Direção Regional de Cultura do Centro participa na Bienal Ibérica do Património Cultural

Direção Regional de Cultura do Centro participa na Bienal Ibérica do Património Cultural

A Direção Regional de Cultura do Centro (DRCC) participa na Bienal Ibérica de Património Cultural – AR&PA. A iniciativa decorre de 13 a 15 de outubro, no centro histórico da cidade de Amarante.

A Bienal reúne diferentes atores que atuam no setor cultural – agentes culturais, organizações públicas e privadas, operadores turísticos, empresas de restauro e conservação, novas tecnologias, projetos de I&D, entre outros intervenientes – e tem como objetivo a promoção, valorização e visibilidade da Cultura como área potenciadora de desenvolvimento social e económico.

A edição 2017 da AR&PA é dedicada à temática da Gestão Patrimonial e contempla diversos encontros, debates, assim como um seminário internacional. Além da componente técnica, promotora do conhecimento, a Bienal apresenta uma diversificada programação cultural direcionada para o público em geral, visando aproximar os visitantes, a comunidade local e as famílias do setor cultural.

O stand da DRCC na AR&PA destaca os espaços museológicos sob tutela – Mosteiro de Santa Clara-a-Velha (Coimbra), Museu da Cerâmica e Museu José Malhoa (Caldas da Rainha), Museu Dr. Joaquim Manso (Nazaré), e dá a conhecer o valor patrimonial dos recursos existentes na região Centro.

Previous  Roubo por explosão em máquinas multibanco em Condeixa e na Mealhada
Next Quase uma centena de concelhos do continente em risco máximo de incêndios

Artigos Relacionados

Sociedade

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia de 14 de janeiro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 15.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Informação

Luís Lagos considera fundamental que “determinadas pessoas que ocupam o centro-direita se afastem de vez”

Luís Lagos foi um dos vencedores da noite eleitoral em Oliveira do Hospital, ao conseguir a sua reeleição e a eleição de um segundo deputado do CDS-PP, por via da

Sociedade

Misericórdia de Galizes promove “Jornadas do Conhecimento” por ocasião dos 350 anos

No âmbito das comemorações dos 350 anos, a Santa Casa da Misericórdia de Galizes realiza hoje as “Jornadas do Conhecimento” alusivas ao “Novo Código dos Contratos Públicos” e…

Última Hora

Vila Cova de Alva promove “Passos do Senhor”

Nos dias 17 e 18 de março, acontece, em Vila Cova de Alva, a cerimónia “Passos do Senhor”, organizada pela Comunidade Interparoquial Serra do Açor e Vale do Alva. No

Destaque

Alexandrino “assaca responsabilidades” ao Governo na retirada do amianto na escola oliveirense

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital opõe-se à ideia do Ministério da Educação de que seja a CIM Coimbra, através do pacto de coesão, …

Última Hora

Mega Presépio dá vida ao Natal na localidade de Gramaços

Nesta quadra natalícia, as atenções voltam a centrar-se na localidade de Gramaços, no concelho de Oliveira do Hospital, onde pelo terceiro ano consecutivo está instalado um Mega Presépio.

Região

Autoridades procuram menina desaparecida em Foz Côa

A GNR e a PJ da Guarda têm desde quarta-feira no terreno uma operação de busca para encontrarem uma criança de 9 anos que desapareceu do Agrupamento de escolas de

Região

Homem morre atropelado por comboio em Montemor-o-Velho

Um homem morreu, esta tarde, atropelado por um comboio junto ao apeadeiro de Formoselha, em Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra.

Informação

Morreu Zé Pedro, guitarrista dos Xutos & Pontapés

Zé Pedro, guitarrista dos Xutos & Pontapés morreu esta quinta-feira em casa.

Informação

Despiste de mota provoca um morto em Viseu

Um homem morreu ao início da noite desta segunda-feira na sequência do despiste de uma mota em Gumirães, na cidade de Viseu.

Sociedade

Coimbra entre os 15 distritos sob aviso amarelo devido à chuva e vento forte

Quinze distritos do continente vão estar esta segunda-feira e terça-feira sob aviso amarelo devido à previsão de chuva e vento forte.

Última Hora

Hastas públicas de madeira ardida já renderam 15,5 milhões de euros

As hastas públicas da madeira ardida nos incêndios de outubro de 2017 já renderam 15,5 milhões de euros, revelou hoje, na Marinha Grande, o presidente do Instituto da Conservação da