Limpeza de terrenos tem de estar concluída até 15 de março

Limpeza de terrenos tem de estar concluída até 15 de março

Todos os proprietários de terrenos localizados em espaços rurais têm até 15 de março para limpar o mato e podar árvores junto a casas isoladas, aldeias e estradas,… 

… evitando coimas por incumprimento, que variam entre 280 e 120.000 euros.

Repetindo-se os prazos e o valor das coimas aplicados em 2018, a novidade este ano é que as operações de limpeza das florestas, assim como ações de reflorestação e de adaptação florestal às alterações climáticas, vão ter benefícios fiscais em sede de IRC (Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas) e de IRS (Imposto sobre os Rendimentos de Pessoas Singulares), com uma majoração em 40% dos encargos.

De acordo com uma portaria do Governo, que se encontra em vigor desde 15 de fevereiro e que produz efeitos desde o início deste ano, a majoração abrange os encargos com as operações de defesa da floresta contra incêndios, a elaboração de planos de gestão florestal, as despesas de certificação florestal e de mitigação ou adaptação florestal às alterações climáticas para quem exerça atividade económica de natureza silvícola ou florestal e tenha contabilidade organizada.

Em relação aos prazos para limpeza de terrenos, à semelhança do que aconteceu em 2018, “os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edifícios inseridos em espaços rurais, são obrigados a proceder à gestão de combustível” até 15 de março, de acordo com o Regime Excecional das Redes de Faixas de Gestão de Combustível, inserido no Orçamento do Estado para 2019 e que introduz alterações à lei de 2006 do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios (SNDFCI).

Assim, os proprietários (públicos e privados) são obrigados a proceder à limpeza do mato numa “largura não inferior a 50 metros” à volta de habitações ou outros edifícios e numa “largura mínima não inferior a 100 metros” nos terrenos à volta das aldeias, parques de campismo, parques industriais, plataformas de logística e aterros sanitários.

Nos terrenos à volta das aldeias, os proprietários têm ainda de limpar as copas das árvores quatro metros acima do solo e mantê-las afastadas pelo menos quatro metros umas das outras, bem como cortar todas as árvores e arbustos a menos de cinco metros das casas e impedir que os ramos cresçam sobre o telhado.

Para as entidades responsáveis pela rede viária, rede ferroviária, linhas de transporte e distribuição de energia elétrica e rede de transporte de gás natural, os trabalhos de gestão de combustível “devem decorrer até 31 de maio”.

Em caso de incumprimento dos prazos estabelecidos, todos os proprietários e entidades ficam sujeitos a processos de contraordenação, com coimas.

Segundo a lei do SNDFCI, as multas podem variar entre 140 euros e 5.000 euros, no caso de pessoa singular, e de 1.500 euros a 60.000 euros, no caso de pessoas coletivas, mas este ano voltam a ser “aumentadas para o dobro”, devido à aplicação do Regime Excecional das Redes de Faixas de Gestão de Combustível. Assim, a multa mínima será de 280 euros e a máxima de 120.000 euros.

“Até 31 de maio de 2019, as câmaras municipais garantem a realização de todos os trabalhos de gestão de combustível, devendo substituir-se aos proprietários e outros produtores florestais em incumprimento, procedendo à gestão de combustível prevista na lei, mediante comunicação e, na falta de resposta em cinco dias, por aviso a afixar no local dos trabalhos”, lê-se no diploma do Orçamento do Estado.

Neste âmbito, os proprietários são obrigados a permitir o acesso aos seus terrenos e a ressarcir a Câmara Municipal do valor gasto na limpeza.

Para a realização dos trabalhos de gestão de combustível, os municípios e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) “podem recorrer ao procedimento de ajuste direto” até aos limiares previstos legalmente.

Tal como em 2018, o Governo vai criar uma linha de crédito, no montante total de 50 milhões de euros, “para exclusiva aplicação em subvenções reembolsáveis aos municípios para despesa com as redes secundárias de faixas de gestão de combustível”.

Previous Oliveira do Hospital acolhe sessão de esclarecimento sobre Programa de Apoio à Ação Cultural
Next Região: Unidade de Ação Fiscal da GNR desmantelou rede de contrafação

Artigos Relacionados

Informação

Sabugal: Detido suspeito de atear fogo

A GNR deteve, na segunda-feira, um homem de 63 anos de idade, no concelho do Sabugal, Guarda, por suspeita de ter ateado um incêndio florestal.

Destaque

ASAE apreende mais de nove toneladas de produtos cárneos e pescado em Oliveira do Hospital e Leiria

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou três processos de contraordenação a entrepostos frigoríficos, …

Sociedade

Município de Oliveira do Hospital apoia famílias com Complemento Alimentar Natalício

O Município de Oliveira do Hospital apoia, também nesta quadra natalícia, as famílias mais carenciadas do concelho com a atribuição do “Complemento Alimentar Natalício”.

Informação

“Apesar de tanta desgraça, estamos todos aqui a comemorar os 96 anos desta Associação”

A realização de um minuto de silêncio pelas vítimas mortais da tragédia de outubro marcou, ontem, a comemoração do 96º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira Hospital

Informação

Marcelo Rebelo de Sousa em Gouveia para acompanhar processo de recuperação após incêndio

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visita hoje, dia 21 de maio, o concelho de Gouveia, para acompanhar a evolução do processo de recuperação que se iniciou na

Região

Greve dos enfermeiros: blocos fechados e cirurgias canceladas em Viseu e Tondela

A greve convocada pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) está a ter uma adesão de 67% no hospital de Viseu e de 90% no hospital de Tondela.

Região

IP justifica demora no arranjo da Estrada da Beira com o mau tempo

A Infraestruturas de Portugal não avança com uma data para a conclusão das obras de requalificação da Estrada da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital. Ao jornal online Notícias

Sociedade

Ambiente e acessibilidades marcam arranque da EXPOH

Já está inaugurada a EXPOH 2016. O arranque da Feira Regional de Oliveira do Hospital ficou marcado pelos avanços do município na área do ambiente e …

Última Hora

Plano Municipal para a Igualdade cumprido com sucesso em Oliveira do Hospital

As comemorações do Dia Municipal para a Igualdade, que se desenrolaram entre 18 e 24 de junho em Oliveira do Hospital, terminaram com uma mesa redonda…

Cultura

Orquestra Clássica do Centro dá concerto em Oliveira do Hospital com Bandas Filarmónicas da Região de Coimbra

No dia 1 de fevereiro, sexta-feira, às 21h30, a Orquestra Clássica do Centro (OCC) convida músicos de várias Bandas Filarmónicas dos municípios de Coimbra, Mealhada e Oliveira do Hospital…

Região

Região: Mulher detida por suspeita de fogo posto

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de uma mulher, suspeita de ao final da tarde de ontem ter ateado um incêndio num terreno agrícola composto por mato e silvas,

Região

Leiria: Detido presumível autor de incêndio

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, no desenvolvimento de imediatas investigações esclareceu, identificou e deteve o presumível autor do incêndio,…