Incêndios: “Pretendo avançar para os tribunais porque tem que haver justiça” (com vídeo)

Incêndios: “Pretendo avançar para os tribunais porque tem que haver justiça” (com vídeo)

Luís Miguel Falcão de Brito, produtor agrícola e florestal de Oliveira do Hospital, registou um prejuízo de mais de um milhão de Euros no grande incêndio,…

…mas até agora não recebeu um cêntimo de apoio. Apesar de “maltratado e humilhado”, o produtor diz ter ainda forças para “exigir justiça”.

O grande incêndio de 15 de outubro reduziu a cinzas 30 hectares de olival e cerca de 70 hectares de floresta. Perdeu várias casas, embora só uma estivesse habitada (de renda), muitos arrumos agrícolas e armazéns. À Rádio Boa Nova, Luís Miguel assegura que o prejuízo “é muito acima de um milhão de Euros”. Agora, passado quase um ano após o incêndio, garante que não teve “um único cêntimo de ajuda”.

Rosto da empresa de que fazem parte a mãe e a irmã, Luís Miguel Falcão de Brito ainda avançou com uma candidatura para recuperação de metade do olival que perdeu, num valor de 120 mil Euros. Em fase de processo, o montante desceu para “30 e tal mil Euros e nem isso foi sequer aprovado”. Agora, desanimado, o produtor diz que pretende “desistir do projeto”.

Um ano após o grande incêndio “não houve nenhum tipo de ajudas, não há diálogo, nem respostas do ministério da Agricultura”. Luís Miguel confessa-se “maltratado e humilhado”, mas com “forças” para “exigir justiça”. “Tem que haver justiça”, insiste o produtor lesado que, à Rádio Boa Nova, disse que pretende “avançar para os tribunais”, seja a título individual ou coletivo, porque há outros em situação semelhante à sua.

Diante de tamanha devastação, tem valido a Luís Miguel Falcão de Brito a sua participação no projeto Azeites do Cobral, de que é sócio gerente. “Tudo à volta ardeu. Isto salvou-se”, referiu o empresário que a esta altura está “apostado fortemente neste projeto” e em ganhar maior expressão no mercado externo.

Luís Miguel Falcão de Brito mostra-se cético quanto à recuperação da agricultura e da floresta na região. “Os únicos movimentos que eu vejo é de plantação de eucaliptos”, refere, responsabilizando o governo pela ausência de uma política florestal para esta região do país. “Eu não vou fazer absolutamente nada (replantação). É um risco demasiado grande, sem uma política florestal definida que nos proteja de novos incêndios”, conclui.

Previous GNR realiza operação “Peregrinação Segura 2018”
Next Oliveira do Hospital comemora Feriado Municipal no dia 7 de outubro

Artigos Relacionados

Programas

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 28 de abril, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 26.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Região

Marchas Populares desfilam em Seia na noite de São João

Na noite de São João, a 23 de junho, Seia volta a encher-se de cor e alegria com as tradicionais Marchas Populares. Este ano serão cinco as marchas …

Última Hora

Rita Pontes, investigadora na área das biorrefinarias, é a convidada do Espaço BLC3- Ciência no Interior

Em mais um Espaço BLC3 – Ciência no Interior, a conversa hoje acontece com a jovem Rita Pontes, investigadora no ramo das biorrefinarias.

Informação

Estradas na Serra da Estrela cortadas devido à queda de neve

Algumas das estradas de acesso ao maciço central da Serra da Estrela foram hoje cortadas devido à queda de neve e às condições climatéricas adversas.

Região

EPTOLIVA novamente distinguida na 12ª Mostra Nacional de Ciência

Com o projeto “NATURALMENTE – Etnobotânica da Beira Serra e Empreendedorismo” na área científica de Bioeconomia, desenvolvido pelos alunos: Rute Pegado, Andreia Dias e…

Última Hora

Aveiro: Jovem de 23 anos morre após colisão contra árvore

Um jovem de 23 anos morreu na madrugada de hoje em Aveiro, na sequência do despiste de uma viatura ligeira.

Informação

Rio de Mel, em S. Gião, foi eleita “Aldeia dos Sonhos”

A aldeia de Rio de Mel, na freguesia de S.Gião, foi eleita “Aldeia dos Sonhos” pela Fundação Inatel. O reconhecimento resulta de candidatura apresentada pelo Município de Oliveira do Hospital.

Última Hora

Arganil promove esclarecimento sobre a Estratégia para a Floresta e o Território

No âmbito da Estratégia para a Floresta e para o Território, que se encontra a ser desenvolvida pelo Município de Arganil, terão lugar três sessões de esclarecimento, …

Última Hora

“A EXPOH foi um sucesso, sendo sobretudo um ponto de encontro”

Milhares de visitantes passaram pela EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital que, ontem, terminou no Parque do Mandanelho. Ainda a avaliar a afluência de visitantes que “melhorou”,…

Informação

João Paulo Pombo Albuquerque é o candidato do PSD à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital

O engenheiro, de Ervedal da Beira, foi o escolhido pela Comissão Política do PSD de Oliveira do Hospital para ser candidato à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.

Sociedade

Município de Oliveira do Hospital lança concurso “Postal de Natal Digital”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital lança, uma vez mais, o desafio aos alunos do concelho de Oliveira do Hospital para a elaboração do “Postal de Natal Digital”,…

Última Hora

Centro Hospitalar de Coimbra com nova técnica cirúrgica

O serviço de Ortopedia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) iniciou um novo programa de artroplastias totais da anca através da utilização de uma técnica cirúrgica inovadora, desenvolvida