“Neste 6º lugar acho que está espelhada a qualidade que eu tinha e o trabalho que fizemos ao longo da época” (com vídeo)
4 Junho, 2019 808 Views

“Neste 6º lugar acho que está espelhada a qualidade que eu tinha e o trabalho que fizemos ao longo da época” (com vídeo)

image_pdfimage_print

O sexto lugar na tabela classificativa da Série C do Campeonato Nacional foi o feito alcançado pelo Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) que, esta época, regressou à competição depois de se sagrar campeão da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Coimbra.

“Uma época fantástica a todos os níveis” é o balanço que o treinador Miguel Valença faz, neste que foi o seu grande desafio enquanto profissional, a primeira vez que assumiu o comando de uma equipa sénior.

O objetivo nesta época desportiva por parte da direção era claro: a manutenção. Mas os oliveirenses foram mais além e, aos poucos, foram subindo na tabela classificativa, conseguindo o 6º lugar. “Conseguimos trabalhar, desde cedo, na construção do plantel, condizendo com as dificuldades que íamos encontrando no campeonato de Portugal”, refere Miguel Valença, em declarações à Rádio Boa Nova.

Para o treinador dos oliveirenses, a união do plantel e equipa técnica foi a chave do sucesso. “Tivemos muita qualidade, tanto humana como futebolística, e acabou por ser um dos pontos mais fortes”, conta Miguel Valença, realçando que “domingo a domingo, o objetivo era sempre os três pontos”.

Com o registo de 13 vitórias, 13 empates e somente oito derrotas, ao longo das 34 jornadas, o FCOH teve o máximo de jogos sem perder (14), que significa que houve, aos olhos do técnico, “uma prioridade na construção de uma identidade defensiva sólida, para que todos os jogadores soubessem a importância que tinham em todos os momentos defensivos”. “Não é por acaso que tivemos maior parte do tempo nas melhores equipas a nível nacional em termos defensivos”, afirma.

Mas as estatísticas revelam mais. A equipa oliveirense foi a quarta equipa com mais golos marcados (42), motivo de orgulho para Miguel, que no início viu o seu papel enquanto treinador questionado.

“Posso dizer que se calhar 90 por cento das pessoas não acreditava nem em mim nem no clube. Mas, neste 6º lugar, acho que está espelhada a qualidade que eu tinha e o trabalho que nós fizemos ao longo desta época”.

O objetivo da equipa passava pela conquista de, pelo menos, um ponto por jogo porque “ponto a ponto, o objetivo estaria mais perto”. À Rádio Boa Nova, Miguel Valença mostra-se orgulhoso no seu plantel, afirmando que os seus jogadores “foram enormes”.

Com apenas 29 anos e a liderar uma equipa sénior pela primeira vez, o técnico adianta que “não foi fácil porque foi o deixar de uma carreira de vinte anos como guarda-redes”. “No momento em que me foi feito o convite não foi fácil, mas tive a coragem e a audácia de perceber para onde queria ir. Aceitei o projeto, rodeei-me das melhores pessoas que eu achei que tinham competência e ambição para chegar ao patamar que eu também quero chegar como treinador, que é aos campeonatos profissionais”, diz, realçando que “os treinadores só se fazem se conseguirem escolher os melhores jogadores”. “Tenho uma liderança partilhada. Comigo, os jogadores têm opinião”.

Na competição da Taça de Portugal, o clube não foi tão feliz, tendo sido eliminado logo na segunda eliminatória, com os dois jogos decididos através de grandes penalidades. Contudo, não foi motivo de desânimo por parte do plantel. “A Taça acaba por ser um sonho”, considera Miguel Valença que revela que é uma “oportunidade para rodar jogadores que, até essa data, não tenham sido colocados em prática no jogo”.

Terminada a época desportiva, o treinador sente-se realizado e com os objetivos cumpridos. “Sou muito ambicioso e acho que a classificação que obtivemos demonstra a ambição que a minha equipa técnica, jogadores e direção tinham”, defende.

Quanto ao futuro do técnico no clube, questão que muitos colocam a esta altura, está ainda reservado, uma vez que “o clube vai a eleições”, mas o mesmo revela que gostaria de continuar no comando dos oliveirenses. “Já houve abordagens mas ainda é cedo para responder. Já tive outros convites que rejeitei. Estamos em conversações e vamos ver se chegam a bom porto”, conclui.

Previous Maria Moura é convidada do Espaço BLC3- Ciência no Interior
Next Meios aéreos de combate a incêndios saem de Seia por razões de segurança

Artigos Relacionados

Última Hora

Politécnico e Fotoclube da Guarda promovem Jornadas de Fotografia

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e o Fotoclube da Guarda (FCG) promovem, no próximo dia 13 de outubro, as II Jornadas de Fotografia da Guarda.

Informação

Previsão de chuva e trovoada coloca nove distritos em aviso amarelo

Nove distritos das regiões do Norte e Centro do continente estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes e trovoadas, segundo o Instituto Português do

Última Hora

Detenção de incendiário florestal no concelho de Lousã

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do grupo de trabalho criado na Unidade de Missão Para a Valorização do Interior para redução do número de 

Última Hora

Condenados 21 arguidos por crimes na cadeia de Coimbra

O Tribunal de Coimbra condenou, ontem, 21 arguidos, a maioria reclusos, a penas de prisão efetiva que vão desde os três aos 13 anos, num processo de tráfico de droga

Informação

GNR registou 54 acidentes e fez 22 detenções na região de Coimbra

Um ferido grave e 13 feridos ligeiros é o resultado dos 54 acidentes registado pelo Comando Territorial de Coimbra da GNR entre 20 e 26 de setembro. No mesmo período,

Informação

Cinco bombeiros ficaram feridos em acidente em Arganil

Cinco bombeiros voluntários de Paço de Arcos ficaram hoje feridos, um deles com gravidade, mas sem correr risco de vida, na sequência de …

Cultura

Russell Watson dá concerto gratuito no Mosteiro da Batalha

É no próximo dia 21 de junho, pelas 21h30, que o cantor britânico Russell Watson inaugura o Ciclo de Programação Cultural da Rede Património…

Desporto

“Temos tido a preocupação de formar e atualizar os conhecimentos de todos aqueles que estão ligados ao fenómeno desportivo” (com vídeo)

O vereador do desporto, Nuno Ribeiro, destacou hoje na Rádio Boa Nova a preocupação que o município tem tido com a formação dos agentes desportivos do concelho de Oliveira do

Cultura

Queima das Fitas de Coimbra começa hoje com serenata

A Queima das Fitas de Coimbra começa hoje com a serenata monumental na Sé Velha, sem a realização da habitual garraiada.

Região

Região: Um morto em atropelamento na Gafanha da Nazaré

Um atropelamento em Gafanha da Nazaré, concelho de Ílhavo, causou uma vítima mortal, na segunda-feira à tarde.

Informação

Coimbra: Despiste de moto fez um morto

Um homem com idade entre os 40 e os 45 anos perdeu, ontem a vida, na sequência de um despiste de motociclo. 

Informação

“A Voz” é tema das IV Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital organiza esta sexta-feira, 31 de março, às 21H00 na Casa da Cultura César Oliveira, a quarta edição das Jornadas Culturais…