Governo disponibiliza 28 milhões para mudar espécies em áreas ardidas

Governo disponibiliza 28 milhões para mudar espécies em áreas ardidas

O secretário de Estado das Florestas anunciou hoje que o Governo vai lançar uma medida de 28 milhões de euros para substituição em áreas ardidas de espécies de crescimento rápido, como eucaliptos, por espécies de crescimento lento.

“Vamos avançar com 28 milhões de euros para essa medida, sendo que essa medida será regionalizada. Isto é, uma medida para as áreas ardidas e que será com dotação para cada uma das regiões”, disse hoje à agência Lusa, em Gouveia, no distrito da Guarda, o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas.

Segundo o secretário de Estado, as dotações financeiras anunciadas serão apresentadas, “no momento adequado”, para cada uma das regiões. Assegurou, no entanto, que “o valor global da medida” será de 28 milhões de euros.

“Nós pretendemos, acima de tudo, fazer a substituição de espécies de crescimento rápido por espécies de crescimento lento, em zonas devidamente vocacionadas para essas espécies”, disse.

Segundo Miguel Freitas, o grande objetivo desta medida “é retirar área de espécies de crescimento rápido, nomeadamente eucalipto, e substituir por espécies de crescimento lento”.

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural sublinhou que o Governo não pretende “acabar com o eucalipto”.

“Não é essa a ideia. Portanto, a ideia é a de, acima de tudo, fazer nos locais certos a substituição de espécies de crescimento rápido por espécies de crescimento lento. Nós consideramos que é necessário ter bom ordenamento, ter boa gestão e [que] as espécies, cada uma delas, esteja no sítio onde deve estar”, justificou.

A nova medida de apoio vai ser lançada em outubro e já decorreu uma reunião com as associações florestais na semana passada, admitindo o governante que a mesma será “um estímulo importante”.

Na terça-feira, em Tondela, Viseu, o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural disse à Lusa que “o primeiro grande objetivo é substituir o eucalipto por áreas de floresta de crescimento lento”, mas “essa medida também poderá servir para aqueles que queiram fazer a substituição em áreas ardidas”.

Previous Dispositivo de combate a incêndios na capacidade máxima até 15 de outubro
Next “Em Oliveira do Hospital há 49 casas concluídas e 49 não é igual a zero, como se quis fazer crer”

Artigos Relacionados

Informação

Seia ajuda idosos e pensionistas na aquisição de medicamentos

A Câmara Municipal de Seia abriu um novo período de candidaturas para apoiar idosos e pensionistas na compra de medicamentos, ao abrigo do Programa Municipal de Comparticipação em Despesas com

Região

ASAE apreende 350 quilos de mel na região Centro

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 350 quilos de mel na zona centro do país, num valor aproximado de 1.650 euros.

Última Hora

Mulher encontrada morta após incêndio na Guarda

Uma mulher, cuja idade ainda não foi possível apurar, foi encontrada morta, esta quinta-feira numa habitação localizada no Sabugal, na Guarda.

Informação

PJ deteve homem que tentou matar companheira em Tábua

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da G.N.R. de Tábua, identificou e deteve um homem, …

Informação

Atropelamento ferroviário faz uma vítima mortal em Alfarelos

Um atropelamento ferroviário em Alfarelos, Soure, no distrito de Coimbra, causou uma vítima mortal do sexo masculino, esta manhã.

Sociedade

Oliveira do Hospital está “bem servida” e “com mais locais de qualidade onde dormir”

Por ocasião da comemoração do Dia Mundial do Turismo, é positivo o balanço em torno do setor turístico no concelho de Oliveira do Hospital. Em 2016, o concelho assistiu …

Sociedade

Mais de 1.300 operacionais combatem fogos no país

Vários incêndios de grande dimensão em Portugal continental mobilizavam hoje 1.370 operacionais, mais de um terço dos quais em Abrantes, …

Educação

Politécnico de Coimbra marca presença na Qualifica 2017

O Politécnico de Coimbra (IPC) participa na Qualifica – Feira da Educação, Formação, Juventude e Emprego, que decorre de 16 a 19 de março, na Exponor, em Matosinhos, este ano

Educação

EPTOLIVA vence os Concursos Municipais de Ideias de Negócio em Tábua e Oliveira do Hospital

No âmbito do programa “Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra” e sob o slogan “Imagine. Create. Succeed” dinamizado pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC), em parceria com

Última Hora

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia de 19 de novembro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 7.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Informação

Dia do Emigrante e do Ouvinte acontece no último dia da EXPOH

A EXPOH- Feira Regional de Oliveira do Hospital dedica o último dia, 7 de agosto, à comunidade emigrante e ouvintes da Rádio Boa Nova.

Última Hora

BLC3 disponibiliza Vales de Incubação

A BLC3 integra a rede de incubadoras que dispõem de Vales de Incubação que visam promover o Empreendedorismo.