Defesa da coesão do território juntou Turismo do Centro e Secretaria de Estado da Valorização do Interior

Defesa da coesão do território juntou Turismo do Centro e Secretaria de Estado da Valorização do Interior

image_pdfimage_print

O Turismo Centro de Portugal e a nova Secretaria de Estado da Valorização do Interior reuniram-se em Castelo Branco, na passada segunda-feira, num encontro “muito produtivo e em que ficou evidente a sintonia de estratégias”.

Na reunião, Pedro Machado e Jorge Loureiro, da direção do Turismo Centro de Portugal, apresentaram os contributos decisivos que o Turismo pode fornecer à estratégia da Secretaria de Estado. Ao longo do encontro ficou patente que as duas entidades perseguem um objetivo comum: a valorização dos territórios mais afastados dos centros de decisão.

Pedro Machado recordou que o Turismo Centro de Portugal, em cooperação com as comunidades intermunicipais, tem assumido um papel privilegiado de promoção dos produtos e territórios do interior da região, tanto a nível nacional como internacional. Além disso, disponibilizou a entidade que dirige para cooperar com a Secretaria de Estado na capacitação dos agentes económicos, ajudando a qualificar os ativos do setor turístico e desenvolvendo programas que possibilitem captar novos investimentos.

O presidente do Turismo Centro de Portugal sublinhou também o facto de a região estar em linha com as grandes tendências nacionais e internacionais de procura turística. “A aptidão do Centro de Portugal pelo turismo ativo, pelo turismo da natureza, pela cultura física, pelo bem-estar, pela saúde, encaixa hoje na perceção cada vez maior dos consumidores que chegam a Portugal, por oposição àquilo que foi muitos anos a imagem do país: o turismo de sol e praia. Felizmente, essa perceção no consumidor hoje está a mudar. E esta nossa região está na primeira linha para um reposicionamento do território”, disse, destacando como exemplos práticos de produtos turísticos do interior a Estrada Nacional 2, os Caminhos de Santiago ou o Portuguese Trails – Cycling and Walking.

“O luxo do século XXI vai ser o interior, não tenho dúvidas nenhumas. Temos três coisas no interior que o país não tem no litoral, e muito menos nos grandes aglomerados urbanos: tempo, que é uma coisa fantástica; segurança; e silêncio, que vale ouro. Acredito verdadeiramente que estes territórios, que têm tempo, estão em silêncio e oferecem segurança, são o futuro do turismo em Portugal”, acrescentou.

“Temos de ter no interior do Centro de Portugal âncoras importantes a nível do turismo. É importante criar rotas para levar as pessoas ao interior”, frisou, por sua vez, o Secretário de Estado, João Paulo Catarino, alertando, no entanto, para a necessidade de haver retorno económico para quem lá vive: “As pessoas que vivem nestes territórios não podem ser só figurantes. O Turismo tem de deixar retorno económico e por isso é que tem de ser muito bem estruturado”.

Na reunião, foi também abordada a experiência do Turismo Centro de Portugal nos projetos transfronteiriços com a Extremadura espanhola e o Alentejo, inseridos na eurorregião Euroace. Até porque os projetos transfronteiriços são uma prioridade para o Governo.

O estreitamento de relações com a Extremadura está patente em quatro eixos de produto turístico de ação conjunta: turismo patrimonial e cultural; turismo gastronómico e de vinhos; turismo de natureza e ativo; e turismo religioso.

Outro ponto da reunião foi a aposta do Turismo Centro de Portugal na captação dos grandes eventos desportivos, que ajudam a atrair visitantes e que posicionam a região a nível internacional. “Temos bons motivos para que este território tenha condições singulares nesta área”, destacou Pedro Machado.

Previous Orquestra Clássica do Centro junta-se a Bandas Filarmónicas de Penela
Next Equipa de Santo António do Alva vence 1ª eliminatória da Taça da Fundação Inatel

Artigos Relacionados

Última Hora

Sismo de magnitude 2,8 registado na Mealhada

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera detetou, pelas 12h30 de ontem, um sismo de magnitude 2,8 na escala de Richter na Mealhada, distrito de Aveiro.

Última Hora

Aldeias evacuadas e seis meios aéreos a combater chamas em Góis

Ao início da manhã, a presidente da Câmara de Góis, Lurdes Castanheira, alertava: “Nós temos uma situação grave e se calhar pode passar a ser gravíssima porque o incêndio passou

Região

Os Verdes exigem urgente requalificação do IP3 e a sua manutenção sem portagens

Os Verdes entregaram na Assembleia da República um Projeto de Resolução onde exigem ao Governo  a requalificação do Itinerário Principal (IP) 3 e a sua manutenção sem portagens.

Educação

Município de Oliveira do Hospital promoveu programa “Escola Feliz”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital promoveu, no início deste mês de setembro, mais uma edição do programa “Escola Feliz”, dirigido aos alunos do 1.º CEB e que tem

Informação

“Quinta de Jugais” entre as 50 maiores empresas do distrito de Coimbra

A “Quinta de Jugais” é a empresa de Oliveira do Hospital que está melhor posicionada no ranking das 1000 maiores empresas” do distrito de Coimbra. A empresa dedicada…

Última Hora

Estradas da serra da Estrela reabertas ao trânsito

As estradas da serra da Estrela que ontem foram encerradas ao trânsito devido à queda de neve reabriram hoje de manhã.

Última Hora

Covilhã: Nove pessoas desalojadas devido a incêndio em habitação

Um incêndio numa habitação na Covilhã, na noite de quinta-feira, deixou uma residência inabitável e desalojou nove pessoas, que foram para casa de familiares.

Última Hora

Seia: Jovem detido pelo crime de tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial da Guarda, através dos Postos Territoriais de Seia e de Paranhos da Beira, dia 6 de julho, deteve um homem de 23 anos, em flagrante delito, por

Última Hora

Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios voltam a manifestar-se em Coimbra

Os Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios de julho e outubro de 2017 consideram insuficientes as medidas de apoio disponibilizadas pelo governo…

Sociedade

Eptoliva volta a vencer Concursos Municipais de Ideias de Negócio em Oliveira do Hospital e em Tábua

A Eptoliva venceu as respetivas finais municipais que decorreram em Oliveira do Hospital e em Tábua, relativas à terceira edição do Concurso Municipal de Ideias de Negócio 2016,…

Nacional

Alfama voltou a vencer o concurso de Marchas Populares de Lisboa

Alfama repetiu a proeza do ano passado. Ontem à noite, com o tema “Não toquem na minha Alfama” voltou a ser considerada a melhor marcha …

Região

Incêndio de Soure dado como dominado

O incêndio que deflagrou no concelho de Soure, em Coimbra, e que chegou a ter três frentes ativas, já foi dominado, disse o presidente do município.