Frentes de Vila de Rei e de Mação “estão 90% dominadas”. Incêndio já provocou 20 feridos

Frentes de Vila de Rei e de Mação “estão 90% dominadas”. Incêndio já provocou 20 feridos

image_pdfimage_print

O incêndio que se mantém ativo em Vila de Rei e Mação está estabilizado. Não há, nesta altura, aldeias ou casas ameaçadas pelas chamas.

O incêndio de Vila de Rei e que se estendeu até Mação ainda lavra, mas as indicações da Proteção Civil são mais otimistas nesta altura. No briefing da manhã desta segunda-feira, Pedro Nunes, Comandante Operacional de Agrupamento Distrital do Centro Norte da Proteção Civil, começou por explicar que o teatro de operações foi reorganizado, tendo sido definidas duas frentes deste incêndio: uma correspondente ao território de Vila de Rei e outra ao de Mação.

“Durante o período noturno foi feito um esforço significativo e concertado dos operacionais. Foi usada uma componente muito grande de ataque indireto quer através do recurso a máquinas de rasto para a abertura de acessos e para conter as linhas de fogo, quer recorrendo ao fogo para deixar áreas fechadas e bem ancoradas, e diminuir o fenómeno de reacendimento”, frisou.

O responsável da Proteção Civil sublinhou ainda que neste momento não há aldeias ou casas ameaçadas pelo fogo. Algo que poderá mudar ao longo do dia, pois Pedro Nunes antecipa que o vento vá ter um comportamento “muito idêntico” ao do dia de ontem.

Durante o briefing, o INEM deu conta de 10 feridos e 21 pessoas que foram assistidas. Já o comandante Pedro Nunes esclareceu que “da parte da Segurança Social não há registo de pessoas desalojadas”.

O fogo de Vila de Rei está a ser combatido por 1 028 operacionais apoiados por 329 veículos e dois meios aéreos.

De recordar que o incêndio de Vila de Rei teve início na tarde deste sábado. No espaço de uma hora registaram-se cinco fogos. Dois foram extintos com maior facilidade, mas o de Vila de Rei e dois na Sertã revelaram-se mais difíceis de combater. Só na madrugada de domingo, a Proteção Civil deu como dominados os dois incêndios na Sertã, mantendo-se até esta altura contingentes em Rolã e Mosteiro de São Tiago para evitar reacendimentos.

O incêndio de Vila de Rei é o único dos cinco incêndios de maiores dimensões de sábado que ainda se mantém ativo. O fogo progrediu e chegou a ter uma extensão de 25 quilómetros, chegando ao concelho de Mação.

Este domingo o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, admitiu sentir “estranheza” pela forma como cinco ignições ocorreram no espaço de uma hora em Castelo Branco. A Polícia Judiciária já esteve na Sertã a recolher elementos de natureza criminosa. Também foram encontrados vários artefactos explosivos em Vila de Rei.

O número de feridos causados pelos incêndios de Castelo Branco este fim-de-semana subiu para 20. O novo balanço foi revelado por Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, em declarações aos jornalistas a partir da sede da Autoridade Nacional de Proteção Civil, em Lisboa.

Dos 20 feridos, oito são bombeiros e 12 são civis. Apenas uma das vítimas se encontra em estado grave. Trata-se do civil que está internado na unidade de queimados do Hospital de São José, em Lisboa. Eduardo Cabrita referiu que o prognóstico desta vítima é reservado.

O ministro esclareceu ainda que a maioria dos feridos deve-se a inalações de fumos, entorses e a um acidente rodoviário.

Detido suspeito de atear incêndio em Castelo Branco

A Polícia Judiciária, em colaboração com a GNR, deteve um homem suspeito de atear um incêndio em Castelo Branco, o distrito que está a ser mais afetado por incêndios este fim-de-semana. Num comunicado enviado às redações, a PJ revela que o homem de 55 anos foi detido pela presumível prática de um crime de incêndio florestal na madrugada deste sábado.

“O suspeito, usando chama direta, colocou um foco de incêndio em zona florestal povoada com pinheiros e mato, dentro de uma vasta mancha florestal, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros de Castelo Branco”, pode ler-se no comunicado.

O homem vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para ficar a conhecer as medidas de coação que lhe serão aplicadas.

Previous IPMA prolonga até terça aviso amarelo por tempo quente em sete distritos
Next Viseu: Dominado incêndio em Penedono

Artigos Relacionados

Vídeos

Feira do Livro abriu hoje as suas portas em Oliveira do Hospital (com vídeo)

A Feira do Livro de Oliveira do Hospital foi inaugurada, ao início da tarde deste domingo, pelo presidente do Município. O certame que decorre até dia 29 de maio,…

Informação

Município de Oliveira do Hospital lança aplicação de comunicação de ocorrências em espaço público

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital disponibiliza, agora, de um novo canal de comunicação, inserido no seu site institucional, que visa estreitar a proximidade com os cidadãos, ao estimular

Cultura

Vai ser lançado o livro do professor José Ramos Mendes

É já no próximo dia 7 de dezembro, pelas 21h00, na Biblioteca Municipal de Arganil, que vai ser lançado o livro do professor José Ramos Mendes.

Vídeos

Município sensibilizou lojistas sobre eficiência energética e gestão de resíduos (com vídeo)

Hoje, 5 de junho, assinala-se o Dia Mundial do Ambiente. Em Oliveira do Hospital, a data fica marcada com a realização de uma ação…

Destaque

População exige respostas à administração da MEO sobre indisponibilidade dos serviços

Passado mais de um mês desde o grande incêndio de 15 de outubro são muitos os oliveirenses que se mantêm privados dos serviços de comunicações contratualizados…

Última Hora

Operação “Páscoa”: 4 908 infrações, 764 acidentes e 163 detenções até ao momento

A Operação” Páscoa 2019” da GNR arrancou na última quinta-feira e, até ontem à noite, registou um total de 764 acidentes que deram origem a 27 feridos em estado grave

Sociedade

Feridos dos incêndios do ano passado isentos de taxas moderadoras

As vítimas dos incêndios de junho e de outubro do ano passado vão passar a estar isentas do pagamento de taxas moderadoras na saúde e a ter dispensa gratuita de

Informação

Sismo de 4,6 sentido no Norte e Centro de Portugal

Um sismo de 4,6 de magnitude foi registado no mar ao largo de Peniche, esta terça-feira pelas 07h12, e sentido particularmente no Norte e Centro do país.

Última Hora

Encontro mundial junta mil minis nas praias de Mira e Vagueira

O maior encontro mundial de Minis, o International Mini Meeting (IMM) 2018, realiza-se a partir de amanhã e até domingo, nas praias de Mira e Vagueira.  São esperadas mil viaturas

Última Hora

Fim de semana sem chuva mas com muito frio

O fim de semana vai ficar marcado por uma descida da temperatura da ordem dos 02/04 graus Celsius, mas já sem chuva.

Última Hora

Bombeiros de Lagares da Beira comemoram 73º aniversário

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira comemora, no próximo dia 2 de junho, o seu 73º aniversário.

Região

GNR recuperou cinco aves em Tábua

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Lousã, apreendeu ontem, dia 28 de março, em Espariz – Tábua, cinco aves que se