Mais de 500 pessoas morreram nas estradas portuguesas em 2017

Mais de 500 pessoas morreram nas estradas portuguesas em 2017

Mais de 500 pessoas morreram no ano passado nas estradas portuguesas, segundo dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), que indicam também um aumento dos acidentes rodoviários e dos feridos graves em relação a 2016.

De acordo com os números disponibilizados no ‘site’ da ANSR, que contabilizam a última semana de 2017 e têm dados acumulados de todo o ano, morreram nas estradas portuguesas 509 pessoas, mais 64 do que em 2016 (12,5%).

Foram registados 130.157 acidentes nas estradas (127.210 em 2016) e 2.181 feridos graves (2.102).

Os dados da ANSR, que se referem a Portugal continental e são ainda provisórios, indicam que dos acidentes resultaram no ano passado 41.591 feridos ligeiros, contra os 39.121 registados no ano anterior.

Só na última semana do ano (entre 22 e 31 de dezembro) foram registados pelas autoridades 15 vítimas mortais e 56 feridos graves.

Os dados acumulados do ano indicam que o distrito com mais acidentes registados foi o de Lisboa (26.698), seguido do Porto (23.606), Braga (10.980), Faro (10.752), Aveiro (10.416) e Setúbal (10.147).

O Porto lidera em número de vítimas mortais, com 68 registadas em 2017, seguido dos distritos de Setúbal (56), Lisboa (51), Aveiro (44) e Santarém (43).

Já o distrito com mais feridos graves registados em 2017 nas estradas portuguesas foi Lisboa (311), seguido de Faro (192), Setúbal (189), Santarém (186) e Porto (170).

Segundo anunciou em dezembro o ministro da Administração Interna, o Governo quer já no início deste ano definir objetivos para reduzir a sinistralidade rodoviária e refletir sobre qual a intervenção necessária nos atropelamentos, álcool e acidentes com motociclos, os três principais fatores de risco.

Para o ministro, Portugal tem números “absolutamente inaceitáveis de atropelamentos nas áreas urbanas”, sendo necessário “identificar as causas e circunstâncias e agir sobre elas”.

Previous Quinze distritos sob aviso amarelo devido ao vento, chuva e neve
Next Assembleia Municipal aprovou voto de pesar pelos 12 mortos no incêndio de outubro

Artigos Relacionados

Informação

Guarda: Encontrado cadáver carbonizado no interior de carro que ardeu

Foi encontrado, esta manhã, um cadáver carbonizado no interior de um carro que ardeu em Pousadinhas, na Guarda.

Última Hora

Conheça o calendário desportivo de fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) e a Associação Desportiva Nogueirense estão de regresso à competição, depois do Campeonato Nacional ter estado interrompido para se realizaram jogos a contar

Sociedade

Utentes desesperam por consulta no SAP do Centro de Saúde de Oliveira Hospital

Dezenas de utentes, entre os quais crianças, desesperam por uma consulta no Serviço de Atendimento Permanente (SAP) do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital.

Cultura

Oliveira do Hospital fez forte promoção da Festa do Queijo em Lisboa

Realizou-se hoje em Lisboa uma forte ação de promoção da Festa do Queijo de Oliveira do Hospital e de valorização do Queijo Serra da Estrela.

Sociedade

Saúde: Atividade gripal está a aumentar

A atividade gripal, que se manteve baixa até à primeira semana deste mês, está agora com tendência crescente, …

Região

Músico desaparecido tem ligações familiares a Oliveira do Hospital (com vídeo)

O baixista da banda Sean Riley & The Slowriders, Bruno Simões, continua desaparecido desde a madrugada de quinta-feira passada….