Incêndio em habitação em Gavinhos de Cima deixou único morador desalojado

Incêndio em habitação em Gavinhos de Cima deixou único morador desalojado

image_pdfimage_print

Um homem, com 60 anos, ficou ontem à noite desalojado, na sequência de um incêndio na sua habitação, em Gavinhos de Cima, no concelho de Oliveira do Hospital.

O alerta foi dado aos bombeiros de Oliveira do Hospital perto das 20h00 e o incêndio foi dado como extinto cerca das 20h30, seguindo-se os trabalhos de rescaldo. Em declarações à Rádio Boa Nova, Emídio Camacho, comandante dos bombeiros de Oliveira do Hospital adiantou que o fogo teve início numa salamandra/recuperador.

O incêndio teve início na zona do sótão e telhado da habitação, ao que tudo indica, provocado pela chaminé do recuperador de calor, localizado na sala da habitação. A estrutura de madeira que suportava o telhado facilitou a propagação do fogo que, rapidamente, atingiu as restantes divisões do piso superior da habitação, com maiores danos na sala e cozinha.

Agostinho Neto da Silva, com 60 anos, era o único morador da casa e foi “um barulho” que o alertou para o sucedido. “Quando vim à porta, vi muito fumo que saía do sótão”, contou esta manhã à Rádio Boa Nova o proprietário da casa, referindo que “os fios da eletricidade é que tornaram mais rápida a propagação para as outras partes da casa”.

Logo que se apercebeu do fogo, Agostinho Silva saiu da habitação e pediu auxílio através do 112. O homem não ficou ferido pelo incêndio, mas foi ainda transportado ao serviço de urgência queixando-se de dores nas costas provocados pelo momento de aflição por que passou.

À Rádio Boa Nova Agostinho Silva queixa-se da demora do 112, verificando porém a prontidão dos bombeiros que vieram em 15 minutos. “Se não fosse terem chamado os bombeiros, tinha ardido ainda mais”, referiu.


O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, responsável máximo da proteção civil no concelho, esteve no local e acautelou o realojamento do homem, que foi acolhido por um irmão com residência em Gavinhos de Cima.

Esta manhã, no local, a proceder ao levantamento dos estragos na habitação, o comandante operacional da proteção civil, José Carlos Marques referiu à Rádio Boa Nova que a casa ficou “muito danificada”, sendo necessária uma intervenção no telhado e ao nível da placa. O responsável alertou para os perigos associados à utilização dos equipamentos de aquecimento, notando que ano após ano estas são situações que acontecem. “Apela-se à manutenção regular dos recuperadores e salamandras. Agora há um uso intensivo devido ao frio. Apela-se a cuidados redobrados para acautelar que estes problemas não voltem a acontecer”, referiu.


O incêndio não afetou habitações contíguas, mas gerou momentos de grande aflição entre os restantes moradores que ainda têm na memória o trágico incêndio que há três meses devastou o concelho oliveirense.

Previous Tondela decreta três dias de luto municipal após tragédia
Next Resultados desporto de fim-de-semana

Artigos Relacionados

Nacional

Incêndios: Número registado este ano foi 44% menor do que média da década

O número de incêndios florestais este ano registou uma queda de 44% em relação à média dos últimos 10 anos, anunciou hoje o ministro da Administração Interna, prometendo mais esforços

Última Hora

Paulo Rogério defende o “Renascer das Cinzas” na Feira do Queijo de Oliveira do Hospital

Apesar de ainda não ter recuperado o seu efetivo animal que perdeu no grande incêndio de 15 de outubro e de, a esta altura, estar a trabalhar apenas a “50

Região

Vereadores retiram competências a autarca de Nelas

Foram retiradas 20 das 47 competências atribuídas ao presidente da Câmara Municipal de Nelas. De acordo com o Jornal do Centro, Borges da Silva …

Última Hora

Resultados desportivos de fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) e a Associação Desportiva Nogueirense (ADN) jogaram, ontem, a 11ª jornada da Série C do Campeonato Nacional.

Última Hora

Mulher morre afogada num poço em Montemor-o-Velho

Uma mulher com cerca de 80 anos morreu hoje vítima de afogamento após cair para um poço no concelho de Montemor-o-Velho.

Destaque

Em Oliveira do Hospital, arrombamento com assalto, agressão e suspeita de tentativa de violação a mulher que vivia sozinha no Bairro João Rodrigues Lagos.

Foi encontrada hoje de manhã em casa, caída no chão, sozinha, ensanguentada, segundo testemunhas que a encontraram, muito mal tratada, uma mulher de 56 anos, após vizinhos se terem apercebido de situação

Destaque

EPTO FUTUROS: “Em Portugal estima-se que morram, por ano, seis mil pessoas à custa da poluição” alerta Francisco Ferreira

“Mobilidade com Ambiente” foi o grande tema de mais uma conferência EPTO FUTUROS, realizada ontem, que juntou especialistas da área…

Última Hora

Especialistas debatem em seminário “perturbação de hiperatividade com défice da atenção”

A Casa da Cultura César Oliveira, em Oliveira do Hospital, recebe no próximo dia 9 de setembro, a partir das 9h00, o seminário “Hiperatividade e Deficit de Atenção: dos mitos

Região

Pastor ferido com gravidade após queda em ravina em Seia

Um homem de 47 anos caiu, hoje, numa ravina em Póvoa Nova, no concelho de Seia, tendo sido acionado um meio aéreo para retirar a vítima do local.

Região

Município de Tábua premeia Desporto em Gala emotiva

O Município de Tábua premiou, no dia 19, atletas, dirigentes, equipas e associações desportivas na anual Gala do Desporto, que decorreu no Centro Cultural de Tábua.

Última Hora

Empresas: Auto Vanguarda no “topo” da reparação automóvel em Oliveira do Hospital

João Gouveia e Jorge Alves são os responsáveis pela Auto Vanguarda, uma oficina localizada na Zona Industrial de Oliveira do Hospital que procura estar no “topo” da reparação automóvel.

Informação

Desfile de Carnaval animou Seixo da Beira

Em dia de domingo gordo, cumpriu-se mais um desfile de Carnaval em Seixo da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital. A acontecer pelo terceiro ano consecutivo, a iniciativa é