GNR multou ICNF por falta de limpeza da Mata Nacional de Leiria

GNR multou ICNF por falta de limpeza da Mata Nacional de Leiria

image_pdfimage_print

A GNR multou o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) por falta de limpeza da Mata Nacional de Leiria.

Segundo informação enviada à agência Lusa, o Comando Territorial de Leiria informou que, até à data, é a primeira vez que o faz.

De acordo com o comandante da unidade, em causa estiveram “oito situações de falta de gestão de combustíveis na Mata Nacional de Leiria”, denunciadas a 25 de setembro de 2018 através da linha SOS Ambiente.

“Na sequência da análise das denúncias reportadas e posterior deslocação ao terreno, entre 09 de outubro e 06 de novembro de 2018, procedeu-se ao levantamento de oito autos de notícia por contraordenação”, acrescenta o Comando Territorial de Leiria da GNR.

Contactado pela agência Lusa, o ICNF reconhece ter sido notificado, mas apenas por quatro autos de contraordenação, “relativos a alegadas violações de normas do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios”.

O valor das contraordenações é ainda desconhecido, porque “os respetivos processos encontram-se em fase de instrução”, acrescenta o ICNF.

A ação da GNR foi divulgada pelo “Jornal da Marinha Grande” na edição de 21 de março de 2019. Segundo a notícia, a denúncia foi feita em março de 2018 por um munícipe não identificado, que terá reportado – à autarquia da Marinha Grande, PSP, GNR e Autoridade de Proteção Civil – situações de deficiente manutenção de áreas não ardidas no incêndio de 2017, que consumiu 86% da Mata Nacional de Leiria.

De acordo com o ICNF, “todas as situações que terão motivado a instauração de contraordenações estão ultrapassadas”.

Em causa, acrescenta o instituto, estavam “alegadas violações do n.º 2 do art.º 36 do Sistema de Defesa de Floresta Contra Incêndios”, que obriga à remoção de materiais de áreas ardidas numa faixa mínima de 25 metros para cada lado das faixas de circulação rodoviária.

Além disso, o mesmo diploma obriga “à gestão de combustível numa faixa exterior de proteção de largura mínima não inferior a 100 metros nos aglomerados populacionais inseridos ou confinantes com espaços florestais”, o que também não se verificava nos locais denunciados.

Para intervir nos locais alvo de denúncia, o ICNF informa que, ao abrigo do Código dos Contratos Públicos, procedeu à contratação de uma empresa, por não dispor de “meios suficientes para proceder à gestão de combustíveis na totalidade das áreas públicas”.

“A escassez de mão-de-obra especializada e as condições meteorológicas, que impediram e dificultaram muito a circulação de máquinas nas zonas rurais, levaram a que muitos dos trabalhos de gestão de combustível não pudessem ter sido realizados dentro dos prazos contratados, tendo sido concluídos logo que possível”, acrescenta o ICNF.

A GNR de Leiria avança que, na Mata Nacional de Leiria e até à data, estas foram primeiras situações em que autuou o ICNF.

Previous Relógios adiantam uma hora na madrugada de domingo
Next Seia volta a aderir à campanha “Abril – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”

Artigos Relacionados

Última Hora

Fogos de outubro: Relatório de comissão será entregue a 20 de março

A comissão técnica independente para analisar os incêndios de outubro de 2017 vai entregar o seu relatório ao parlamento em 20 de março, foi hoje anunciado.

Cultura

Tuna Cantares de Avô comemora 6º aniversário

A Tuna Cantares de Avô assinala no próximo domingo, 24 de abril, o seu VI Aniversário no Centro Cultural Dr. Vasco de Campos. Composta por 18 elementos, a Tuna Cantares

Informação

Almoço de Fim de Ano animou oliveirenses numa iniciativa do Intermarché

O casal Jorge e Cidália Lopes Graça, gerentes da loja Intermarché de Oliveira do Hospital, desafiou o Município de Oliveira do Hospital a juntar à mesa um conjunto de pessoas

Última Hora

Fogo da Pampilhosa da Serra consumiu mais de 6.500 hectares de florestas

O incêndio florestal que começou na sexta-feira à noite na Pampilhosa da Serra e alastrou para o concelho de Arganil, no distrito de Coimbra, consumiu mais de 6.500 hectares, …

Informação

Turismo Centro de Portugal quer atrair produções de cinema à região

O Turismo Centro de Portugal apresenta no dia 16 de outubro, pelas 12h00 no Seminário Maior de Coimbra, o “Centro Portugal Film Commission”,…

Informação

Ministra ordena estudo e auditoria da IGAI ao SIRESP

A ministra da Administração Interna exigiu, ontem, um estudo independente ao funcionamento do SIRESP (Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal) e uma auditoria pela Inspeção-Geral da

Informação

Oliveirense João Barreiros apresenta livro “Se eu pudesse amava-te”

O oliveirense João Barreiros apresenta, no próximo domingo, dia 19 de agosto, pelas 15h00, em Vilela, Oliveira do Hospital, o seu terceiro livro “Se eu pudesse amava-te”.

Desporto

Francisco Campos vence 3ª etapa da Volta a Portugal do Futuro. Venceslau Fernandes mantém a Camisola Amarela

Francisco Campos (Miranda-Mortágua) venceu ao sprint a terceira etapa da 26ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros que ligou, esta sexta-feira, Arganil a Abrantes.

Região

Filme Promocional do Centro de Portugal ganhou mais um prémio internacional

Um filme promocional do Turismo Centro de Portugal juntou mais um prestigiante prémio internacional à sua coleção. Poucas semanas depois de ter recebido um “Silver Screen”….

Desporto

FCOH ainda acredita na manutenção. AD Nogueirense complica contas ao perder

Depois do derby em Touriz onde venceu por 1-0, o FCOH ainda acredita na manutenção e onde tudo ainda é possível. Para isso, basta o FCOH ganhar a última partida

Última Hora

S. Gião: GNR deteve cinco suspeitos de tráfico e apreendeu mais de 200 doses de droga em festival

Militares do Núcleo de Investigação Criminal e do Posto Territorial de Oliveira do Hospital detiveram cinco homens, suspeitos de tráfico de droga, no decorrer de um festival de música eletrónica

Informação

Duas idosas morrem atropeladas em Aveiro

Duas mulheres com 88 e 90 anos de idade morreram esta quarta-feira após atropelamento, na localidade de Bustos, em Oliveira do Bairro, distrito de Aveiro.