Memorial de Homenagem às Vítimas pretende “recordar tragédia” que ficará “na memória coletiva de um povo que sofreu”

Memorial de Homenagem às Vítimas pretende “recordar tragédia” que ficará “na memória coletiva de um povo que sofreu”

 O projeto do Memorial de Homenagem às Vítimas dos Incêndios já foi apresentado e tem como “objetivo claro” “recordar a maior tragédia que aconteceu” em Oliveira do Hospital, que ficará “na memória coletiva de um povo que sofreu naquela noite”.

Na Sessão Evocativa em Memória das Vítimas dos Incêndios de 15 de outubro de 2017, decorrida na passada segunda-feira, nos Paços do Concelho, José Carlos Alexandrino, presidente do Município oliveirense, demonstrou o seu desejo para que “seja um espaço onde as famílias se sintam bem como que esteja lá a presença dos entes queridos e onde coloquem um ramo de flores”.

Ainda sem local definido para a sua construção, é certo que terá de ser “num espaço bonito, onde todos os familiares e queimados se representem”, defendeu o autarca, crente de que a tragédia ficará “na memória coletiva de um povo que sofreu naquela noite”.

Dominika Van Eenbergen, arquiteta holandesa mas residente em Oliveira do Hospital, foi a vencedora do projeto final do Memorial.

Na cerimónia fez questão de explicar o simbolismo e os detalhes do seu projeto. “Ele é, de facto, feito de pequenas peças, pequenas memórias de cada um de nós”, começou por dizer, reforçando que “a experiência de cada pessoa é completamente diferente e individual”.

Segundo a arquiteta, “o Memorial, para cumprir todas as suas funções, deverá integrar essas memórias e emoções”.

“Quis representar qualquer experiência que cada um pudesse ter tido naquele dia. Quero que seja um espaço confortável, onde se sintam à vontade para ir, para estar e para exprimir emoções”, disse, rematando que, “muito mais do que uma peça de observação exterior, é uma peça que convida a entrar”.

 

A avaliação das nove propostas de projeto do Memorial foi feita por um júri, composto pela arquiteta Sara Figueiredo, pelo artista plástico Sérgio Reis e pelo escritor José Manuel Saraiva. Na sessão, todos os participantes foram contemplados com um diploma.

 

 

 

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous Delegações de Agricultores concentram-se na Assembleia da República para "reclamar políticas capazes"
Next III Trail Colcurinho realiza-se no próximo domingo

Artigos Relacionados

Sociedade

Seia assinala “Abril – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”

Laços azuis em mais de 50 edifícios assinalam o início da campanha “Abril – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância” em Seia, iniciativa que contempla um amplo programa

Última Hora

Infraestruturas de Portugal ajuda Mira na reconstrução de parque

O Parque Infantil da Presa, atingido pelos incêndios de 2017, reabre hoje após um processo de reconstrução conduzido em parceria pela Câmara Municipal de Mira e pela empresa Infraestruturas de

Desporto

Rali de Portugal: Rui Madeira antecipa dificuldades para os pilotos com troços no Centro

O português Rui Madeira, campeão mundial de produção em 1995, admitiu que os pilotos do Mundial de ralis vão sentir dificuldades nos troços do Rali de Portugal, que este ano

Última Hora

Federação Portuguesa de Futebol entregou casa a família vítima dos incêndios de Oliveira do Hospital

Fernando Gomes, Presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), deslocou-se hoje a Pinheirinho, freguesia de Lourosa, no concelho de Oliveira do Hospital, para acompanhar as obras de reconstrução de uma

Nacional

Cerca de 30 concelhos de nove distritos do continente em risco máximo

Cerca de 30 concelhos de nove distritos de Portugal continental estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Última Hora

GNR reforçou equipas de apoio aos idosos no distrito da Guarda

O comandante do Comando Territorial da GNR da Guarda anunciou que a instituição reforçou para o dobro o número de “Núcleos de Idosos em Segurança” no distrito, …

Última Hora

Incêndios: Estado faz leilão de madeira queimada e espera recolher mais de 25 milhões de euros

A madeira ardida oriunda de matas nacionais vai hoje ser leiloada e o Governo espera recolher entre 25 milhões e 35 milhões de euros.

Nacional

Chuva coloca cinco distritos do país em alerta

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou de três para cinco os distritos do Norte e Centro de Portugal continental sob ‘Aviso Amarelo’ devido à previsão de

Região

Câmara de Viseu autua infraestruturas de Portugal por falta de limpeza de vias

A Câmara de Viseu abriu um processo de contraordenação à Infraestruturas de Portugal por falta de limpeza das estradas no concelho.

Informação

Mulher desaparecida em Coimbra foi encontrada pela PSP

A mulher que estava desaparecida desde as 13h00 de segunda-feira em Coimbra foi encontrada na tarde de terça-feira, perto do centro comercial Fórum, na cidade.

Educação

Ministro da Educação: “Esta escola merece ter todas as boas condições” (Com vídeo)

De visita ao Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, por ocasião da Festa da Primavera que hoje termina, o Ministro da Educação …

Última Hora

CCDRC obriga a retirar o tapete rolante da estância de esqui na Serra da Estrela

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) chumbaram a colocação do tapete rolante da Escola da