“Em vez de seis meses parecem seis dias. Foi tudo demasiado rápido e com desafios permanentes…”

“Em vez de seis meses parecem seis dias. Foi tudo demasiado rápido e com desafios permanentes…”

Passaram seis meses após o grande incêndio, mas para o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino parece que passaram “seis dias”.


“Foi tudo demasiado rápido com muitos desafios permanentes”, entende o autarca, que também acredita que para as pessoas que perderam as suas casas e os seus bens, os seis meses corresponderão a “seis anos”. Admite que “as coisas têm andado de forma lenta”.

José Carlos Alexandrino “gostaria que houvesse resoluções e respostas mais rápidas” no apoio às empresas e à recuperação das habitações, mas também dos próprios bens públicos cujos prejuízos, são na ordem de um milhão e meio de Euros. “

Os problemas que se apresentam são de grande complexidade ao nível empresarial. Nas primeiras habitações tem havido grande burocracia”, refere o autarca.

Este é o excerto de uma entrevista mais alargada ao presidente da Câmara Municipal que será transmitida na íntegra no próximo domingo, dia 15 de abril.

Previous Espíritos Club quer reabrir em nova casa. Prejuízos após o fogo são de 400 mil Euros.
Next Calendário desportivo de fim-de-semana

Artigos Relacionados

Região

Município de Seia acolhe Noite das Caçoilas e Festa da Castanha

O Município de Seia acolhe, no próximo fim-de-semana, a tradicional Noite das Caçoilas, no Sabugueiro, e a Festa da Castanha, na Lapa dos Dinheiros.

Informação

Monchique: Recuperação das 32 casas afetadas pelo fogo ronda os 2 milhões

O ministro do Ambiente estimou hoje que o investimento para recuperar as 32 habitações afetadas pelo incêndio de Monchique, no Algarve, não vai ultrapassar os dois milhões de euros, financiamento

Informação

Chuva regressa a Portugal continental a partir de amanhã

O estado do tempo em Portugal continental vai mudar a partir de quarta-feira, dia em que se prevê períodos de chuva a partir do final da tarde em todo o

Região

Seia: Pastor de 90 anos que estava desaparecido já foi encontrado

O pastor de 90 anos que estava desaparecido desde terça-feira em São Romão, no concelho de Seia, foi encontrado “bem de saúde”.

Sociedade

Correios de Portugal doam veículos a Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital

Os Correios de Portugal (CTT) doaram dois veículos às corporações de bombeiros de Castelo Branco e de Oliveira do Hospital, como forma de apoio ao combate aos incêndios.

Informação

Mulher encontrada morta após incêndio na Guarda

Uma mulher, cuja idade ainda não foi possível apurar, foi encontrada morta, esta quinta-feira numa habitação localizada no Sabugal, na Guarda.

Região

Apreensão de sete toneladas em Oliveira do Hospital “protege o consumidor e a saúde pública”, refere inspetor Geral da ASAE

O Inspetor Geral da ASAE, Pedro Portugal Gaspar, destacou hoje em declarações à Rádio Boa Nova a importância da apreensão feita, na semana passada, …

Última Hora

10 detenções, 802 infrações e 61 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 17 a 23 de abril, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Desporto

Sampaense vence Sanjoanense por 84-80

Sampaense vence AD Sanjoanense por 84-80 no primeiro jogo da 2ª fase Grupo A da Proliga de Basquetebol. Uma partida dificil para a equipa da casa, que só no terceiro

Sociedade

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), na época natalícia, desenvolveu várias ações de fiscalização no âmbito da garantia da Segurança Alimentar

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), na época natalícia, desenvolveu várias ações de fiscalização no âmbito da garantia da Segurança Alimentar, tendo fiscalizado 296 operadores económicos que comercializam

Informação

GNR aconselha população em caso de incêndio florestal

A Guarda Nacional Republicana, perante as ocorrências de incêndios florestais que se têm verificado, com maior incidência na região algarvia,…

Última Hora

Mundial 2018: Portugal em jogo decisivo com o Irão para os oitavos-de-final

A Seleção Portuguesa de Futebol tem hoje um jogo decisivo no Mundial 2018. Portugal joga contra o Irão, pelas 19h00, para a passagem aos oitavos-de-final.