Especialista em fogos diz que “falhámos todos” nos incêndios de Junho e de Outubro

Especialista em fogos diz que “falhámos todos” nos incêndios de Junho e de Outubro

Domingos Xavier Viegas, especialista em incêndios florestais e responsável pelo relatório ao grande incêndio de Pedrógão Grande disse em Oliveira do Hospital que, quer naquele incêndio, quer no de outubro, “falhámos todos”.



A participar no debate “A Floresta – Presente e Futuro” promovido pelo Departamento de Ciências Socais e Humanas do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, Xavier Viegas recordou as circunstâncias do incêndio de junho e que incluiu no relatório àquele incêndio com a indicação de que “aquele tipo de circunstâncias de Junho poderia vir a repetir-se”. “Mal sabíamos que nos mesmos dias em que escrevíamos (o relatório) estava a acontecer esta tragédia. A nossa pergunta foi como é que isto aconteceu?”, referiu  o especialista que apontou o dedo ao elevado número de ocorrências de incêndios florestais, à falta de limpeza dos terrenos e às condições excecionais do tempo que foram comuns a junho e a outubro, não deixando também de responsabilizar a EDP por descargas elétricas que terão estado na origem de focos de incêndio. No caso de outubro, destacou o furacão Ofélia que “ganhou grande intensidade passou pela costa do país e causou esta forte desgraça”.

“Poderiam cá estar cinco mil ou 50 mil bombeiros que ardia tudo”

“Logicamente que todos teremos responsabilidades. Mas o fenómeno que existiu aqui, nunca existiu na nossa história”, reagiu o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, verificando que o que aconteceu no concelho “não foi um grande incêndio”, mas antes uma “catástrofe, um ciclone de fogo que nunca tinha existido em Portugal”. José Carlos Alexandrino admite que “poderia ter-se feito mais”, referindo que naquela manhã pediu “meios ao secretário de Estado” que lhe disse que “os meios aéreos não tinham teto para voar devido aos ventos”.

Dadas as condições excecionais, o autarca não tem dúvida de que naquele fogo “poderiam cá estar cinco mil ou 50 mil bombeiros que ardia tudo”. Observou, porém que Oliveira do Hospital era um concelho modelo na forma como trabalhava a floresta mas “não estávamos preparados para este ciclone de fogo”.

Uma posição que já antes tinha sido defendida por José Vasco Campos, presidente da CAULE recordando que naquele dia “tudo ardia”. “Com aquelas condições de fogo e de vento nada, nada havia a fazer”, referiu.

Uma ideia não corroborada por Luís Lagos, que do mesmo modo se manifestou contra a primeira mensagem saída do relatório sobre os incêndios de outubro, de que “não havia nada a fazer”. Considerou, por isso, que o documento é “perigosíssimo” porque é “preciso que se perceba o que falhou para que não se volte a falhar”.

Emídio Camacho, comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital não esconde a sensação de “impotência” que sentiu naquele dia ao ver “243 km quadrados de área a ser dizimada”. Aponta como causa o êxodo rural e verifica que diante de um fogo como o de 15 de outubro “não haveria bombeiros que o conseguissem segurar”.

Após a tragédia, o caminho passa por sensibilizar os proprietários para a importância da limpeza e ordenamento florestal. Marco Pereira, sargento do Destacamento Territorial da GNR da Lousã disse que o momento é de “fiscalização exaustiva não virada para as coimas, mas para a sensibilização”

Num debate moderado por Vítor Neves e transmitido pela Rádio Boa Nova impunha-se saber para quando será possível que um território como o do Vale do Alva volte a ser aquilo que era. “Vinte ou 30 anos”, reagiu Xavier Viegas, considerando no entanto José Vasco Campos, da Caule que “o tempo da floresta, não é o tempo dos homens” que com a avidez do lucro optaram, nos últimos anos, por espécies mais rentáveis que permitiram que acontecesse a tragédia que aconteceu.

image_pdfimage_print
Previous Sensibilização para a limpeza de terrenos em Góis
Next Feridos graves têm até 30 de maio para requerer indemnizações

Artigos Relacionados

Informação

Francisco Prior Claro vai ser ordenado sacerdote

O diácono Francisco Prior Claro que integrou, nos últimos anos, a Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital, vai ser ordenado sacerdote no próximo dia 24 de junho, pelas 16h,…

Sociedade

Trabalhadores de ‘call center’ da EDP de Seia em greve

Os trabalhadores do ‘call center’ da EDP de Seia, distrito da Guarda, estão hoje em greve para reclamar aumentos salariais à empresa de trabalho temporário que os contratou.

Região

Mosteiro de Lorvão na Rota das Abadias Cistercienses

O Presidente da Câmara Municipal de Penacova, Humberto Oliveira e a representante da Carta Europeia de Sítios e Abadias Cistercienses, Irene Bien, descerraram, no passado dia 1 de junho,…

Informação

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 22 de abril, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 26.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Região

Vinte e três arguidos vão a julgamento em Leiria por tráfico de droga

Vinte e três pessoas vão ser julgadas no Tribunal de Leiria pelo crime de tráfico de estupefacientes, anunciou hoje a Procuradoria da Comarca, adiantando que dois arguidos estão ainda pronunciados

Última Hora

Homem tentou afogar bebé e espancou grávida e os filhos em Anadia

Um homem tentou afogar um bebé de dez meses, em casa, ontem à tarde, em Arcos, Anadia. O homem agrediu ainda, na cabeça, os meninos de 6 e 7 anos

Destaque

Mais de 1 700 operacionais combatem maiores fogos no continente e Funchal

Mais de 1.700 operacionais estavam, ao início da tarde de hoje, a combater 13 grandes fogos florestais no continente português, ao mesmo tempo que no Funchal…

Última Hora

Tondela decreta três dias de luto municipal após tragédia

A Câmara Municipal de Tondela decretou três dias de luto municipal a começar hoje, 15 de janeiro, após a tragédia que, no último sábado, abalou o concelho.

Última Hora

Suspeito de violar e quase matar uma mulher em Oliveira do Hospital foi vizinho da vítima

O homem de 32 anos que foi detido pela Policia Judiciária, na passada quinta feira, por suspeita de violar e tentar matar uma mulher em Oliveira do Hospital era conhecido

Região

11 detenções e 51 acidentes na última semana no distrito de Coimbra

No âmbito de um conjunto de operações realizadas na semana de 11 a 17 de abril, o Comando Territorial de Coimbra da GNR registou 11 detenções e 51 acidentes no

Sociedade

Mais de 80% de Portugal continental em seca severa em setembro

Mais de 80% de Portugal continental encontrava-se em setembro em seca severa, segundo o Boletim Climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que caracterizou aquele mês como

Educação

Mais de 230 mil euros em bolsas de estudo para o ensino superior

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) volta a apoiar os alunos economicamente carenciados do concelho que frequentam estabelecimentos de ensino superior público…

Informação

Arrastamento de cinzas condiciona abastecimento de água. Município apela a consumo moderado de água

O arrastamento de cinzas provocado pelas chuvas fortes obrigou ao corte de abastecimento de água em Oliveira do Hospital a partir da estação de tratamento de Nossa Srª do Desterro,

Última Hora

Aldeia das Dez sem condições para realizar Festa da Castanha após incêndio

A Festa da Castanha que estava agendada para o próximo fim de semana não se vai realizar na freguesia de Aldeia das Dez.

Região

Piódão distinguido com prémio “Portugal Cinco Estrelas 2018”

A Aldeia Histórica do Piódão foi uma das grandes protagonistas dos prémios Portugal Cinco Estrelas, ao conquistar o galardão na categoria de Aldeias e Vilas.

Destaque

Oliveira do Hospital reconheceu mérito aos melhores alunos

Na comemoração do Dia do Município, Oliveira do Hospital voltou a homenagear os melhores alunos do concelho com atribuição de prémios de mérito.

Informação

Município de Penacova assinala Dia Mundial da Juventude

O Município de Penacova associa-se, no dia 12 de agosto, ao Instituto Português do Desporto e da Juventude na comemoração do Dia Internacional da Juventude, este ano dedicado ao tema

Última Hora

Homenagem a Durval Moreirinhas no auditório do Casino Estoril

O “Alma de Coimbra”, Coro e Grupo de Guitarras, juntamente com um grupo de amigos, prestam a sua homenagem a Durval Moreirinhas, falecido no dia 12 de junho de 2017,

Região

Região: Detidos três cidadãos estrangeiros por cultivo de cannabis

Três cidadãos de nacionalidade inglesa, com idades entre os 25 e os 40 anos, foram detidos pela GNR em Santa Comba Dão. A detenção foi realizada depois de os agentes

Última Hora

Leiria: PJ deteve incendiária florestal

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria e no desenvolvimento de imediatas investigações com a estreita colaboração da GNR de Leiria,…

Última Hora

António Costa visita Oliveira do Hospital no dia 22 de maio

O Primeiro- Ministro de Portugal, António Costa, confirmou a visita ao concelho de Oliveira do Hospital no próximo dia 22 de maio.

Região

Mais de dois mil operacionais combatem seis grandes fogos no Centro

Mais de 2.150 operacionais, auxiliados por 662 veículos e dez meios aéreos combatiam, às 08h30 de hoje, seis grandes incêndios nos distritos de Leiria, Coimbra, Castelo Branco e Bragança, segundo

Informação

Empresas: Intermarché de Oliveira do Hospital está “mais próximo” da população

A loja Intermarché de Oliveira do Hospital está agora “mais próxima da população” no âmbito daquele que é posicionamento demonstrado pela nova gerência de maior envolvimento na comunidade.

Região

Dez detenções e 67 acidentes no distrito de Coimbra na última semana

O Comando Territorial de Coimbra da GNR registou, na semana de 7 a 13 de fevereiro, procedeu a 10 detenções e registo 67 acidentes, no âmbito de um conjunto…