“O paradigma da doença mudou. O cancro já não é sinónimo de morte”

“O paradigma da doença mudou. O cancro já não é sinónimo de morte”

image_pdfimage_print

Foi ontem apresentado o projeto “Dou Mais Tempo à Vida” pela prevenção do cancro em Oliveira do Hospital, cujo objetivo é “informar e sensibilizar” a comunidade e que já conta com o envolvimento de cerca de 350 pessoas no concelho.

Na ocasião, Vítor Rodrigues, presidente da direção do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro, referiu que o “paradigma da doença mudou brutalmente” e que “há vinte ou trinta anos praticamente ninguém falava de cancro e o cancro era sinónimo de morte”. Defendendo que “a situação mudou”, o responsável acredita que a “doença já não é sinónimo de morte”, realçando que o papel da Liga incide na “mudança de comportamentos, no diagnóstico precoce e no acompanhamento das pessoas”.

José Carlos Alexandrino, presidente do Município oliveirense, que ali apresentou o seu próprio testemunho, fez questão de referir que, desde que lidera o concelho, “a Câmara Municipal atribui uma verba por ano para o peditório anual da Liga Portuguesa Contra o Cancro”. Orgulhoso da tamanha solidariedade característica dos oliveirenses, o autarca defendeu que apesar de “divergências e ideias diferentes, quando chega a hora de nos unirmos, somos um grande povo”. “Este projeto é muito importante”, afirmou, realçando que “nós próprios podemos ser os agentes dessa transformação de mentalidades”. “Nós não podemos resignar em encarar o cancro como uma fatalidade. Seremos felizes um dia quando ninguém morrer desta doença”, concluiu.

Coordenadora do Projeto, Vera Durão mostrou-se feliz pela forte adesão à iniciativa que já conta com a constituição de 31 equipas até ao momento. Segundo a responsável, “Dou Mais Tempo à Vida” é um projeto que “nasceu em 2014 e que já foi implementado em diferentes concelhos da região Centro”. O projeto de “intervenção comunitária”, agora em Oliveira do Hospital, terminará no dia 30 de junho e, durante os próximos três meses, as equipas vão organizar iniciativas com o objetivo de “informar, sensibilizar e angariar fundos”.

Na sessão de abertura, Vera Durão explicou que o “Dou Mais Tempo à Vida” “visa essencialmente promover a educação para a saúde e a prevenção do cancro”, que se traduz “no desenvolvimento de diversas atividades para mobilizar o indivíduo e a comunidade”. “O projeto é desenvolvido tendo por base três grandes metas: saber, agir e sorrir”, disse.

A parte mais teórica coube a Marta Pereira, médica hematologista no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que explicou o que é o cancro e os vários tipos desta doença, assim como as suas causas. A médica começou por explicar que “para nos formarmos enquanto pessoas é preciso que aconteça uma série de fenómenos a nível das células”. Em suma, esclareceu que o problema é quando “as células se multiplicam de mais, quando se deixam de tornar diferentes, acumulam-se muitas delas iguais ou quando deixam de saber morrer quando deviam”.

Luísa Miranda, coordenadora do grupo de voluntariado comunitário da Liga Portuguesa Contra o Cancro de Oliveira do Hospital e organizadora do projeto, afirmou que a maior recompensa em integrar em iniciativas destas é “ajudar a ultrapassar a fase mais difícil da vida de cada um”.

A sessão contou ainda com as intervenções de Sónia Veloso e Isabel Casaleiro, também responsáveis pelo projeto, com a última a dar o seu testemunho na luta contra o cancro.

Na cerimónia que teve lugar no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital foi apresentada a Comissão Organizadora do “Dou Mais Tempo à Vida”, assim como as equipas formadas até à data.

A iniciativa contou com a participação musical de Ensemble Domingos Joanes.

Previous Fogo em fábrica em Albergaria-a-Velha causa danos materiais
Next PJ  deteve um homem suspeito dos crimes de pornografia de menores e  tráfico de estupefacientes

Artigos Relacionados

Região

Viseu: Incêndio em habitação mata mulher de 84 anos

Um incêndio deflagrou ao início da tarde de domingo num apartamento, em Viseu, e fez uma vítima mortal, uma mulher de 84 anos.

Informação

Detidos dois homens suspeitos de partilha ilegal de sinal de TV

A Polícia Judiciária deteve na quarta-feira, em Arganil, distrito de Coimbra, dois homens suspeitos de partilha ilegal de sinal de televisão e constituiu ainda seis clientes como arguidos, informou hoje

Sociedade

Projeto “Semear para Crescer” recebe menção honrosa da ABAE

O projeto “Semear para Crescer”, dinamizado pelo Município de Oliveira do Hospital, recebeu uma menção honrosa no concurso “Boas Práticas Bandeira Azul 2016” da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

Última Hora

IPC estabelece parceria com Hospital da Luz

O Politécnico de Coimbra celebrou, no passado dia 19 de fevereiro, um protocolo com o Hospital da Luz que, “para além de fortalecer as relações institucionais e de favorecer a

Última Hora

“Não é hora de caminhos de retrocesso…continuo com a esperança que aqui me trouxe em 2009”

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital deixou, esta manhã, implícita a sua recandidatura à autarquia. A comemorar o 43º aniversário do 25 de Abril, José Carlos Alexandrino

Última Hora

Morreu a mulher de Ervedal da Beira que sofreu queimaduras graves no incêndio de 15 de outubro

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, esta manhã, um voto de pesar pelo falecimento de Bernarda Matias. A mulher com 66 anos, funcionária da Junta de Freguesia …

Informação

Região: Suspeitos de roubo na via pública ficaram em prisão preventiva

Dois jovens, de 17 e 21 anos, ficaram em prisão preventiva depois de terem sido detidos pela PSP de Pombal por suspeita da prática de roubos na via pública, com

Região

13 detenções, 447 infrações e 73 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 1 a 7 de maio, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Informação

Seia: Jovem detido pelo crime de tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial da Guarda, através dos Postos Territoriais de Seia e de Paranhos da Beira, dia 6 de julho, deteve um homem de 23 anos, em flagrante delito, por

Última Hora

Queda causou morte a um homem de 70 anos em Tábua

Um homem com idade entre os 70 anos, morreu esta tarde na sequência de uma queda na localidade de Sevilha, concelho de Tábua.

Destaque

Oliveira do Hospital vai contrair empréstimo de dois milhões de Euros

Foi unânime a posição da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital na aprovação da proposta de contratação de um empréstimo de dois milhões de Euros…

Região

Despiste de camião na A25 provoca um morto e vários feridos

Um camião embateu em veículos da concessionária Ascendi que se encontravam a fazer a manutenção das vias, acabando por provocar um morto e cinco feridos, um deles grave.