Governo só apoiou um décimo das segundas habitações atingidas pelas chamas em 2017
22 Maio, 2019 449 Views

Governo só apoiou um décimo das segundas habitações atingidas pelas chamas em 2017

image_pdfimage_print

No total, os grandes incêndios de 2017 destruíram mais de mil casas, a maioria na região Centro, mas a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro só recebeu candidaturas para reconstruir 90 habitações, revela a TSF.

Apenas quatro das cerca de 30 autarquias afetadas pelos grandes incêndios de 2017 concorreram ao programa do Governo para apoiar a reconstrução de segundas habitações.

Pampilhosa da Serra, Góis, Castanheira de Pera e Pedrógão Grande: foram as únicas autarquias que entregaram candidaturas à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro para ter acesso ao empréstimo do Fundo de Apoio Municipal (FAM) que permite comparticipar parte das obras de reconstrução das segundas habitações afetadas pelos fogos de 2017.

À TSF a CCDR do Centro confirmou que só deu luz verde à reconstrução de 90 destas casas, embora tenham ardido mais de mil em 2017. Na prática, apenas estas quatro câmaras aproveitaram o mecanismo de apoio criado pelo Governo através do recurso ao FAM, sendo o empréstimo contraído independente da dívida corrente dos municípios.

Em Santa Comba Dão arderam 140 casas, mas a câmara só recebeu seis candidaturas. O presidente Leonel Gouveia lembra que muitos proprietários não têm hipótese nem interesse em investir.

Também a câmara de Tondela, que recebeu 30 candidaturas num total de 150 casas afetadas, deixou passar a data. Apesar de o prazo oficial ter terminado a 30 de abril e ter sido alargado três vezes, o autarca José António Jesus diz que foi difícil cumprir as metas devido a questões burocráticas.

Ao contrário de outras autarquias, Oliveira do Hospital não se candidatou ao empréstimo para comparticipar a reconstrução das segundas habitações. O Presidente José Carlos Alexandrino diz que o orçamento municipal consegue suportar a despesa mas, caso precisasse, não teria recorrido porque o apoio do Governo tem poucas vantagens: “Nós não temos necessidade de ir ao FAM porque até teríamos hipótese de fazer endividamento com melhor taxa de juro na banca comercial.”

Depois dos incêndios de 2017, o primeiro-ministro tinha salientado a importância das segundas habitações para manter vivo o Interior do país, tendo em conta os vínculos sociais e económicos ao território.

Quase dois anos depois, o autarca de Arganil, Luís Paulo Lopes, lamenta que o mecanismo de apoio criado pelo Governo tenha “empurrado” a despesa para cima das câmaras e dos proprietários.

 

Previous Região: Acidente de viação provocou um morto
Next Região Centro absorveu 5 ,1 mil milhões de euros de fundos europeus

Artigos Relacionados

Última Hora

Marchas Populares  de Seia desfilam dia 2 de julho

As Marchas Populares não saíram no domingo, dia 23 ,  à rua, devido ao mau tempo que se fez sentir em Seia. O evento foi adiado…

Região

Região: Fogo em Alvaiázere que mobilizou oito meios aéreos está em fase de resolução

Cerca de três horas depois do alerta, o incêndio que deflagrou ao início da tarde em Alvaiázere, no distrito de Leiria, e que obrigou ao corte da A13, …

Informação

Oliveira do Hospital confecionou maior requeijão do mundo com 63,5 Kg. A iguaria foi servida com 26 Kg de doce de abóbora

Em Oliveira do Hospital repetiu-se, este ano, a iniciativa de confeção do maior requeijão do mundo. No último domingo, foi atingido um novo recorde, 63,5 quilos, mais 10 quilos do

Região

Mais 500 mil litros de água diários deverão chegar na próxima semana a Viseu através de comboio

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, disse hoje que deverão chegar de comboio, a partir da próxima semana, …

Última Hora

“Família e Menores” de regresso ao Tribunal de Oliveira do Hospital (com vídeo)

Os processos de Família e Menores vão passar a ser julgados no Tribunal de Oliveira do Hospital, que passa a ser designado Juízo de Competência Genérica, informou hoje o Ministério

Informação

Eptoliva promoveu palestra sobre energias renováveis

Integrada nos objetivos programáticos da disciplina de Tecnologias e Processos, do plano de estudos do curso profissional de Técnico de Manutenção Industrial/Mecatrónica Automóvel,…

Informação

Condeixa vence supertaça 2017-2018 da AFCoimbra, ao derrotar no prolongamento o FCOH por 2-1

Disputou-se este sábado no Estádio Sérgio Conceição em Taveiro – Coimbra, a Supertaça entre o vencedor do campeonato distrital Divisão de Honra, o FC O.Hospital e o vencedor da Taça

Última Hora

PJ deteve suspeito de atear incêndio na Figueira da Foz

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da Polícia de Segurança Pública da Figueira da Foz,…

Última Hora

Professora tornou possível viagem de 670 alunos de Oliveira do Hospital à Vila Natal de Óbidos

As turmas do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital cumprem, nesta quarta-feira, o terceiro dia de uma visita à Vila Natal de Óbidos, …

Região

Região: Colisão entre três veículos causou seis feridos no IC8

Seis pessoas ficaram feridas, três das quais em estado grave, na sequência de uma colisão entre três veículos ligeiros, esta quinta-feira, …

Nacional

50 Concelhos de dez distritos em risco máximo de incêndio

Mais de meia centena de concelhos de dez distritos de Portugal continental apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Região

Carlos Bica é Embaixador de Arganil no Rally de Portugal

A Câmara Municipal de Arganil, no âmbito do regresso do Rally de Portugal à zona centro, após 18 anos de ausência, convidou Carlos Bica a ser o Embaixador de Arganil…