Novo Centro Escolar em Oliveira do Hospital: “Estamos a dar um passo decisivo para uma visão estratégica de desenvolvimento”

Novo Centro Escolar em Oliveira do Hospital: “Estamos a dar um passo decisivo para uma visão estratégica de desenvolvimento”

image_pdfimage_print

A construção de um Centro Escolar na cidade de Oliveira do Hospital continua nos planos do atual executivo camarário.

Para o presidente do Município oliveirense, José Carlos Alexandrino, a concretização deste projeto é um “passo decisivo para uma visão estratégica de desenvolvimento”.

“É a última oportunidade para construir. Se não fizermos agora, nunca mais será feito porque o Município nunca terá capacidade financeira para o fazer”, referiu José Carlos Alexandrino, considerando que se “devia ter feito em outros tempos, quando houve dinheiro para tal”.

Na última reunião pública do executivo, o presidente adiantou que a autarquia já negociou o terreno de cerca de dois hectares para o efeito, que se situa “nos terrenos junto da Escola Secundária”.

“É um contrato que nos permite a titularidade do terreno. Neste momento não temos condições para lançar este contrato”, afirmou o presidente, acrescentando que o “contrato promessa de compra e venda”, no valor de 201 100 Euros, foi assinado com o objetivo de conseguir candidatar-se ao “financiamento do Quadro Comunitário” do Programa 2020.

Para além da concretização deste Centro Escolar, está ainda prevista a criação de uma nova avenida na cidade oliveirense. “Vai ser lançada uma avenida que vai atravessar a Quinta do Margarido, entre a Escola Secundária e a Zona Industrial e haverá uma ligação à rotunda que dá acesso a Lagares da Beira”, explicou, realçando que o objetivo é “desbloquear o trânsito junto à escola” e “lançar uma zona habitacional nova”.

Segundo José Carlos Alexandrino, a candidatura para este Centro Escolar “custará perto de quatro milhões de euros”.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) também causa preocupação no executivo. “A ESTGOH tem umas instalações que não a dignificam”, afirmou o autarca. “Se fizermos um Centro Escolar novo, é possível deslocarmos a ESTGOH para a escola do primeiro ciclo, investindo apenas um milhão de euros”. Apesar destas alterações, José Carlos Alexandrino pretende ainda deixar alguns departamentos da Escola Superior no edifico atual, nomeadamente laboratórios. No restante espaço, sugere o autarca, passariam a funcionar alguns “serviços camarários”.

Na ocasião, Carlos Carvalheira, atual diretor do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, mostrou-se satisfeito “pela insistência e resiliência” do executivo no que respeita à construção “de um Centro Escolar adequado” que “há muito tempo é reclamado e desejado”, de forma a “valorizar um ensino de qualidade”, uma vez que “as condições que existem não são as melhores”.

Para Carlos Carvalheira, o projeto vai “dar dinâmica à cidade de Oliveira do Hospital”, permitir “albergar cada vez mais” e “também facilitar o congestionamento rodoviário” que, naquela zona, é alvo de reclamação. “Esperemos que se realize por mais curto espaço de tempo”, concluiu.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous GNR realiza Operação “Ano Novo”
Next Viseu: Incêndio em urbanização atinge quatro casas

Artigos Relacionados

Informação

Colisão entre camião e autocarro faz seis feridos

Uma colisão entre um camião e um autocarro no IC1 (estrada que liga a Figueira da Foz a Leiria), em Marinha das Ondas, fez esta manhã seis feridos ligeiros, incluindo

Informação

Escolas da Cordinha e Lagares: 25 anos depois continuam a “oferecer ensino de qualidade”

Vinte e cinco anos depois das suas fundações, as Escolas Básicas (EB) da Cordinha e de Lagares da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital, “continuam a ser iguais e

Informação

Deputados  reuniram com responsáveis da Cooperativa sobre temática dos incêndios florestais

Um grupo de trabalho de Acompanhamento da Temática dos Incêndios Florestais, composto por nove deputados da Assembleia da República, reuniu ontem à tarde com responsáveis e técnicos da Cooperativa Agro

Informação

7 de outubro – Feriado Municipal de Oliveira do Hospital

  7 de Outubro – Feriado Municipal (em actualização) No início das cerimónias, a Boa Nova falou com o convidado Eduardo Cabrita, Ministro Adjunto e alguns homenageados  sobre este dia

Última Hora

Eptoliva considerada a melhor escola profissional do país no congresso “Cientistas em Ação”

Decorreu nos dias 27, 28 e 29 de Abril, o XII Congresso Nacional Cientistas em Ação, que objetiva fortalecer o contacto, a troca de ideias e experiências entre os alunos,…

Informação

Lagares Fashion realiza-se hoje em Lagares da Beira

É já esta noite, a partir das 21h30, que se realiza a XV edição do Lagares Fashion, na Escola Básica de Lagares da Beira.

Última Hora

Cerca de 30 concelhos de nove distritos do continente em risco máximo

Cerca de 30 concelhos de nove distritos de Portugal continental estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Destaque

Vereadores do PS e PSD “mediram forças” em reunião da Câmara de Oliveira do Hospital

João Ramalhete (PS) e João Brito (PSD) envolveram-se numa troca de acusações, com o primeiro criticar a oposição por “falta de visão estratégica para o concelho” e,…

Desporto

Desporto: Resultados do fim-de-semana

O Sampaense Basket começou a nova época da melhor forma, com uma vitória frente ao Maia por 66 – 70.

Última Hora

AIP promove seminário sobre o projeto MOVE PME em Coimbra

A Associação Industrial Portuguesa promove no próximo dia 25 de setembro, o II Fórum MOVE PME “Balanço intercalar e novos desafios”,…

Última Hora

Oliveira do Hospital “cuida” de 25 hectares de área reflorestada

No Dia da Floresta Autóctone,  que ontem se assinalou, o Município de Oliveira do Hospital lançou o novo projeto ambiental “É Hora de Cuidar”. Depois da reflorestação de 25 hectares,

Última Hora

Silêncio do governo sobre o IC6 desagrada José Carlos Alexandrino

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do hospital mostrou-se ontem “bastante desagradado” com o governo, por não ter dado uma “palavra publicamente sobre o IC6”, …