Município de Penacova em combate contra “vespas invasoras”
23 Maio, 2018 412 Views

Município de Penacova em combate contra “vespas invasoras”

O Município de Penacova, no âmbito do protocolo estabelecido com a RefCast e, em linha com o determinado no Plano de Ação Nacional para controlo do inseto Dryocosmus kuriphilus,…

…vulgarmente conhecido por vespa da galha do castanheiro, levou a efeito duas largadas do inseto Torymus sinensis em castanheiros afetados por aquela vespa.

Segundo comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a autarquia refere que com estas largadas pretende-se que os insetos parasitóides se vão alimentar das larvas da vespa que se encontram no interior da galha do castanheiro, levando à diminuição do alastramento da praga a outras árvores vizinhas.

As duas largadas realizadas no concelho, uma na freguesia de Penacova e outra na freguesia de Lorvão, foram definidas após um trabalho prévio de verificação e validação de locais que reuniram condições tecnicamente justificáveis para a prática da luta biológica.

O financiamento do plano concelhio de largadas foi suportado pela Câmara Municipal e executado no quadro do protocolo Biovespa, ao qual o Município aderiu em 2017.

A vespa do castanheiro é uma praga que, desde 2014, tem atacado os castanheiros da região do Minho, Douro, Trás-os-Montes e da Madeira, destruindo os gomos da árvore originando ramos deformados, em forma de galhas, perdas de produção de castanha e declínio dos castanheiros. Em Penacova, a presença desta praga foi detetada na primavera de 2017.

Os trabalhos de identificação de novos focos de infestação são realizados pela Comissão Local de Acompanhamento, constituída pelo representante deste Município, por técnicos da DRAP Centro e por um representante da RefCast, de modo a definir os planos de largadas para os anos seguintes.

Todas as situações suspeitas devem ser comunicadas de imediato ao Município de Penacova, ao Instituto da Conservação da Natureza e Florestas ou à Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro.

Previous Município de Góis acolhe projeto Aprender, Brincar, Crescer em Góis
Next Região: GNR identificou seis homens pela prática do crime de incêndio florestal

Artigos Relacionados

Informação

Vila Franca da Beira com V Capítulo da Confraria do Torresmo Beirão

Vila Franca da Beira, localidade de Oliveira do Hospital, prepara-se para comemorar o V Capítulo da Confraria do Torresmo Beirão, a acontecer no próximo sábado, dia 16 de junho.

Informação

Agricultores exigem menos burocracia e mais apoios para recuperação após os fogos

Cerca de 150 agricultores e produtores florestais manifestaram-se hoje, em Coimbra, para exigir mais apoios e menos burocracia no processo de candidaturas…

Informação

ASAE apreendeu seis toneladas de queijo com água oxigenada na zona Centro do país

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica apreendeu seis toneladas de queijo amanteigado por suspeitas de adição de água oxigenada,…

Região

Festival “Origens” recria tradições em Travanca de Lagos

Os Jovens da Liga de Travanca de Lagos apresentam mais uma edição do Origens – Festival Cultural de Travanca de Lagos. Nos próximos dias 19, 20 e 21 de Maio,

Última Hora

Tábua comemora feriado municipal

No âmbito do Feriado Municipal do Município de Tábua, celebrado a 10 de abril, a Câmara Municipal promove uma série de iniciativas que marcam…

Nacional

Governo reconhece fogos como “catástrofe natural”

O Governo reconheceu como “catástrofe natural” os prejuízos causados pelos incêndios nas regiões norte e centro do país em julho e agosto passado,…