcante”.

O Programa CLDS-4G é um instrumento de intervenção social e de combate à exclusão, promovido pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, com vista à promoção da coesão social dos concelhos objeto de intervenção, nas áreas do desemprego, da pobreza, do envelhecimento e calamidades. É um programa financiado no âmbito do POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego.

Previous Tempo vai manter-se quente. Governo vai prolongar o estado de alerta
Next Francisco Ferreira participa em conferência "Mobilidade com Ambiente" na Eptoliva

Artigos Relacionados

Última Hora

Correios de Portugal doam veículos a Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital

Os Correios de Portugal (CTT) doaram dois veículos às corporações de bombeiros de Castelo Branco e de Oliveira do Hospital, como forma de apoio ao combate aos incêndios.

Educação

Município de Oliveira do Hospital oferece Fichas de Estudo a todos os alunos do 1º Ciclo de Ensino Básico

O Município de Oliveira do Hospital volta a oferecer neste ano letivo as fichas de estudo a todos os alunos do 1º Ciclo de Ensino Básico do Concelho. A medida

Sociedade

Seia avança com Orçamento Participativo Escolar

Os alunos dos estabelecimentos de ensino do concelho de Seia foram convidados pela Autarquia de Seia a participar no Orçamento Participativo Escolar, apoiando os processos e tomadas de decisão que

Informação

PJ deteve casal suspeito do crime de abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e constituiu arguidos quatro pessoas, dois homens e duas mulheres,…

Última Hora

Secretário de Estado do Ambiente inaugura a EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital

A EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital é inaugurada amanhã, dia 30 de julho, às 19h00, no Parque do Mandanelho, pelo presidente …

Última Hora

Falso alarme gerou pânico total na cidade de Oliveira do Hospital

Um falso alarme em torno da possibilidade de rebentamento da unidade industrial Sonae localizada na Catraia de S. Paio,…

Destaque

Volta a Portugal: “Etapa da Solidariedade” vai terminar em Oliveira do Hospital

O Diretor da Volta a Portugal, Joaquim Gomes, que marcou presença no almoço solidário realizado no passado domingo em Oliveira do Hospital, anunciou a “etapa de solidariedade” a concretizar-se no

Informação

GNR da Guarda vai distribuir vestuário e calçado a instituições

À semelhança de anos anteriores, o Comando Territorial da GNR da Guarda vai proceder à entrega de roupa e calçado por várias instituições do distrito.

Informação

Multiópticas abriu em Oliveira do Hospital

O início do novo ano marcou a abertura da loja Multiópticas na cidade de Oliveira do Hospital. Localizada na Rua do Colégio, em pleno centro da cidade, a loja espera

Última Hora

JSD organizou 4ª Academia Política em Oliveira do Hospital

Cerca de uma centena de jovens social democratas esteve reunida em Oliveira do Hospital, no passado fim-de-semana, na 4ª Academia Política Prof. António Barbosa de Melo organizada pela JSD Distrital

Última Hora

Dispositivo de combate a incêndios na capacidade máxima até 15 de outubro

O dispositivo de combate aos incêndios rurais vai ser prolongado na sua capacidade máxima até 15 de outubro devido às previsões meteorológicas e à manutenção do risco de fogo em

Destaque

Associação quer apoiar vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal

Chama-se Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal e foi oficialmente apresentada, na tarde do último sábado, naquela que foi um das áreas mais afetadas pelo fogo