Luís Lagos quer “dar voz” às vítimas do incêndio e nega aproveitamento político

Luís Lagos quer “dar voz” às vítimas do incêndio e nega aproveitamento político

Luís Lagos, porta voz da Associação de Apoio às Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal afirmou, hoje, na Rádio Boa Nova que…

… diante da tragédia resultante dos incêndios de 15 de outubro, se impunha a criação de uma associação que dê “voz”  e não deixe esquecidas as populações afetadas pelo fogo.

A pedir “respeito” pelas 45 vítimas mortais do fogo – só no concelho de Oliveira do Hospital, de onde é natural, morreram 12 pessoas – Luís Lagos assegura que enquanto porta voz da associação não se irá calar. O objetivo é o de conseguir os apoios que “são justos” para todos quantos perderam os seus bens por ocasião do trágico incêndio.

Também vítima do incêndio, depois de a empresa de construção a que está familiarmente ligado ter sido fortemente atingida pelo fogo, Luís Lagos não deixa de particularizar o concelho de Oliveira do Hospital que se encontra em situação de “emergência municipal”. Reunir com o presidente da República a quem já solicitou uma audiência é uma das primeiras iniciativas da Associação, que está ao lado das populações, mas também dos empresários e dos agricultores. Não se conforma, por isso, com comparticipações de 85 por cento para as empresas e de apenas 50 por cento para os agricultores.

Diante de uma tragédia incomparável à de Pedrogão, no que à devastação de território diz respeito, Luís Lagos recusa-se a aceitar que o governo ative a portaria 254/2017, que “condena” as empresas que a esta altura estejam impossibilitadas de prosseguir a atividade, e que deita por terra o que resultou do Conselho de Ministros Extraordinário e que passava por o governo assegurar salários de pelo menos três meses.

Situações que Luís Lagos, através da Associação que reúne vítimas de toda a região afetada, espera ver acautelados. Não esperava o conhecido oliveirense que, quer o próprio, quer os demais envolvidos na Associação fossem objeto de contestação e acusados de aproveitamento político. Na Rádio Boa Nova, Lagos lembra que na hora em que assumiu liderar a Associação decidiu entregar o cartão de militante do CDS-PP e deixar de liderar cargos políticos como é o caso da Distrital do partido. Ontem, e na sequência de publicações nas redes sociais, o dirigente viu-se forçado a um esclarecimento para assegurar que não será candidato à Câmara, nem a deputado nas próximas eleições.

Neste processo, Luís Lagos tem a registar a “grande dimensão” do presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, com quem já reuniu. O dirigente esclarece que a Associação não pretende questionar a liderança no concelho, que cabe ao autarca, nem nos restantes concelhos da região.

(Audio indisponível temporariamente)

Previous Ministro da Saúde desloca-se amanhã a Oliveira do Hospital
Next Jovens lançam corrente de positivismo em Oliveira do Hospital

Artigos Relacionados

Informação

Tábua adere ao Programa Abem: Rede Solidária do Medicamento

O Município de Tábua assinou com a Associação Dignitude, um protocolo de adesão ao Programa Abem: Rede Solidária do Medicamento, que tem como objetivo…

Última Hora

“Benjamim Tenis Tour” em Oliveira do Hospital

No próximo sábado, dia 25 de junho, irá decorrer nos courts de ténis Municipais de Oliveira do Hospital, mais uma edição do Torneio de Ténis Sub 10 Benjamim Ténis Tour.

Informação

Sete distritos do continente sob aviso amarelo devido à chuva e trovoada

Sete distritos do continente estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros, granizo e trovoada, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Região

Chuva forte e trovoada a Norte em dia cinzento por todo o país

Os distritos de Viana do Castelo e Braga estão sob aviso amarelo devido à previsão de chuva, que pode ser forte e acompanhada de trovoada. No resto do país, o

Última Hora

Benfica 5 – AA Coimbra 1 | Benfica vence a Taça de Portugal – Seniores Feminino em Hóquei em Patins

Benfica e AA Coimbra defrontaram-se na final da Taça de Portugal em Hóquei em Patins – Seniores  Femininos SL BENFICA  –  5 AA COIMBRA – 1 Uma partida disputada com

Última Hora

Detido sapador florestal suspeito de atear fogo na Covilhã

A Polícia Judiciária deteve sapador florestal suspeito de ter ateado o incêndio que começou ontem em Erada, na Covilhã.

Última Hora

Região: PJ deteve suspeito de abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, deteve um suspeito da prática de crime de abuso sexual de crianças, ocorrido na zona de Leiria.

Região

Município de Penacova requalifica Parque Municipal

A Câmara Municipal de Penacova, com base na ação de regeneração urbana, está a executar a Requalificação do Parque Municipal, situado no centro urbano da Vila de Penacova.

Última Hora

Espetáculo de Ricardo Araújo Pereira deslocalizado para o Pavilhão Serafim Marques

O espetáculo solidário  “Uma conversa sobre assuntos”, de Ricardo Araújo Pereira, agendado para o próximo sábado, dia 14 de abril, às 21h00, vai realizar-se no Pavilhão Serafim Marques, em São

Última Hora

Seia entregou primeiros cartões da Rede Solidária do Medicamento

A Câmara Municipal de Seia entregou, ontem, os primeiros cartões da Rede Solidária do Medicamento, ao abrigo do programa protocolado com a Associação Dignitude,…

Cultura

Tuna Cantares de Avô comemora 7º aniversário

A Tuna Cantares de Avô comemora no domingo, dia 23 de abril, o 7º aniversário com um programa cultural que vai ter lugar no Centro Cultural Vasco de Campos, a

Informação

Relatório contabiliza 48 mortos nos incêndios de outubro

A comissão técnica independente elevou para 48 o número de mortos nos incêndios de outubro, segundo o relatório entregue na Assembleia da República, quando estavam noticiados 46.