Moradora queixa-se de ruído de bar na cidade de Oliveira do Hospital

Moradora queixa-se de ruído de bar na cidade de Oliveira do Hospital

image_pdfimage_print

Uma moradora na cidade de Oliveira do Hospital foi, esta manhã, à reunião pública do Município queixar-se do ruído…

… que resulta de um bar localizado próximo da casa onde reside. Maria da Piedade disse ser uma mulher “tolerante”, mas considerou que a “paciência tem limites”.

Mãe de um “filho autista e que precisa de descanso”, a moradora entende que outros valores se levantam, razão pela qual na última noite solicitou a intervenção da GNR, já que “eram 3h49 da manhã e ainda se encontrava de pé”. Esta manhã, a mulher disse ser “muito tolerante e paciente, mas que a esta altura está exaurida e exausta”.

Na reunião do Município de Oliveira do Hospital, Maria da Piedade apelou ao executivo para que faça uma avaliação acústica nos bares e casa dos condóminos e uma revisão do horário de licenciamento. “Aquilo não pode estar aberto até às 2h00 da manhã, porque se propaga até às 4h00 e 5h00. É preciso avaliar esse impacto nocivo para a saúde”, referiu a moradora.

Maria da Piedade já tinha feito uma comunicação à Câmara Municipal, que segundo referiu, deu resposta às questões de higiene e das beatas, mas não se referiu ao ruído. José Carlos Alexandrino, presidente do MOH não se mostrou surpreendido com a queixa de Maria da Piedade na reunião de hoje, lendo mesmo o e-mail que ontem, dia 4, dirigiu ao comandante da GNR tendo em vista uma maior fiscalização no que respeita ao encerramento dos bares na horário estipulado (2h00, mais meia hora de tolerância).


O autarca adiantou que o Município tem aprovado de forma excecional (no Natal, na Páscoa, por exemplo) o alargamento do horário. “Temos sempre mantido o horário das 2h00, já que tem havido pressão dos bares para alargamento do horário”, referiu. Segundo o autarca, Maria  da Piedade não é a única a queixar-se, motivo pelo qual já solicitou à GNR uma maior fiscalização. Para o autarca verifica-se “um abuso”.

Sobre esta matéria, João Paulo Albuquerque, vereador do PSD, verificou que se os bares deixarem de poder estar abertos até às 2h, se acaba com a noite em Oliveira do Hospital, tal como já aconteceu em Seia e Nelas, por exemplo. Para o vereador, “sempre houve bares e condóminos e sempre houve soluções”, questionando a moradora se os ruídos saíam do bar ou aconteciam no exterior. Maria da Piedade, chegou a exemplificar os ruídos e a compará-los com tambores, mais parecendo “estamos em África”. “Ninguém consegue dormir”, frisou. Albuquerque notou que mesmo que se mantenha o horário, “o ruído tem que acabar”, já que “há soluções para isto, seja forçando o proprietário a fazer isolamento sonoro, ou a baixar o volume”.

José Carlos Alexandrino referiu ainda que o bar em questão não é o único que o preocupa. “Há muitos bares que me preocupam”, referiu o autarca, informando que a GNR tem aplicado coimas mas só relativas ao incumprimento dos horários. Mostrou-se igualmente preocupado com a ocorrência de “altercações entre jovens”.

Previous Viseu: Queria destruir ninho de vespas mas acabou por provocar incêndio florestal
Next SMS preventivo de risco de incêndio chegou a cerca de 6 milhões de pessoas

Artigos Relacionados

Última Hora

Filarmónica de Coja realiza jantar solidário para repor instrumentos destruídos em explosão de Gondelim (com áudio)

A Associação Filarmónica Pátria Nova de Coja está a promover a realização de um jantar solidário, de angariação de fundos, destinado à aquisição dos instrumentos destruídos na explosão em…

Informação

Figueira da Foz: Carlos Monteiro assume presidência da Câmara

Carlos Monteiro, até agora segundo no executivo da Figueira da Foz, assume a presidência do município após a saída de João Ataíde para secretário de Estado do Ambiente, disse à

Última Hora

Incêndio em habitação em Idanha-a-Nova faz uma vítima mortal

Um idoso de 99 anos morreu, esta manhã, na sequência de um incêndio que deflagrou na sua habitação, em Salvaterra do Extremo, Idanha-a-Nova.

Última Hora

Praia Fluvial de Avô eleita como “Praia + Acessível” de Portugal

A praia fluvial de Avô, no concelho de Oliveira do Hospital, acaba de ser classificada como a  “Praia + Acessível 2016” de Portugal pelo Instituto Nacional para a Reabilitação.

Última Hora

Feira do Livro abriu hoje as suas portas em Oliveira do Hospital (com vídeo)

A Feira do Livro de Oliveira do Hospital foi inaugurada, ao início da tarde deste domingo, pelo presidente do Município. O certame que decorre até dia 29 de maio,…

Informação

Interior lidera lista dos concelhos com melhor qualidade de vida

Castelo de Vide lidera a lista dos concelhos com melhor qualidade de vida com 16.9, numa escala de 1 a 20, segundo o rating concelhio da Marktest. Rating da Marktests

Informação

Fotografia garante regresso de jovem oliveirense ao Mundial da Rússia

José Carlos Marques, presidente da Junta de Freguesia de Lourosa, foi nas duas últimas semanas um verdadeiro embaixador do concelho de Oliveira do Hospital e de Portugal no Mundial da

Informação

Agrupamento de Escolas assinala o “renascer” do concelho com Festa da Primavera (com vídeo)

O Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) promove, nos dias 19, 20 e 21 de março, a primeira edição da Festa da Primavera. A iniciativa que reúne um

Última Hora

Município de Góis aderiu ao Ano Nacional da Colaboração

O Município de Góis respondeu ao desafio apresentado pelo Fórum para a Governação Integrada (Forum GovInt) para aderir ao Ano Nacional da Colaboração – 2019, através da apresentação de propostas de iniciativas a

Educação

Tertúlia “não tem objetivo de comemorar Fátima, mas de debater Fátima”  

Luís Filipe Torgal, docente de História do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH), responsável pela organização da tertúlia sobre Fátima adiantou à Rádio Boa Nova…

Opinião

Ca$h Resto Z€ro com olhar sobre as autárquicas de 1 de outubro

De regresso à Rádio Boa Nova, com o habitual espaço de opinião “Ca$h Resto Z€ro”, Vítor Neves olha esta sexta-feira as eleições autárquicas do próximo dia 1 de outubro.

Última Hora

Aveiro: Homem detido por crime de incêndio florestal

 A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, no cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público de Ovar,…