• Entregues mais três casas no concelho oliveirense. “Na região, cerca de 55% estão concluídas e pagas”
  • Entregues mais três casas no concelho oliveirense. “Na região, cerca de 55% estão concluídas e pagas”
  • Entregues mais três casas no concelho oliveirense. “Na região, cerca de 55% estão concluídas e pagas”
  • Entregues mais três casas no concelho oliveirense. “Na região, cerca de 55% estão concluídas e pagas”

Entregues mais três casas no concelho oliveirense. “Na região, cerca de 55% estão concluídas e pagas”

Foram entregues mais três habitações que foram destruídas pelo grande incêndio de 2017, no concelho de Oliveira do Hospital. “Na região Centro, das cerca de 800 habitações incluídas no programa de apoio, estão 55% concluídas e pagas”, garantiu Ana Abrunhosa.

Na manhã da passada sexta-feira, aos proprietários das habitações danificadas, nas freguesias de Seixo da Beira e de Nogueira do Cravo, foram-lhes entregues as chaves, na presença de José Carlos Alexandrino, presidente do Município de Oliveira do Hospital Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).

Segundo Ana Abrunhosa, “na região Centro estão 55% concluídas e pagas”, sendo que, no concelho de Oliveira do Hospital, das cerca de 123 habitações, 70 estão concluídas”. “Estamos a entregar as últimas”, referiu, adiantando que “as restantes estão em diferentes fases de obra” e, para a semana, “vai ser entregue um conjunto vasto de habitações, cerca de 30”.

“Andaremos nisto todas as semanas. A nossa estimativa é que a esmagadora maioria esteja concluída em finais de março. Outras ainda não estarão concluídas nessa fase mas o prazo limite que temos acordado com as empresas de construção é junho de 2018”, referiu.

Na ocasião, a presidente da CCDRC fez questão de desmentir a falta de dinheiro para pagamento das obras. “Eu nem sei de onde é que surgiu essa ideia. O orçamento da CCDRC foi reforçado em 60 milhões de euros, verba que, neste momento, é mais do que suficiente para o programa de apoio. Dos cerca de 60 milhões, já pagámos 30,6 milhões”, explicou a responsável.

Para Ana Abrunhosa, estas especulações “colocam em causa as entidades que aplicaram a lei”. “Somos todos responsáveis. Não podemos estar à espera que seja o governo a fazer tudo quando, muitas das vezes, basta o nosso tempo, nós ajudarmos quem está a sofrer”, disse, defendendo que “a sociedade não está preparada para estas calamidades”.

Por sua vez, José Carlos Alexandrino, referiu que “cada vez que se entrega uma casa, é conquistar a felicidade de uma família”. “Aquilo que desejamos é chegar ao final deste percurso e ter a certeza que seremos pessoas mais felizes porque também há um conjunto de famílias mais felizes”, disse.

Voltando a frisar as dificuldades associadas à burocracia, o autarca afirma que “o importante não é o que está feito mas sim o que ainda falta fazer”.

Ainda em declarações aos jornalistas, José Carlos Alexandrino fez questão de adiantar que o Município está “a fazer um esforço enorme, em termos orçamentais, para a recuperação das casas de segunda habitação”.

“A Câmara Municipal fará um forte investimento do seu próprio orçamento, o que quer dizer que abdicamos de outras obras para realizar estas”, referiu, concluindo que estas habitações “são importantes no património arquitetónico das aldeias e da sua identidade”.

Maria Conceição, Abílio e Odete Brás, Isabel Rodrigues e Alexandre Gonçalves anseiam agora desfrutar das suas casas reconstruídas e desejam nunca mais passar por tragédia igual.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous População de Seixo da Beira assistiu à inauguração da Sede Clube Desportivo e Recreativo Vasco da Gama
Next Município de Arganil aposta na intervenção em infraestruturas hidráulicas na EN342

Artigos Relacionados

Região

Quatro detidos por tráfico de estupefacientes em Viseu

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal de Viseu, nos dias 29 e 30 de janeiro, deteve três homens e uma mulher …

Sem categoria

Iate naufraga na Figueira da Foz, tripulantes sem ferimentos

Um iate naufragou hoje ao largo da Figueira da Foz, em frente à praia da Leirosa, sul do rio Mondego, sem causar mortes ou feridos, disse à agência Lusa ….

Informação

“Primavera Sénior – Encontro Concelhio de Idosos” junta cerca de 450 idosos no Parque do Mandanelho

O Parque do Mandanelho, na cidade de Oliveira do Hospital, acolhe hoje o “Primavera Sénior – Encontro Concelhio de Idosos”.

Sociedade

Maior Festa do Queijo Serra da Estrela de Portugal realiza-se em Oliveira do Hospital dias 11 e 12 de março

A 26.ª edição da Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital promete ser o evento nacional mais mediático no segundo fim-de-semana de março, dias 11 e 12

Vídeos

Oliveirenses uniram-se em grande manifestação de fé para acolher S. João Paulo II (com vídeo)

Foi impressionante a moldura humana que, na manhã deste domingo, se formou em Oliveira do Hospital para celebrar o Dia da Unidade Pastoral e a consagração …

Região

GNR apreendeu 64 plantas de cannabis na Figueira da Foz

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal de Montemor-o-Velho, deteve um homem de 59 anos, …

Sociedade

Relíquia de São João Paulo II visita as paróquias de Oliveira do Hospital

No passado dia 22 de Maio de 2016, em cerimónia onde foi declarado solenemente São João Paulo II como padroeiro do Concelho/Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital, foi enviada …

Região

Neve corta acesso ao maciço central da Serra da Estrela

Alguns dos troços de acesso ao maciço central da Serra da Estrela foram, hoje de manhã, encerrados ao trânsito devido à queda de neve.

Última Hora

Já estão definidos os jogos da Taça Hugo dos Santos

Estão encontrados os jogos dos quartos-de-final da 8ª edição da Taça Hugo dos Santos, que terá lugar entre 2 e 5 de Fevereiro do próximo ano, em Oliveira do Hospital.

Última Hora

Alexandrino promete presença de artista internacional na próxima EXPOH

Ontem, naquela que foi a segunda noite da EXPOH, José Carlos Alexandrino mostrou-se “muito feliz” pela forte adesão dos oliveirenses e gente da região, prometendo a presença de um artista

Região

Muita geada nas estradas da região

A região de Oliveira do Hospital acordou hoje com um grande manto branco de geada criando alguns problemas em algumas estrada do concelho. A Protecção Civil e a GNR estão no

Cultura

“15 Memórias do Fogo” presente no Buenos Aires Web Festival

A WebSerie 15 Memórias do Fogo acaba de ser selecionada para o Buenos Aires Web Festival. A obra dos jovens realizadores Rodrigo Oliveira e Tiago Cerveira, naturais de Arganil e