“Estendal dos Direitos” sensibiliza para os direitos das crianças e jovens em Oliveira do Hospital
15 Maio, 2018 477 Views

“Estendal dos Direitos” sensibiliza para os direitos das crianças e jovens em Oliveira do Hospital

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Oliveira do Hospital está a dinamizar a iniciativa “Estendal dos Direitos” junto dos alunos do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH).

Trata-se de uma campanha realizada a nível nacional, pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, à qual a estrutura oliveirense se associou, e que assinala o 28.º aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança – que assenta em quatro pilares relacionados com todos os outros direitos das crianças: Não Discriminação; Interesse Superior; Participação e Sobrevivência e Desenvolvimento.

Neste sentido,  a CPCJ de Oliveira do Hospital desafiou os alunos do AEOH a elaborar trabalhos sobre a temática, na sequência também das comemorações da iniciativa “Abril: Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”, que integram esta exposição.

Após a primeira apresentação na sede do Agrupamento, o “Estendal dos Direitos” encontra-se agora em itinerância de forma a percorrer todas as escolas do concelho sensibilizando todos os alunos e respetiva comunidade. De referir também que com a colaboração da ARCIAL é dinamizado um flash mob, nas Escolas Básicas Integradas do Agrupamento de Escolas, constituindo mais um momento integrador e de sensibilização para o conjunto de direitos fundamentais das crianças. Posteriormente, os trabalhos que integram o “Estendal dos Direitos” de Oliveira do Hospital estarão presentes na mostra do projeto Tecer a Prevenção, a realizar entre 21 e 23 de maio, no Encontro Nacional das CPCJ, na Figueira da Foz.

A campanha “Estendal dos Direitos” pretende envolver organizações e cidadãos, através da exposição de mensagens sobre os Direitos da Criança no espaço público, com os seguintes objetivos: aumentar a consciência pública acerca da Convenção sobre os Direitos da Criança; aumentar a consciência das crianças e jovens sobre os seus direitos; e facilitar a integração plena das crianças e jovens no processo de desenvolvimento dos seus direitos.

Sobre estas ações o presidente da CPCJ de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, refere “é obrigação das Comissões lançarem todas as iniciativas que promovam a prevenção e que alarguem a proteção a todas as crianças, envolvendo a comunidade. Queremos, com estas ações na escola, que as mensagens interpelem os cidadãos e as famílias.” “O objetivo é proteger, e para isso é necessário dedicar tempo, dedicar atenção, dedicar cuidado – tempo, atenção e cuidado são ações chave”, acrescenta.

Previous Tribunal de Contas valida reconstrução de 31 casas em Arganil no valor de 4,2 milhões
Next Município de Arganil vai ter duas Equipas de Intervenção Permanente

Artigos Relacionados

Informação

Aveiro: Detido homem por crimes de abuso sexual de crianças e de pornografia de menores

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve um homem, suspeito de ter abusado sexualmente de uma menina com oito anos de idade,

Informação

Oliveira do Hospital vai ser palco das comemorações nacionais do Dia Mundial da Saúde Mental

O Município de Oliveira do Hospital vai ser o palco das comemorações nacionais do “Dia Mundial da Saúde Mental”. O evento, organizado pela Administração Regional de Saúde do Centro,…

Informação

Programa “Férias + Solidárias” envolveu mais de duzentos jovens

O programa “Férias + Solidárias” envolveu mais de duas centenas de jovens residentes no concelho de Oliveira do Hospital.

Informação

Playmobil em exposição no Museu do Brinquedo de Seia

A sala de exposições temporárias do Museu do Brinquedo de Seia dá este ano destaque à marca de referência mundial que é a Playmobil.

Informação

Última Assembleia Municipal marcada pelo apoio a José Carlos Alexandrino

Na derradeira Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, realizada na passada sexta feira, sobressaiu, o apoio a José Carlos Alexandrino …

Região

Suinicultores entregam 200 leitões vivos a famílias da região Centro

Mais de 200 leitões vivos são oferecidos, na quarta-feira, a famílias atingidas pelos incêndios deste ano na região Centro, numa iniciativa da Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS).