• McDonald’s: “Sentimos que era nosso dever ajudar” (com vídeo)
  • McDonald’s: “Sentimos que era nosso dever ajudar” (com vídeo)
  • McDonald’s: “Sentimos que era nosso dever ajudar” (com vídeo)
  • McDonald’s: “Sentimos que era nosso dever ajudar” (com vídeo)
  • McDonald’s: “Sentimos que era nosso dever ajudar” (com vídeo)
19 Junho, 2018 3011 Views

McDonald’s: “Sentimos que era nosso dever ajudar” (com vídeo)

A McDonald’s Portugal surpreendeu, hoje, o concelho de Oliveira do Hospital, com a oferta de 6200 árvores de fruto e 39 motocultivadores. Esta foi a resposta dada…

… pela conhecida cadeia de restaurantes, após o flagelo do ano passado.

Jorge Ferraz, diretor geral da McDonald’s Portugal deslocou-se, esta manhã, a Oliveira do Hospital, assim como boa parte dos 39 franquiados da conhecida empresa para fazer jus ao lema da empresa: “retribuir à comunidade, parte daquilo que ela nos dá”. Após o flagelo do ano passado, o responsável disse que a McDonald’s não poderia ficar indiferente. “Sentimos que o nosso dever era ajudar””, afirmou esta manhã, explicando que as 6200 árvores correspondem aos 6200 colaboradores da McDonald’s no país e os 39 motocultivadores são oferta de cada um dos 39 franquiados, de norte a sul do país. O objetivo é apoiar a “pequena economia e restaurar as rotinas”.

Grato pelo gesto, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital considerou que esta é uma “dádiva muito importante” no sentido de devolver a esperança às pessoas. Esperança que também surge com a recuperação das habitações, iniciada na semana passada, esperando o autarca que boa parte das reconstruções estejam concretizadas até ao Natal.

A contar com a presença do secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, o autarca oliveirense agradeceu “o esforço que o governo tem feito”, notando que “não havia nenhum governo que estivesse preparado para o que aconteceu. Destacou o apoio às empresas e as indemnizações às vítimas como processos que têm sido bem conduzidos, lamentando porém a “insuficiência” dos apoios na área da agricultura.

Oito meses após o grande incêndio, o autarca assegura que, pese embora a dimensão da tragédia, “ninguém passou fome ou dormiu debaixo da ponte”, num empenho da equipa que lidera e em articulação com as Juntas de Freguesia. “Hoje o McDonald’s deu-nos um grande exemplo de entreajuda e solidariedade”, frisou José Carlos Alexandrino.

José Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil, testemunhou o gesto da empresa, verificando que o mesmo “diz bem da importância de manter os espaços rurais com vida, com trabalho e dedicação à terra”. Avisou para a necessidade de se alterar o “desordenamento florestal”, assim como “a pressão da monocultura do Eucalipto”. “Hoje precisamos de proteger as aldeias”, defendeu José Artur Neves para quem a palavra de ordem é a “prevenção”. Neste âmbito destacou o programa “Aldeias Seguras, Pessoas Seguras” implementado pelo governo para que as pessoas residentes em zonas de risco adotem comportamentos preventivos e saibam como se devem comportar em situação de incêndio. A limpeza dos terrenos junto às habitações é condição necessária.

Previous 13 detenções, 704 infrações e 68 acidentes no distrito de Coimbra
Next Empresa de congelados Beiragel em Viseu consumida pelas chamas

Artigos Relacionados

Região

BE quer travar regeneração natural de eucaliptos após o fogo

O Bloco de Esquerda anunciou que está a trabalhar numa proposta para um programa de apoio ao arranque dos eucaliptos que regeneram naturalmente e que estão a “causar problemas gravíssimos”

Informação

ExpoSocial decorre de 28 de setembro a 1 de outubro em Seia

O Município e a Rede Social de Seia, com a colaboração de todos os parceiros do Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Seia, vão promover, de 28 de setembro

Cultura

Tuna Cantares de Avô comemora 7º aniversário

A Tuna Cantares de Avô comemora no domingo, dia 23 de abril, o 7º aniversário com um programa cultural que vai ter lugar no Centro Cultural Vasco de Campos, a

Informação

Dominados dois dos três fogos que deflagraram no domingo em Mangualde

Dois dos três incêndios que deflagraram na tarde de domingo em Mangualde, no distrito de Viseu, estão hoje de manhã em resolução, mantendo-se ativo um, de acordo com a Proteção

Última Hora

Francisco Prior Claro vai ser ordenado sacerdote

O diácono Francisco Prior Claro que integrou, nos últimos anos, a Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital, vai ser ordenado sacerdote no próximo dia 24 de junho, pelas 16h,…

Programas

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia de 22 de outubro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 3.º  programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Última Hora

FCOH perder 2-1 frente ao Nogueirense e a manutenção ficou muito mais longe

Campeonato de Portugal Prio – Jornada 8 O derbi jogou-se em Oliveira do Hospital FCOH – 1 AD Nogueirense -2 O FCOH ao perder hoje em casa frente ao Nogueirense

Sociedade

Ovinicultores queixam-se de excesso de burocracia e falta de valorização a grupo de trabalho do setor do leite

O excesso de burocracia e falta de valorização da fileira do leite dominaram as queixas dos ovinicultores que, hoje, contaram com …

Última Hora

Governo assegura que área de eucalipto vai reduzir a nível nacional

O secretário de Estado das Florestas assegurou hoje, na Mealhada, que a área total de eucalipto no território nacional “é para diminuir e não para aumentar”.

Região

Falecimento de jovem bombeiro é “uma perda muito grande” para corporação de Vila Nova de Oliveirinha

A morte do bombeiro José Marques, o jovem de 25 anos que faleceu esta manhã num acidente de viação em Tábua, é motivo de grande consternação na corporação de Vila

Região

Aveiro: Acidente na EN328 provoca um morto e um ferido ligeiro

Um acidente entre um motociclo e um automóvel em S. Pedro de Castelões, Vale de Cambra, provocou, ontem, a morte a uma mulher de 49 anos e ferimentos ligeiros a

Informação

ASAE apreende mais de nove toneladas de produtos cárneos e pescado em Oliveira do Hospital e Leiria

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou três processos de contraordenação a entrepostos frigoríficos, …