Fundo Revita analisa hoje processos da reconstrução de casas em Pedrógão

Fundo Revita analisa hoje processos da reconstrução de casas em Pedrógão

image_pdfimage_print

A Comissão Técnica do Revita (órgão gestor dos fundos de apoio à reconstrução das casas afetadas pelo grande incêndio de junho de 2017) vai reunir-se esta sexta-feira, às 14:30, nas instalações da Associação Pinhais do Zêzere.

A iniciativa é da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, que convocou o encontro “na sequência de notícias várias apontando suspeita de irregularidades em processos concernentes à reconstrução de algumas habitações”.

A comissão técnica do Revita integra elementos designados pelos presidentes das câmaras municipais de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande, elementos da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e elementos da Unidade de Missão para a Valorização do Interior.

Em causa, está o inquérito aberto em julho pelo Ministério Público para investigar irregularidades na reconstrução de casas afetadas pelo incêndio de junho de 2017, após reportagem da revista Visão.

A 30 de agosto, a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa, disse aos jornalistas que já foram remetidos ao Ministério Público 21 processos no âmbito de alegadas irregularidades na reconstrução de habitações.

De acordo com as reportagens da Visão e, posteriormente, da TVI, há casas que terão sido classificadas como de primeira habitação quando eram de segunda habitação ou estavam simplesmente abandonadas e degradadas.

O incêndio que deflagrou em junho de 2017 em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, e alastrou a concelhos vizinhos, provocou 66 mortos e mais de 250 feridos, sete dos quais graves, e destruiu meio milhar de casas, 261 das quais habitações permanentes, e 50 empresas.

O Fundo Revita, criado pelo Governo para apoiar as populações e a revitalização das áreas afetadas pelos incêndios de junho de 2017, recebeu o contributo de 61 entidades, com donativos em dinheiro, em bens e em prestação de serviços.

Os donativos em dinheiro rondam os 4,4 milhões de euros, a que se juntam 2,5 milhões de euros disponibilizados pelo Ministério da Solidariedade e da Segurança Social, apurou o relatório do Fundo Revita.

De acordo com os últimos dados do Fundo Revita, estão concluídos os trabalhos de reconstrução de 160 das 261 casas de primeira habitação afetadas pelos incêndios de junho de 2017, encontrando-se ainda em obras 101 habitações.

Previous PJ deteve suspeito de pornografia de menores em Gouveia
Next Grupo de Voluntariado Comunitário realizou sorteio a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (com áudio)

Artigos Relacionados

Região

Seia: Mulher estava morta em casa “há alguns dias” na localidade de Vila Verde

Uma mulher, com 68 anos, foi encontrada morta na casa onde morava sozinha, na localidade de Vila Verde, no concelho de Seia. O cadáver já estava…

Desporto

A festa dos benfiquistas em Oliveira do Hospital começou mal acabou a partida no Estádio da Luz com a vitória por 4-1.

A vitória por 4-1 frente ao Nacional da Madeira ditou o 35º Campeonato para o Benfica. A Rotunda do Cavaleiro em Oliveira do Hospital é o lugar reservado pela família

Desporto

Maratona Clube Vila Chã com boa prestação no Campeonato Nacional de estrada no Jamor

No passado dia 14 de janeiro, realizou-se o Campeonato Nacional de estrada no estádio do Jamor, em Lisboa. O Maratona Clube Vila Chã esteve representado por 10 atletas. 

Informação

Misericórdia de Galizes prepara nova valência e comemoração dos 350 anos

A Santa Casa da Misericórdia de Galizes, no concelho de Oliveira do Hospital, presta apoio diário a cerca de 800 pessoas nas várias valências e serviços que disponibiliza.

Sociedade

GNR procura condutor que atropelou mãe e filha em Oliveira do Hospital

A GNR  está a tentar localizar o condutor que, no sábado à noite, pelas 23h00, atropelou uma mulher de 40 anos e a filha de nove anos junto à EN17,…

Informação

 “Leituras de Abril” é o tema do mês do Clube de Leitura em Voz Alta

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital recebe, amanhã, 17 de abril, pelas 21 horas, na sala de adultos, mais uma atividade do “Clube de Leitura em Voz Alta”.

Informação

Oliveira do Hospital com “redução de 348 desempregados” face a 2015

O concelho de Oliveira do Hospital, nos últimos três anos, assistiu a uma “curva descendente do desemprego”, com uma “redução de 348 desempregados, ou seja, menos 64 por cento de

Última Hora

País: Banco Alimentar recolheu 1.921 toneladas de alimentos

O Banco Alimentar Contra a Fome recolheu 1.921 toneladas de géneros alimentares durante o fim de semana, numa campanha que envolveu 2.015 superfícies comerciais…

Informação

Operação “DRUGS” da GNR: 24 detenções e 174 indivíduos identificados por tráfico de droga

A Guarda Nacional Republicana (GNR), entre os dias 28 e 30 de dezembro, na sua área de responsabilidade, desenvolveu uma operação policial de controlo e deteção de atividades criminosas relativas

Informação

Trinta e sete concelhos de nove distritos sob risco máximo de incêndio

Trinta e sete concelhos de nove distritos do interior norte e centro e Monchique, em Faro, encontram-se hoje sob risco ‘Máximo’ de incêndio.

Informação

Relatório sobre incêndio de Pedrogrão indica que houve documentos apagados ou destruídos

O relatório de uma auditoria interna da Autoridade Nacional de Proteção Civil aos trabalhos do combate ao fogo de Pedrógão Grande, em 2017, indica que houve documentos apagados ou destruídos.

Sociedade

EPTOLIVA galardoada com Bandeira Verde Eco-Escolas

Pelo terceiro ano consecutivo, a EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, foi galardoada com a “Bandeira Verde Eco-Escolas”,…