Greve de funcionários fecha escolas em Oliveira do Hospital

Greve de funcionários fecha escolas em Oliveira do Hospital

image_pdfimage_print

A greve dos trabalhadores não docentes em protesto contra condições de trabalho, prevista para hoje, a nível nacional, levou ao fecho das escolas do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH).

Esta manhã, a grande afluência de alunos junto ao portão da escola sede do AEOH, era a prova da grande adesão à greve por parte dos funcionários.

Diante este cenário, Carlos Carvalheira, diretor do AEOH, em declarações à Rádio Boa Nova, afirmou que era uma “situação prevista pela parte da direção que já tinha enviado um recado aos Encarregados de Educação a alertar para esta situação”. Para além disso, houve um “trabalho articulado com a Câmara Municipal para disponibilizar os serviços de transportes de imediato”.

Segundo o responsável, a Escola da Ponte das Três Entradas “não chegou a abrir” e a escola sede, pelas 8h45, acabou por fechar. As restantes escolas pertencentes ao Agrupamento, de Lagares da Beira e Cordinha estão “parcialmente a funcionar”, uma vez que só a partir das 11h30/ 12h00 é que “serão acionados os transportes para deslocar os alunos para as suas terras”.

À Rádio Boa Nova, Carlos Carvalheira adiantou que também alguns Jardins de Infância estão encerrados.

“Logo de manhã não foram asseguradas as condições mínimas de abertura dos pavilhões e segurança da própria escola”, disse, acrescentando que, até os serviços de refeitório, assegurados por uma empresa, não avançaram “porque não veio nenhuma funcionária nos quatro refeitórios existentes”.

De acordo com o diretor, “até às 11h30, a situação estará resolvida na escola sede” e, nas escolas de Lagares e Cordinha, até às 13h00, a situação também estará completamente solucionada”.

Para Carlos Carvalheira, a greve é compreensível, nomeadamente pela falta de funcionários, o que se traduz numa sobrecarga para os restantes . “Nós temos vindo a aperceber-nos, cada vez mais, das dificuldades. Os assistentes operacionais são fundamentais para o bom funcionamento de um agrupamento de escolas. Tivemos algumas aposentações e temos assistentes que estão com atestado médico de longa duração, o que dificulta muito a gestão”, justificou.

À Rádio Boa Nova, o responsável adiantou que a direção “tem apelado para que sejam repostos todos os funcionários” mas, até agora, “não tem havido condições”.

“Eu não posso, por minha iniciativa, contratar nenhum funcionário. Tenho que pedir uma autorização ao Ministério da Educação para abrir um procedimento concursal. É uma situação que nos transtorna muito”, explicou.

Atualmente, o AEOH conta com cerca de 70 a 80 funcionários distribuídos por todas as escolas, contudo, para Carlos Carvalheira eram necessários mais dez funcionários para garantir um melhor funcionamento.

Segundo a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais que convocou a greve, estima-se uma adesão acima dos 85%.

Previous Temperaturas vão descer acentuadamente nos próximos dias.Chuva dá lugar ao frio
Next Arganil e Góis distinguidas como autarquias Mais Familiarmente Responsáveis 

Artigos Relacionados

Última Hora

Jovem ficou ferido em acidente durante festejos do “Tri” em Oliveira do Hospital

Um jovem sofreu, ontem à noite, ferimentos depois de embater de moto contra um poste de iluminação pública, no acesso à cidade de Oliveira do Hospital, quando festejava o “Tri”

Informação

Trotinetes elétricas chegam à cidade de Coimbra em março

A Câmara de Coimbra formalizou hoje um acordo com uma empresa para a instalação e operação de um sistema de partilha de trotinetes elétricas na cidade, que entrará em serviço

Educação

Município de Penacova entregou bolsas de estudo a alunos do ensino secundário e superior

A Câmara Municipal de Penacova atribuiu, em cerimónia realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, 24 bolsas de estudo a alunos do concelho que frequentaram o ensino secundário e

Última Hora

Viseu e Mangualde unem-se para criar ciclovia

As Câmaras de Viseu e Mangualde assinaram ontem, 26 de novembro, um acordo para desenvolverem um estudo prévio para a criação de uma ciclovia entre as duas cidades.

Última Hora

Município de Tábua entrega mais três habitações alvo de reabilitação após os incêndios

O Município de Tábua entrega amanhã, dia 8 de maio, mais três habitações que foram alvo de reabilitação, no âmbito do Programa de Reconstrução de Habitações Permanentes, destruídas pelos incêndios

Sociedade

Faleceu o pai de Célia Lourenço, colaboradora da Rádio Boa Nova

O pai da professora Célia Lourenço, coordenadora do programa “A Escola e o Meio” da Rádio Boa Nova, Vasco Lourenço, faleceu esta quarta feira, com 84 anos.

Última Hora

Prova nacional de patinagem artística amanhã em Seia

Seia recebe amanhã, dia 20 de junho, o Torneio Nacional de Benjamins de patinagem artística. O evento realiza-se…

Última Hora

Calendário desportivo de fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) disputa, no domingo, dia 17 de novembro, pelas 15h00, a 11ª jornada da Série C do Campeonato Nacional.

Informação

CISE promove caminhadas na Serra da Estrela e nas Aldeias de Montanha

O Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE), em Seia, vai realizar dois passeios pedestres no mês de abril para divulgar a riqueza natural e cultural da região.

Sociedade

Autoridade Tributária apresentou programa e fez homenagens em Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital foi o local escolhido pela Autoridade Tributária para a apresentação do programa “Partilha do Conhecimento Intergeracional na AT”, que aconteceu ontem à tarde na Casa da Cultura

Última Hora

PJ deteve casal suspeito de escravizar cidadão estrangeiro em Viseu

A PJ anunciou hoje a detenção, através da Diretoria do Centro,  de um homem e uma mulher pela presumível prática de um crime de tráfico de pessoas para fins de

Última Hora

Morreu capelão do Santuário de Fátima quando se preparava celebrar missa da tarde

O capelão do Santuário de Fátima, padre Carlos Silva, de 59 anos, morreu na terça-feira à tarde quando se preparava para celebrar a missa das 16h30, revelou o Santuário de