Lesados dos fogos querem 100 milhões de euros no OE para ajudar regiões afetadas

Lesados dos fogos querem 100 milhões de euros no OE para ajudar regiões afetadas

image_pdfimage_print

O Movimento de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões defendeu, ontem, a inclusão de 100 milhões de euros no Orçamento do Estado para ajudar a recuperar agricultura, …

… floresta e habitações afetadas pelos fogos de outubro de 2017.

“Já é tarde, mas ainda viria a tempo de poder ajudar a que a economia do interior pudesse vir a ter alguma vida diferente da que tem”, afirmou o responsável, que falava aos jornalistas numa conferência de imprensa, em Coimbra.

Na conferência, Fernando Tavares Pereira voltou a exigir ao Governo para que reabra as candidaturas aos apoios na agricultura, considerando que há milhares de produtores que ficaram de fora das ajudas estipuladas pelo Estado.

Segundo a MAAVIM, houve 30 mil declarações de prejuízos, mas apenas 25 mil receberam apoios. Para além dessa questão, o movimento voltou a alertar para outros problemas nos apoios à agricultura, que também têm sido relatados por produtores à agência Lusa, nomeadamente a atribuição de valores abaixo do preço de mercado por material que necessita de ser reposto, o que leva a que candidaturas possam chegar a ter “cortes de 70%”.

Luís Brito, produtor afetado do concelho de Oliveira do Hospital, também presente na conferência de imprensa, acusou o Ministério da Agricultura de agir “de má fé”, sublinhando que as pessoas “foram esquecidas e abandonadas”. “A justiça tem que ser reposta. É uma região muito grande, foram 200 mil hectares que arderam quase de forma contínua e o ministro abandonou-nos completamente”, realçou. Os incêndios de outubro de 2017, que atingiram sobretudo a região Centro, provocaram pelo menos 50 mortos, além da destruição de centenas de casas, empresas, infraestruturas e vasta área florestal.

com:lusa.pt

Previous Massa de ar polar chega na sexta-feira
Next António Costa desloca-se hoje a Nelas para assinar contrato de investimento na Luso Finsa

Artigos Relacionados

Última Hora

Chefe da PSP de Coimbra condenado a dois anos e meio de prisão efetiva por violência doméstica

O chefe da PSP de Coimbra, Luís Ribeiro, foi esta segunda-feira condenado a uma pena efetiva de dois anos e meio de prisão por violência doméstica.

Última Hora

Região: Estado condenado por discriminar Mação no acesso a fundos europeus

A juíza do Tribunal de Leiria, Ana Reina Couto, considerou que o Estado discriminou a autarquia de Mação no que diz respeito à atribuição …

Desporto

Confira os resultados desportivos do fim-de-semana

A 21ª jornada da Série C do Campeonato Nacional resultou em empate para a Associação Desportiva Nogueirense e para o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH).

Sociedade

José Canita apresenta “Quem tem Coragem” na Biblioteca de Oliveira do Hospital

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital acolhe, no próximo sábado, 10 de setembro, pelas 16h00, a apresentação do livro “Quem tem coragem” de José Canita.

Informação

Secção Regional da Ordem dos Médicos quer mais especialistas para as maternidades de Coimbra

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), Carlos Cortes, solicitou mais médicos especialistas em ginecologia e obstetrícia para as maternidades de Coimbra, por considerar que

Sociedade

Educação Ambiental: A eficiência energética

A eficiência energética é tema de mais um programa de Educação Ambiental num projeto conjunto do Município de Oliveira do Hospital e Rádio Boa Nova.

Informação

Projeto “Anos incríveis” capacita pais na educação dos seus filhos (com vídeo)

O concelho de Oliveira do Hospital foi palco do programa “Anos Incríveis” que, no período de 14 semanas, duas horas por semana,…

Última Hora

Deputada do PCP preocupada com fecho do SAP em Oliveira do Hospital

A deputada do PCP na Assembleia da República, Ana Mesquita, mostrou-se ontem preocupada com o fecho do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital

Informação

Portugal é o país que mais arde na zona do Mediterrâneo, revela relatório da WWF

Portugal é o país que mais arde na zona do Mediterrâneo, tendo na última década quase o dobro dos incêndios e a maior área ardida entre seis países desta região,

Última Hora

S. Gião: Observação noturna de estrelas “Moutain Sky View” no próximo sábado

O Município de Oliveira do Hospital, em parceria com as Aldeias de Montanha e a Junta de Freguesia de São Gião, promovem no próximo sábado, 1 de dezembro,…

Região

Sinistralidade: 15 detenções, 955 infrações e 89 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, 18 a 25 de dezembro, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a fiscalização

Informação

Bebé nasce em ambulância dos Bombeiros de Lagares da Beira a caminho da maternidade

Um bebé nasceu hoje numa ambulância da Corporação dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira, a caminho para a maternidade Daniel de Matos, em Coimbra.