Município oliveirense alerta proprietários de terrenos para remoção de árvores e materiais queimados nos incêndios

Município oliveirense alerta proprietários de terrenos para remoção de árvores e materiais queimados nos incêndios

Em resultado do grande incêndio que assolou todo o concelho de Oliveira do Hospital no dia 15 de outubro de 2017, o Município alerta para o elevado número de árvores que foram totalmente queimadas e,…

…ao não terem sido removidas até à data pelos seus proprietários, encontram-se secas, inclinadas e com os ramos a pender sobre infraestruturas, apresentando um significativo risco de queda, colocando em causa a circulação e/ou presença de pessoas e bens, nomeadamente junto de vias nacionais/municipais e aglomerados populacionais e industriais.

Assim, de acordo com a Lei vigente que regula esta matéria, Lei 2110, de 19 de agosto de 1961 (Regulamento Geral de Caminhos e Estradas Municipais), torna-se público que ao abrigo do artigo 71º, “…ficam os proprietários, usufrutuários ou rendeiros de prédios confinantes com as vias municipais obrigados, no prazo de 5 dias”, a cortar as árvores que ameaçam cair para as referidas vias; remover árvores que por efeito de queda se encontrem a obstruir a circulação rodoviária; cortar os troncos e ramos das árvores que pendem sobre as vias, reduzindo as condições de visibilidade do trânsito e a segurança pública; em caso de queda ou obstrução da via pública, da qual resultem danos pessoais ou materiais, os proprietários/usufrutuários ou detentores de quaisquer outros direitos sobre o terreno ficam sujeitos a responsabilidade civil pelos danos causados e, consequentemente obrigados ao ressarcimento dos mesmos a título de indemnização”.

Em caso de incumprimento das ações no prazo fixado, serão as mesmas executadas pela Câmara Municipal, a expensas dos respetivos proprietários/usufrutuários ou detentores de quaisquer direitos sobre terrenos, nos termos do artigo 101.º do citado Diploma Legal.

O Município informa ainda que, no cumprimento do disposto no n.º 1 e 2 do artigo 36º do Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de Junho, na sua redação atual, os proprietários, arrendatários, usufrutuários, ou entidades que a qualquer título, detenham terrenos situados nas faixas de 25 metros para cada lado das vias de circulação rodoviária, em áreas atingidas por incêndios florestais, e de forma a criar condições de circulação rodoviária em segurança, devem remover os materiais queimados nos incêndios.

O Município oliveirense alerta ainda para o não corte de sobreiros e azinheiras, sem obter as devidas autorizações das entidades competentes, tendo em atenção o Decreto-Lei n.º 155/2004, de 30 de Junho e o Decreto-Lei n.º 169/2001, de 25 de Maio, que estabelece as Medidas de Protecção ao Sobreiro e à Azinheira.

Para aconselhamento adicional deve ser contactado o Gabinete Técnico Florestal do Município de Oliveira do Hospital (238605250).

Previous Vai ser lançado o livro do professor José Ramos Mendes
Next Futebolistas do distrito de Coimbra em situação irregular forçados a abandonar o país

Artigos Relacionados

Politica

Candidato do PSD publicou correspondência privada com a comunicação social sem prévia autorização

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital publicou ontem, na sua página de facebook, os emails trocados com a Rádio Boa Nova e a Centro TV,…

Última Hora

Carlos Veiga, presidente da ESTGOH, em entrevista na Rádio Boa Nova

O presidente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital, Carlos Veiga, é o convidado da entrevista Rádio Boa Nova, que acontece hoje em direto, depois das

Última Hora

GNR recuperou material furtado em Seia

O Comando Territorial da GNR da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal de Gouveia, apreendeu, no dia 24 de julho, em Seia, vário material furtado.

Última Hora

Autotanques continuam a assegurar abastecimento de água em Oliveira do Hospital. Piscinas municipais foram encerradas

O abastecimento de água à população de Oliveira do Hospital continua a ser assegurado por autotanques que, desde o final do dia de quinta feira, procedem ao transporte de água

Região

Festival do Secundário realiza-se em Quiaios

Decorre entre os dias 25 e 29 de março, em Quiaios, na Figueira da Foz, a 15º edição do MOCHE Festival Secundário promovido pela empresa UrbanFun Lda. Depois das 14

Região

SRCentro da Ordem dos Enfermeiros entregou Prémios de Equipa do Ano 2018

A secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros (SRCentro) visitou a equipa de Enfermagem do Serviço de Cirurgia do Hospital Pediátrico de Coimbra, tendo entregue os prémios individuais a

Desporto

FCOH perde nos Açores e é cada vez mais último. Nogueirense perde o derby com o Tourizense.

Esta jornada 11 do Campeonato de Portugal Prio veio complicar ainda mais as contas no fundo da tabela classificativa desta Série E. O FCOH foi goleado por 4-0 nos Açores

Última Hora

Incêndio alerta para lixeira dentro de casa

Um alerta para incêndio numa casa da Vila Ferreira, no Loreto, em Coimbra, revelou a existência de uma lixeira no interior da habitação.

Informação

Tribunal da Relação confirma arquivamento de processo contra autarca de Góis

O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou a decisão de absolvição e arquivamento do caso em que a presidente da Câmara de Góis, Lurdes Castanheira, era acusada de difamação e

Sociedade

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia de 21 de janeiro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 16.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Última Hora

Secção de Hóquei Patins do FCOH espera “encher” pavilhão em jogo solidário com o Benfica

A equipa de Hóquei Patins do Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) realiza esta quinta feira, dia 20, pelas 21h00, o jogo solidário frente ao Benfica,…

Informação

GNR da Guarda vai distribuir vestuário e calçado a instituições

À semelhança de anos anteriores, o Comando Territorial da GNR da Guarda vai proceder à entrega de roupa e calçado por várias instituições do distrito.