Mau tempo vai continuar. Mais de 60 ocorrências de norte a sul do país

Mau tempo vai continuar. Mais de 60 ocorrências de norte a sul do país

image_pdfimage_print

A chuva vai continuar a cair durante o fim-de-semana e início da semana, prevendo-se ainda vento forte e temperaturas máximas entre os 14 e os 18 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Maria João Frada.

“Para hoje e para os próximos dias vamos ter a continuação da passagem de ondulações frontais em que vamos ter alternância do regime de chuva contínua e regime de aguaceiros. Durante a noite de hoje tivemos precipitação persistente, em especial no norte e centro, e estendeu-se ao sotavento algarvio”, disse.

De acordo com a especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o instituto emitiu aviso amarelo para quase todos os distritos do continente por causa da chuva e do vento forte com rajadas que podem chegar aos 110 quilómetros por hora nas terras altas.

O IPMA emitiu também aviso amarelo para toda a costa portuguesa por causa da previsão de agitação marítima forte com ondas de 4 a 5 metros.

“Para amanhã [sábado] está prevista descida da temperatura de 2 a 5 graus. Vamos ter um ar polar associado a um pós-frontal. Estão previstos aguaceiros, em especial nas regiões do norte e centro, que poderão ser de neve acima dos 1.300/1.500 metros”, disse.

No domingo, segundo Maria João Frada, as temperaturas vão estar mais amenas, devendo as máximas variar entre os 14 e os 18/19 graus, sendo inferiores na região da Serra da Estrela.

“No domingo e segunda-feira volta uma nova ondulação frontal com ar mais quente e voltam a subir as temperaturas”, indicou.

Segundo a meteorologista, a tendência para a próxima semana é de continuação da chuva.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) recebeu entre as 00h00 e as 08h30 de hoje 65 ocorrências de norte a sul do país devido à chuva forte, sendo o distrito do Porto o mais afetado.

“Tivemos um total de 65 ocorrências nos 18 distritos de Portugal continental. O Porto foi o mais afetado com 11 ocorrências, seguido de Coimbra com nove e Leiria com oito”, disse à agência Lusa o major Manuel Cordeiro, da ANEPC).

Segundo o major Manuel Cordeiro, das ocorrências registadas, 35 são quedas de árvores e 10 quedas de estruturas (andaimes e placards).

Foram também registadas algumas ocorrências relacionadas com pequenas inundações.

Nas operações estiveram envolvidos 226 operacionais, com o apoio de 85 veículos.

“O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu aviso amarelo para quase todo o país por causa da chuva, mas está preocupado com Lisboa. Há a possibilidade de até às 10:00 podermos ter precipitação de 10 a 20 milímetros numa hora”, disse.

O IPMA prevê para hoje no continente períodos de chuva persistente e por vezes forte e acompanhada de ventos que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas.

Em Oliveira do Hospital, as temperaturas variam hoje entre os 8 e os 14 graus.

Previous Celorico da Beira planta duas mil árvores junto do Parque Industrial
Next Arganil promove Seminário "Boas práticas e economia circular no setor têxtil

Artigos Relacionados

Última Hora

PJ deteve homem que simulou o próprio rapto no Sabugal

Um homem de 47 anos foi detido pela Polícia Judiciária depois de ter simulado o seu próprio rapto na localidade do Sabugal, no distrito da Guarda.

Região

Município de Arganil apresentou ferramenta digital

A Câmara Municipal de Arganil prepara-se para implementar o E-Paper, a aplicação informática de modernização administrativa aplicada ao processo de Licenciamento de Obras Particulares.

Informação

Viseu: Edifícios históricos vão ser fotografados para caracterização do património

Cerca de 500 edifícios do centro histórico de Viseu vão estar, no sábado, na mira das objetivas fotográficas de 180 profissionais e estudantes de todo o país, …

Região

Politécnico da Guarda integra Rede para Salvaguarda da Dieta Mediterrânica

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) é uma das 19 instituições que integra a Rede das Instituições de Ensino Superior para a Salvaguarda da Dieta Mediterrânica (RIESDM), criada no passado

Última Hora

Número de feridos em incêndios de Pedrógão e Góis sobe para 254

A Proteção Civil fez um novo balanço dos feridos nos incêndios de Pedrógrão e Góis já dominados que subiram para 254.

Informação

GNR reforça patrulhamento para umas “férias tranquilas”

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar este fim de semana o patrulhamento e apoio em todo o território nacional, com especial atenção nas praias,…

Informação

Semana da Gastronomia em Oliveira do Hospital de 3 a 11 de março

No âmbito da Festa do Queijo Serra da Estrela, que se realiza nos dias 10 e 11 de março, no Largo Ribeiro do Amaral, Oliveira do Hospital promove mais uma

Informação

Estudantes de Oliveira do Hospital insistem na remoção de amianto

A Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital insiste na necessidade de remover os materiais com amianto da sede do agrupamento, pedindo a intervenção do primeiro-ministro,

Informação

Personalidades e alunos distinguidos nas comemorações do Feriado Municipal de Seia

A Câmara Municipal de Seia distinguiu ontem, no Feriado Municipal, alunos e pessoas e entidades que se notabilizaram…

Nacional

Ensino superior: Número de candidatos à primeira fase aumentou 3,4%

O número de candidatos à primeira fase de acesso ao ensino superior aumentou 3,4% este ano, em relação a 2018, anunciou hoje o Gabinete do Ministério da Ciência, Tecnologia e

Informação

Idoso morre em incêndio no Sabugal

Um homem foi hoje encontrado morto na zona onde deflagrou um incêndio florestal, na área da freguesia de Santo Estevão e Moita, no concelho do Sabugal, disseram à agência Lusa fontes da proteção civil e da GNR.

Destaque

Oliveira do Hospital “mais digital” com criação de “zonas de acesso livre à internet”

A cidade de Oliveira do Hospital vai passar a ser “mais digital” com a implementação de hotspots, zonas de acesso livre à internet sem fios.