Mar destrói dunas e passadiços na Praia de Mira

Mar destrói dunas e passadiços na Praia de Mira

image_pdfimage_print

O mar avançou nas últimas horas sobre o Bairro Norte da Praia de Mira, destruindo defesas das dunas e passadiços de recreio, a cerca de 40 metros das casas, confirmaram os serviços de Proteção Civil.

O mar agitado está “a comer a duna”, segundo a descrição do presidente da câmara de Mira, Raul Almeida, que está no local acompanhado por técnicos municipais da Proteção Civil e da Administração da Região Hidrográfica do Centro. A situação está a ser também monitorizada pela Agência Portuguesa do Ambiente.

O mar violento, com vagas de grande altura e extensão, está a desfazer a base do cordão dunar naquela zona, arrastando os chamados “big-bags”, que ali foram colocados há meia dúzia de anos para solidificar as dunas.

omo o nome indica, os “big-bags” são sacos de areia compactada, de grandes dimensões, enterrados na base das dunas para contrariar a erosão e solidificar a costa arenosa.

A agência Lusa constatou no local que a força do mar arrastou os “big-bags”, espalhando-os na zona de rebentação. O areal praticamente desapareceu na ponta norte do Bairro Norte. Também parte dos passadiços foram arrastados pelas águas. Apesar da proximidade das águas não há, para já, casas em perigo, relata o autarca.

“Temos de monitorizar o que está a acontecer e responder às situações urgentes. Mas é preciso haver consciência, sobretudo a nível governamental, que quando o mau tempo passar será preciso fazer obras que protejam os bens e as pessoas”, avisa Raul Almeida.

O litoral entre a Praia da Barra e a Praia de Mira é dos mais afetados do país pela erosão costeira. Nos últimos anos foram feitas diversas obras de proteção do sistema dunar entre Ílhavo e Mira.

Durante 2018 ficou concluída a 3.ª fase da Proteção e Recuperação do Sistema Dunar, através do Reforço do Cordão Dunar entre Ílhavo e Mira, consignada pela Polis Litoral – Ria de Aveiro.

Mais de 70% das obras foram realizadas no território do município de Mira, abrangendo o reforço de uma extensão de cerca de 3,4 quilómetros de duna, a colocação de cerca de dez quilómetros de paliçadas e a plantação de cerca de 500 mil espécies vegetais.

Ficou também concluído o desassoreamento da Barrinha de Mira, cujos inertes foram usados para reforçar a orla.

A Polis Litoral Ria de Aveiro – Sociedade de Requalificação e Valorização da Ria de Aveiro, SA, é uma entidade de capitais exclusivamente públicos, com maioria do Estado (56%), que tem como missão a operacionalização da intervenção de requalificação e valorização da Ria de Aveiro.

lusa.pt

Previous Estradas na Serra da Estrela encerradas devido à queda de neve
Next Depressão “Helena” provoca queda de árvores e deslizamento de terras em Oliveira do Hospital

Artigos Relacionados

Nacional

Previsão de chuva, vento e descida das temperaturas nos próximos dias

A chuva, o vento e a descida das temperaturas estão de regresso a Portugal continental devido à passagem de sucessivas superfícies frontais a norte da Península Ibérica.

Informação

Salsicharia da Beira Serra distinguida com o selo PME Excelência 2017

A empresa Salsicharia da Beira Serra, localizada na zona industrial de Oliveira do Hospital, que se dedica à produção artesanal de produtos de fumeiro, …

Politica

João Paulo Albuquerque encara derrota “com uma certa mágoa”

O candidato derrotado nas eleições em Oliveira do Hospital admitiu ontem à noite que é “com uma certa mágoa” que olha para o desfecho das autárquicas no concelho,…

Informação

” Encontro Distrital de Boas Práticas de Cidadania, Igualdade e Não Discriminação” realiza-se em Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital vai ser palco do III Encontro Distrital de Boas Práticas de Cidadania, Igualdade e Não Discriminação, …

Programas

Daniela Simões é convidada do Espaço BLC3- Ciência no Interior

Em mais um Espaço BLC3 – Ciência no Interior, a conversa hoje acontece com Daniela Simões , que integra a equipa de “Suporte Geral à Investigação”.

Informação

Associação de Vítimas pondera avançar com ação coletiva contra o Estado

Luís Lagos, presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP), anunciou, ontem, a “intenção de colocar uma ação coletiva contra o Estado”…

Nacional

Temperaturas sobem hoje mas chuva regressa amanhã

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o céu hoje vai apresentar-se geralmente pouco nublado, com neblina ou nevoeiro matinal sobretudo nas regiões Norte e

Informação

“Missão Sorriso” premiou projeto SER da UCC Pinheiro dos Abraços

A Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Pinheiro dos Abraços viu, hoje, o seu mérito reconhecido pela Missão Sorriso-Continente, que atribuiu um prémio de mais de 25 mil Euros ao projeto

Última Hora

Proteção Civil regista mais de 50 ocorrências em vários distritos devido ao mau tempo

Mais de 50 ocorrências relacionadas com quedas de árvore e estruturas, movimento de massas e inundações foram registadas em vários distritos do continente pela Proteção Civil entre as 00h04 e

Última Hora

Vários concelhos do país em risco muito elevado de incêndio

Sete concelhos dos distritos de Faro, Guarda e Bragança apresentam hoje risco muito elevado de incêndio.   De acordo com o IPMA, em risco muito elevado de incêndio…

Cultura

“Fátima. A (des)construção do mito” é o novo livro de Luís Filipe Torgal. Apresentação vai ter lugar no Agrupamento de Escolas

O Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital acolhe, no dia 26 de janeiro, pelas 18h00, a sessão de lançamento do novo livro de Luís Filipe Torgal: ““Fátima. A (des)contrução

Informação

“Qualidade de Ouro” para praia fluvial de Alvôco de Várzeas

A praia fluvial de Alvôco de Várzeas integra o grupo de 390 praias portuguesas com a classificação “Qualidade de Ouro” atribuída pela associação ambientalista Quercus.