Governo continua a proibir a caça nas zonas afetadas pelos incêndios até 2019

Governo continua a proibir a caça nas zonas afetadas pelos incêndios até 2019

image_pdfimage_print

O Governo decidiu manter até 2019 a proibição de caçar nas zonas florestais mais afetadas pelos incêndios de junho e outubro do ano passado. A proibição entra em vigor a 1 de junho e protege espécies sedentárias.

Esta medida, já publicada no Diário da Republica, protege todas as espécies sedentárias como o coelho-bravo, a lebre, a raposa ou a perdiz-vermelha.

A proibição de caçar abrange 11 municípios dos distritos de Coimbra, Leiria e Viseu, nomeadamente Arganil, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Mação, Marinha Grande, Mira, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Pedrogão Grande, Santa Comba Dão e Vouzela.

Previous Rede de Bibliotecas de Penacova promove iniciativa “Vamos comprar um poeta”
Next EPTOLIVA está disponível para “voltar a Arganil”

Artigos Relacionados

Destaque

Ministro da Agricultura veio à ANCOSE entregar borregas a produtores lesados pelo incêndio de 15 de outubro (com vídeo)

O Ministro  da Agricultura, Capoulas Santos, participou esta tarde, nas instalações da Ancose – Associação Nacional…

Informação

Catorze concelhos de cinco distritos em risco máximo de incêndio

Catorze concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Castelo Branco, Santarém e Bragança apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Região

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital

Jose Carlos Alexandrino esclareceu, em entrevista e em direto às 18 horas, o falso alarme da Sonae. O edil oliveirense, fez também o ponto da situação actual sobre o grande 

Última Hora

Homem morreu em acidente de trator em Pombal

Um homem morreu hoje na sequência de um acidente com o trator que conduzia, em Pombal, disse hoje à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários daquele concelho.

Destaque

Educação Ambiental: Quer arborizar? Evite o eucalipto e faça comunicação ao ICNF para evitar coimas…

As ações de arborização e rearborização estão sujeitas a uma comunicação e pedido de autorização ao Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, …

Última Hora

Município de Góis aposta na recuperação de estradas municipais danificadas pelos incêndios

O Município de Góis continua empenhado na recuperação de estradas e caminhos municipais danificados pelos incêndios.

Informação

Candidato do CDS considera fundamental a “atração do investimento” e critica “eleitoralismo” do executivo socialista

O candidato da coligação “Construir o Futuro” liderada pelo CDS-PP à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acredita que “estão criadas todas as condições”…

Informação

País: Sismo de 3.1 sentido na região de Beja

Um sismo de magnitude 3.1 na escala de Richter com epicentro a cerca de oito quilómetros a nordeste de Almodôvar, distrito de Beja, foi hoje sentido no continente.

Sociedade

Universidade Sénior é “um projeto de sucesso” em Oliveira do Hospital

A Universidade Senior Rotary de Oliveira do Hospital conta com cinco anos de atividade e cerca de uma centena de alunos. No arranque do novo ano letivo, a certeza é

Última Hora

Rui Campos Coelho: “O concelho, a freguesia e a região perdem um jovem com muito valor”

Rui Campos Coelho, presidente da União de freguesias de Penalva de Alva e S. Sebastião da Feira, lamenta a morte de Rui Nunes Figueiredo, natural de Santo António do Alva,

Informação

Idosa encontrada sem vida num poço na Tocha

Uma idosa de 91 anos foi encontrada morta num poço, ontem, na freguesia da Tocha, concelho de Cantanhede.

Informação

Último documentário de Jorge Pelicano no Cinema de Seia

O realizador português Jorge Pelicano vai voltar ao cinema de Seia, no próximo dia 9 de maio, desta vez com o filme “Até que o Porno nos separe”.