“O paradigma da doença mudou. O cancro já não é sinónimo de morte”

“O paradigma da doença mudou. O cancro já não é sinónimo de morte”

image_pdfimage_print

Foi ontem apresentado o projeto “Dou Mais Tempo à Vida” pela prevenção do cancro em Oliveira do Hospital, cujo objetivo é “informar e sensibilizar” a comunidade e que já conta com o envolvimento de cerca de 350 pessoas no concelho.

Na ocasião, Vítor Rodrigues, presidente da direção do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro, referiu que o “paradigma da doença mudou brutalmente” e que “há vinte ou trinta anos praticamente ninguém falava de cancro e o cancro era sinónimo de morte”. Defendendo que “a situação mudou”, o responsável acredita que a “doença já não é sinónimo de morte”, realçando que o papel da Liga incide na “mudança de comportamentos, no diagnóstico precoce e no acompanhamento das pessoas”.

José Carlos Alexandrino, presidente do Município oliveirense, que ali apresentou o seu próprio testemunho, fez questão de referir que, desde que lidera o concelho, “a Câmara Municipal atribui uma verba por ano para o peditório anual da Liga Portuguesa Contra o Cancro”. Orgulhoso da tamanha solidariedade característica dos oliveirenses, o autarca defendeu que apesar de “divergências e ideias diferentes, quando chega a hora de nos unirmos, somos um grande povo”. “Este projeto é muito importante”, afirmou, realçando que “nós próprios podemos ser os agentes dessa transformação de mentalidades”. “Nós não podemos resignar em encarar o cancro como uma fatalidade. Seremos felizes um dia quando ninguém morrer desta doença”, concluiu.

Coordenadora do Projeto, Vera Durão mostrou-se feliz pela forte adesão à iniciativa que já conta com a constituição de 31 equipas até ao momento. Segundo a responsável, “Dou Mais Tempo à Vida” é um projeto que “nasceu em 2014 e que já foi implementado em diferentes concelhos da região Centro”. O projeto de “intervenção comunitária”, agora em Oliveira do Hospital, terminará no dia 30 de junho e, durante os próximos três meses, as equipas vão organizar iniciativas com o objetivo de “informar, sensibilizar e angariar fundos”.

Na sessão de abertura, Vera Durão explicou que o “Dou Mais Tempo à Vida” “visa essencialmente promover a educação para a saúde e a prevenção do cancro”, que se traduz “no desenvolvimento de diversas atividades para mobilizar o indivíduo e a comunidade”. “O projeto é desenvolvido tendo por base três grandes metas: saber, agir e sorrir”, disse.

A parte mais teórica coube a Marta Pereira, médica hematologista no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que explicou o que é o cancro e os vários tipos desta doença, assim como as suas causas. A médica começou por explicar que “para nos formarmos enquanto pessoas é preciso que aconteça uma série de fenómenos a nível das células”. Em suma, esclareceu que o problema é quando “as células se multiplicam de mais, quando se deixam de tornar diferentes, acumulam-se muitas delas iguais ou quando deixam de saber morrer quando deviam”.

Luísa Miranda, coordenadora do grupo de voluntariado comunitário da Liga Portuguesa Contra o Cancro de Oliveira do Hospital e organizadora do projeto, afirmou que a maior recompensa em integrar em iniciativas destas é “ajudar a ultrapassar a fase mais difícil da vida de cada um”.

A sessão contou ainda com as intervenções de Sónia Veloso e Isabel Casaleiro, também responsáveis pelo projeto, com a última a dar o seu testemunho na luta contra o cancro.

Na cerimónia que teve lugar no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital foi apresentada a Comissão Organizadora do “Dou Mais Tempo à Vida”, assim como as equipas formadas até à data.

A iniciativa contou com a participação musical de Ensemble Domingos Joanes.

Previous Fogo em fábrica em Albergaria-a-Velha causa danos materiais
Next PJ  deteve um homem suspeito dos crimes de pornografia de menores e  tráfico de estupefacientes

Artigos Relacionados

Última Hora

Duas pessoas afogadas numa barragem e num poço na região Centro

Dois homens morreram ontem afogados num poço e numa barragem, nos concelhos da Meda e de Abrantes.

Última Hora

30 localidades evacuadas em Góis e Pedrógrão Grande. Um canadair despenhou-se em Pedrógrão Grande

O incêndio em Góis obrigou hoje à evacuação de 27 localidades. Nas últimas horas o incêndio aumentou de extensão e motivou a ativação, pelas 14h00, …

Nacional

Meteorologia: Hoje contamos com chuva e neve

A semana arrancou com chuva nas regiões do Norte e Centro e neve na Serra da Estrela. Para esta terça-feira, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê

Nacional

O frio veio para ficar. Previsões apontam para baixas temperaturas ao longo dos próximos dez dias

O ano arrancou com temperaturas a fazer jus ao inverno. No que à meteorologia diz respeito, o cenário dos primeiros dias de 2019 vai manter-se: apesar do sol radioso, pode

Informação

Conheça o calendário desportivo deste fim-de-semana

Este domingo, 10 de março, pelas 15h00, disputa-se a 25ª jornada da Série C do Campeonato Nacional.

Nacional

Aguaceiros e trovoada nos próximos dias

A instabilidade atmosférica, com condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros e trovoada, em especial nas regiões do interior, regressa ao continente a partir de quinta-feira.

Informação

Dois concelhos em risco máximo de incêndio e 26 muito elevado

Os concelhos de Pampilhosa da Serra (Coimbra) e Monchique (Faro) estão hoje em risco Máximo de incêndio e outros 26 em risco Muito Elevado.

Região

Estado investe 560 mil euros na recuperação da Mata da Margaraça

O Estado vai investir 560 mil euros nos próximos três anos na recuperação da Mata da Margaraça, em Arganil, que integra a Paisagem Protegida da Serra do Açor e que

Destaque

Oliveira do Hospital: Homem que abusou sexualmente da mãe condenado a pena de prisão

O Tribunal de Coimbra condenou hoje a oito anos e meio de prisão um homem, de 53 anos, por ter abusado sexualmente e coagido a mãe, de 70 anos, em

Última Hora

Festa do Vinho Novo no Mercado Municipal de Tábua

A 29 de janeiro, o Mercado Municipal de Tábua recebe a segunda edição da Festa do Vinho Novo.

Última Hora

Seia distinguido com galardão “Município Amigo do Desporto”

O Município de Seia recebeu, pelo segundo ano, o título de ‘Município Amigo do Desporto’, uma distinção atribuída pela Associação Portuguesa de Gestão do Desporto (APOGESD), durante a gala do

Última Hora

Governo atribui 6,35 milhões a projetos de regadio, um deles em Oliveira do Hospital

O governo vai atribuir 6,35 milhões de euros a 59 projetos de regadio que abrangem uma área superior a 1 800 hectares e 32 concelhos do norte e centro, verba